Ford-Ka-coronavirus

Ford suspende financiamento para ajudar na crise do coronavírus

Marca americana resolveu fazer a parte dela para ajudar na crise e anuncia ação emergencial para os clientes que financiaram a compra de um veículo pela Ford Credit. A Ford oferece a possibilidade de transferir para o final do contrato até três parcelas do financiamento com vencimento a partir do dia 31 de março.

Para estar apto a essa condição, válida tanto para pessoas físicas como pessoas jurídicas, não é necessário fazer nenhum tipo de comprovação relacionada à saúde ou renda, basta estar em dia com os pagamentos. Os clientes que desejarem aderir devem entrar em contato com a Central de Atendimento da Ford Credit pelos telefones 4004-4581 (capitais e regiões metropolitanas) ou 0800 722-4581 (demais localidades) e manifestar a sua intenção. Feito isso, o cliente receberá uma proposta de renegociação de seu financiamento. Os pagamentos adiados terão correção feita com base em juros de mercado e diluída nas prestações do contrato.

Produção parada

A Ford suspendeu temporariamente a produção em suas fábricas no Brasil – Camaçari (BA), Taubaté (SP) e na unidade da Troller em Horizonte (CE) – e na fábrica de Pacheco, na Argentina, em resposta ao impacto do coronavírus (COVID-19) na América do Sul. A medida entrou em vigor no Brasil em 23 de março e na Argentina no dia 25 de março.

Além de manter os funcionários em segurança e ajudar a limitar a propagação do vírus ajusta os volumes de produção à redução na demanda dos consumidores gerada por essa situação sem precedentes.
sponder

Fiat-Strada-2021

Devido ao coronavírus, Fiat adia lançamento da Strada e interrompe atividades no Brasil

Lançamento da nova geração da Fiat Strada 2021 é adiado e não tem nova data. FCA vai interromper produção em Betim, Goiana e no Paraná


A pandemia do novo coronavírus (Covid-19) acaba de provocar mais uma baixa: a Fiat adiou o lançamento da nova geração da Strada 2021, previsto para os dias 03 e 04 de abril. Além disso, a Fiat Chrysler Automobiles (FCA) anunciou nesta sexta-feira (20) a interrupção gradual da sua linha de produção para conter o avanço da doença no Brasil.

A decisão vale para as fábricas de Betim-MG, Goiana-PE e Campo Largo-PR, aonde produz motores. A interrupção será gradual, com  paralisação total prevista para ocorrer até 27 de março. A expectativa é que as atividades fabris sejam retomadas em 21 de abril (logo no feriado, heim?). Somente na parte de manufatura, são cerca de 10 mil pessoas.

Segundo a montadora, a redução gradual da força de trabalho se dará com medidas preventivas já adotadas para garantir a saúde dos funcionários e evitar o contágio.

Além de interromper as atividades de produção e administrativas, a marca também adiou, de forma imediata,  todos os eventos e ações de e produto (lançamentos, apresentações, cursos e treinamentos etc) previstos em toda a América Latina. Entre ele, está o lançamento da Fiat Strada 2021, principal aposta da marca para este semestre.

 

 

 

REDBULL-combate-coronavirus-foto-divulgacao-AP-22BVSYS992111_hires_jpeg_24bit_rgb

Tecnologia da F1 pode ajudar no combate ao coronavírus

Quatro equipes concordaram em fornecer tecnologia para ajudar vítimas do Covid-19. Família dona da Ferrari doa 10 milhões de euros para combater o coronavírus

Equipes podem fornecer tecnologia avançada para auxilar no combate ao coronavírus. foto: Mark Thompson/Divulgação

Com o campeonato suspenso devido à pandemia do coronavírus, as equipes de Fórmula 1 podem ajudar no combate ao covid-19. Pelo menos quatro equipes Mercedes-AMG, Red Bull Racing, McLaren e Williams devem fornecer tecnologia e engenharia no combate ao coronavírus. A informação é do site ‘Race Fans’.

Segundo a publicação, as escuderias responderam positivamente ao pedido de ajuda feito por governos, durante teleconferência realizada nesta semana. O objetivo da colaboração é desenvolver e fornecer ventiladores mecânicos, essenciais nos casos graves do coronavírus.

Como as quatro primeiras etapas do campeonato de F1 já foram adiadas, as equipes contam com instalações e engenharia avançada para ajudar no esforço mundial contra o coronavírus.  Consultamos os sites de imprensa da das quatro equipes, mas não há confirmação de forma oficial da iniciativa.

Ferrari faz doação 

Em outra frente, a família Agnelli, que controla a scuderia Ferrari Formula 1,  bem como a Fiat Chrysler Automobiles (FCA) e o clube de futebol da Juventus, revelou que fará uma doação de 10 milhões de euros ao Departamento de Proteção Civil da Itália e a uma organização de assistência social chamado Specchio dei Tempi / La Stampa, para ajudar as autoridades a lidar com as necessidades sociais e de saúde na cidade de Turim e na região de Piemonte, à medida que o vírus continua a se espalhar.

As empresas da família também adquiriram e adquiriram um total de 150 ventiladores, juntamente com outros equipamentos médicos de vários fornecedores estrangeiros, e estão se preparando para o transporte aéreo imediato para a Itália, a fim de ajudar a aliviar o fardo dos serviços de saúde.

Modelo é concorrente de Honda HR-V, Jeep Renegade e Nissan Kicks

Chevrolet Tracker 2021 chega às lojas com motores turbo e novo design. Saiba os preços, equipamentos e versões

SUV compacto é aposta da GM ampliar vendas nos segmento. Tracker 2021 oferece seis airbags e motor turbo em todas as versões

Modelo é concorrente de Honda HR-V, Jeep Renegade e Nissan Kicks
Modelo é concorrente de Honda HR-V, Jeep Renegade e Nissan Kicks

 

 

Por Thiago Ventura

Já está nas lojas do Brasil a nova geração do Chevrolet Tracker, que chegou antes mesmo do lançamento. Devido à pandemia do coronavírus, o evento foi cancelado e GM liberou as vendas do carro em sua rede de concessionários. O modelo chega em cinco versões e uma opção para PCD (pessoa com deficiência).

O Tracker 2021 é um projeto chinês, mas fabricado no Brasil, enquanto o anterior era importado do México.  O carro está com design completamente renovado, tanto na parte externa como interna, alinhados com o novo estilo da GM. Com tais mudanças, a expectativa da marca americana é que o carro consiga fazer frente aos concorrentes, como o Honda HR-V, Jeep Renegade, Nissan Kicks ou o Volkswagen T-Cross dentre vários outros.

Chevrolet Tracker 2021 foto Thiago Ventura - Carro Esporte Clube (7)

O Tracker 2021 terá opções de motores três cilindros 1.0 e 1.2 Turbo. O menor, mesmo utilizado pelo Onix, tem 116 cv (E/G) a 5.500 rpm não importando se é etanol ou gasolina. Já o torque é de 159 Nm a 2.000 rpm gasolina e de 164 Nm .

Já o 1.2 rende de 133 (E) / 132 (G) cv a 5.500 rpm e torque de 209 Nm (E) e 190 Nm (G) a 2.000 rpm. O motor 1.2 só é vendido com transmissão automática de seis marchas; o 1.0 tem opção manual de seis velocidades.

Chevrolet Tracker 2021 foto Thiago Ventura - Carro Esporte Clube (9)

De série em todas as versões, o carro vem com seis airbags (duplo frontal, duplo lateral, duplo de cortina), controle eletrônico de estabilidade e tração, assistente de partida em rampa. Tem ainda cintos de segurança de três pontos para todos os ocupantes, apoios de cabeça em todas as posições, Isofix para cadeirinhas infantis.

Na versão topo de linha, Premier 1.2, essa das fotos, agrega itens como alerta de colisão, faróis dianteiros em LED com luz auxiliar de manobras, frenagem automática de emergência, indicador de distância do veículo da frente e sistema de monitoramento de pressão dos pneus. O Tracker Premier 2021 vem ainda com teto solar panorâmico de série.

Chevrolet Tracker 2021 foto Thiago Ventura - Carro Esporte Clube (3)

Nesta nova geração, o carro mede 4,27 metros de comprimento, 1,79 m de largura, 1,64 m de altura e 2,57 m de entre-eixos. O porta-malas tem capacidade para 393 litros.

TABELA DE PREÇOS
Tracker Turbo (Automático) PCD – R$ 70.000
Tracker 1.0 Turbo (MT) – R$ 82.000
Tracker LT 1.0 Turbo (AT) – R$ 89.900
Tracker 1.2 Turbo (AT) – R$ 90.500
Tracker LTZ 1.2 Turbo (AT) – R$ 99.900
Tracker Premier 1.2 Turbo (AT) – R$ 112.000

Itens de série do Tracker 2021
Tracker 1.0 Turbo Manual
Na versão de entrada, o Tracker 1.0 Turbo com câmbio manual vem equipado com alarme anti-furto, luzes de condução diurna em LED, regulagem de altura dos faróis, grade frontal em prata, maçanetas e retrovisores sem pintura, rack de teto, roda de alumínio de 16″, ar-condicionado, chave canivete, coluna de direção regulável em altura e profundidade, computador de bordo, descansa braço, volante com comandos de rádio e telefone, direção elétrica, retrovisores externos com ajustes elétricos, indicador de troca de marcha, painel de instrumentos em TFT de 3,5″, sensor de estacionamento traseiro, vidros elétricos nas quatro portas, banco do motorista com regulagem de altura, banco traseiro bi-partido, entre outros itens .

O  sistema de WiFi nativo é de série em todas as versões com custo extra depois do período de degustação.

 

Chevrolet Tracker 2021 foto Thiago Ventura - Carro Esporte Clube (8)

Tracker 1.0 Turbo LT AT6
A versão LT automática (seis velocidades) vem com todos os equipamentos da opção 1.0 Turbo e agrega adesivo de coluna na cor preta, grade frontal com detalhes cromados, maçanetas a retrovisores na cor da carroceria, rack de teto na cor prata, câmera de ré, chave com sensor de aproximação, sistema de abertura das portas e alarme antifurto por meio de sensor de aproximação chave (Easy Entry), partida sem chave e sistema Stop/Start (desligamento e partida do motor automático em paradas do veículo).
Tracker 1.2 Turbo AT6
A versão 1.2 Turbo agrega o motor mais forte e câmbio automático de seis velocidades. De resto ela conta com o mesmo visual e itens de série do Tracker 1.0 Turbo manual.

Tracker 1.2 Turbo AT6 LTZ
Já versão LTZ 1.2 Turbo vem com todos os equipamentos da 1.0 LT e agrega alerta de ponto cego, roda de alumínio de 17″, volante com revestimento premium, acendimento automático dos faróis e sensor de chuva com ajuste automático de intensidade.
Tracker 1.2 Turbo AT6 Premier
A versão topo de linhas do Tracker vem com todos os equipamentos da LTZ e acrescenta alerta de colisão, faróis dianteiros em LED com luz auxiliar de manobras, frenagem automática de emergência em baixa velocidade, indicador de distância do veículo da frente, sistema de monitoramento de pressão dos pneus, friso cromado no contorno inferior das portas, lanterna traseira em LED, maçanetas externas cromadas, detalhes em prata nos para-choques, roda de 17″ com desenho exclusivo da versão, ar-condicionado digital, carregador wireless, descansa braço traseiro com porta-copos, sistema de estacionamento automático, repetidores de seta nos retrovisores e painel de instrumentos de 3,5″ em TFT colorido. Ainda fazem parte sensores de estacionamento dianteiro e traseiro, teto solar elétrico panorâmico, bancos com revestimento premium nas cores Preto (Jet Black) e Azul (Captain Blue).

Chevrolet Tracker 2021 foto Thiago Ventura - Carro Esporte Clube (11) Chevrolet Tracker 2021 foto Thiago Ventura - Carro Esporte Clube (9) Chevrolet Tracker 2021 foto Thiago Ventura - Carro Esporte Clube (8) Chevrolet Tracker 2021 foto Thiago Ventura - Carro Esporte Clube (7) Chevrolet Tracker 2021 foto Thiago Ventura - Carro Esporte Clube (6) Chevrolet Tracker 2021 foto Thiago Ventura - Carro Esporte Clube (5) Chevrolet Tracker 2021 foto Thiago Ventura - Carro Esporte Clube (4) Chevrolet Tracker 2021 foto Thiago Ventura - Carro Esporte Clube (3)

Modelo é concorrente de Honda HR-V, Jeep Renegade e Nissan Kicks
Modelo é concorrente de Honda HR-V, Jeep Renegade e Nissan Kicks

Chevrolet Tracker 2021 foto Thiago Ventura - Carro Esporte Clube (1)

Fiat Strada 2021: marca italiana revela traseira da nova geração da picape

Líder entre os veículos utilitários leves, nova Fiat Strada faz jus ao apelido de ‘mini-Toro’

Fiat-Strada-2021-traseira

Marca italiana revelou nesta segunda a primeira imagem da traseira da sua nova picape compacta. A Strada 2021 exibe um conjunto de lanternas muito semelhante à irmã maior Fiat Toro,  sensor de estacionamento de quatro pontos, santantônio e barras de proteção na janela.  O modelo é um dos mais importantes lançamentos da Fiat Chrysler Automobiles (FCA) nos últimos tempos e chega em abril.

A tampa da caçamba, porém, abre na forma convencional e não é bipartida como na Toro. Além disso, o modelo mantém o freio traseiro do tipo tambor, enquanto a rival Volkswagen Saveiro possui a disco nas quatro rodas.

Fiat-Strada-2021

A FCA deposita muitas fichas no veículo. Para ter ideia da importância do produto, trata-se de veículo comercial leve mais vendido do país. Em 2019, segundo números da Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave), foram 76.233 emplacamentos. Neste ano, não foi diferentes e fechou janeiro com 5.412 unidades vendidas, líder do segmento.

O modelo é completamente novo, criado a partir da mesma plataforma do Fiat Mobi, com  identidade própria, mas com elementos de Argo e Toro. Aliás, já tem ganhado o apelido de ‘mini-Toro’ ou mesmo jocosamente de ‘Bezerro’ entre os entusiastas.

Fiat-Strada-2021-lateral-

 

 

Pela primeira vez, a Strada terá uma versão cabine dupla com quatro portas e capacidade para cinco passageiros. Não haverá opção de cabine estendida, mas a cabine simples ganhou um pequeno espaço atrás do banco.  Além disso, o modelo oferecerá assinatura luminosa de LED nas versões mais caras. Outra novidade em design, ao invés do logo completo, será o logotipo textual  ‘FIAT’ na dianteira, estratégia semelhante utilizada em picapes da Ford e SUVs da Land Rover.

 

Segundo o jornalista Marlos Ney Vidal, do site Autos Segredos, a picape será vendida com opção de motores  1.3 FireFly e 1.4 EVO. Nós apostamos na permanência da oferta do 1.8 eTor.Q nas versões topo de linha até a chegada do bloco 1.3 turbo.

Pelo que apurou o AutosSegredos, a Strada 2021 será ofertada nas versões Working, Endurance, Freedom e Volcano. A atual geração ainda permanecerá em vendas por alguns meses com opção básica ‘pé-de boi’ para empresas.

 

RHF_9180

Histórico

Lançada em 24 de outubro de 1998, a Fiat Strada se tornou sucesso de vendas rapidamente graças à sua robustez e versatilidade para ser usada no dia a dia tanto para o transporte de cargas, quanto para passeios em família.

Quando chegou, derivada do Palio, era oferecida em três versões: Working 1.5, Trekking 1.6 8V e LX 1.6 16V.  Ganhou diversas outras versões, em especial a Adventure que a alçou para um consumidor interessado numa picape completa e boa oferta de itens de série.

Linha do tempo

1998: A Fiat Strada é lançada em três versões: Working 1.5 (76cv), Trekking 1.6 8V (92cv) e a topo de linha LX 1.6 16V (106cv).

1999: Chega a versão com Cabine Estendida, inédita no segmento e um marco em termos de diferenciação graças à maior praticidade de poder levar malas ou objetos maiores no interior do veículo, mantendo ainda um bom volume na caçamba.

2000: A picape Strada se torna líder de mercado pela primeira vez.

2001: Série especial MTV.

2002: Primeira reestilização e chegada da versão Adventure e do motor 1.8 8v em substituição ao 1.6 16v.

2004: Segunda reestilização. Recebeu novo interior, nova carroceria, novos conteúdos e um motor mais potente, o 1.8 8V Flex.

2006: Série especial Try On Adventure.

2007: Série Original Adventure.

2008: Terceira reestilização que deu ao modelo aspecto mais robusto, especialmente na versão Adventure, que trazia o bloqueio eletrônico do diferencial Locker.

2009: Melhoria no motor Fire 1.4 que passa a ter 85/86 cv. A Fiat inovou mais uma vez e lançou a primeira e única picape compacta com cabine dupla do Brasil.

2010: Motor Etorq 1.8 16v substitui o 1.8 8v. Versão Sporting com motor Etorq 1.8 16v.

2011: Câmbio automatizado Dualogic chega na versão Adventure cabine dupla.

 

imagem (1)

2012: Chega a quarta reestilização com novo design frontal, acabamento interno e diversos conteúdos. Versão Trekking com motor Etorq 1.6 16v e cabine dupla disponível em todas as versões.

2013: Série especial Mangalarga Marchador. Reestilizacão da parte traseira (novas lanternas e

caçamba mais alta) e inova outra vez com a terceira porta na cabine dupla.

2014: Linha 2015 com pacote Dark nas versões Trekking e Adventure.

2014: Versões Hard Working 1.4. Strada alcança 1 milhão de unidades vendidas no Brasil.

2015: Série Adventure Extreme com central multimídia.

2016: Novas versões são lançadas: Working Plus 1.4 Flex (cabine simples), Hard Working 1.4 Flex (cabines simples, estendida e dupla) e Adventure 1.8 16V Flex Dualogic (cabine dupla).

2018: Freedom 1.4 Cabine Dupla é nova versão da Fiat Strada para linha 2019.

2020: Lançamento da segunda geraçã

NOVA-LOGO-BMW

BMW faz a mudança mais radical em sua logo em 103 anos

Tradicional marca alemã modifica logo para se adequar às novas gerações. BMW i4 Concept antecipa novos lançamentos 100% elétricos
NOVA-LOGO-BMW

 

Aos 103 anos de história, a marca bávara resolveu fazer a mais radical mudança em sua logo : A BMW abandonou o fundo preto em seu escudo, que passa ser vazado. Já os elementos circulares e letras são em branco. Ou seja: o novo emblema terá uma aparência diferente, dependendo da cor do carro!

A nova logo foi apresentada no i4 Concept e já é possível ver a aplicação do emblema num veículo. A logotipia está com uma pegada mais retrô e o emblema perdeu o efeito 3D e está mais chapado, como virou padrão em diversos logos modernos ou atualizados. É um reflexo dos ícones de aplicativos que tanto fazem parte da nossa vida atual.

nova-logo-e-logo-antiga-bmw

As submarcas da empresa – BMW i e BMW M – também estão recebendo seus próprios novos logotipos . O emblema /// M agora é 2D, conforme aplicado na fan page oficial da divisão esportiva. Pelo mesmo caminho segue a logo dos elétricos BMW i.

Voltando a logo da BMW, a empresa manteve hélice formada pelas cores azul e branco, uma homenagem ao estado da Baviera, origem da marca. Para quem não sabe, BMW é a sigla de Bayerische Motoren Werke AG (Fábrica de Motores da Baviera). A empresa foi fundada em 7 de março de 1916 inicialmente para fabricar motores de avião, daí a hélice no centro. 103 anos depois, essa tradição permanece no logo, mas agora com um visual contemporâneo para atrair os novos clientes da era digital.

o que você achou da mudança?

 

 

evolução-da-lOGO-BMW

bmw-i4-concept-=-Nova-LOGO