Todos os post de thiago.ventura

HB20S-NOVAGERACAO-22

Precisamos falar do design do novo Hyundai HB20

Visual polêmico provoca reações no consumidor, mas escolha arriscada pode dar certo

HB20S-NOVAGERACAO-22

A primeira impressão de muita gente, inclusive dos fãs da marca,  ao ver a foto da nova geração do HB20 é algo do tipo ‘wtf‘. Os grandes faróis posicionados acima da grade hexagonal com laterais afinadas deram ao carro o inglório apelido de “bagre”.

Ao ver o carro ao vivo, como pudemos conferir em primeira mão para o DomTotal  no lançamento em Comandatuba (BA) e que todos já podem fazê-lo nas concessionárias, chega-se à “segunda fase”.  O carro é mais bonito (ou menos feio) ao vivo do que nas fotos. Por algum mistério da imagem, ver o carro 3D revela ângulos que não ficam bem na fotografia e vídeo. A cor escolhida, vermelho, também não ajudou muito.

Além disso, dá para analisar mais detalhes do HB20 como o interior e as grandes áreas limpas nas laterais, descobrindo alguns aprimoramentos que deram certo no compacto coreano. Isso sem falar na bela traseira em estilo fastback do sedã HB20S.

A terceira fase é quando já se acostuma com o carro. Passamos uma semana com o HB20S e pode acreditar: as opiniões positivas foram muito mais numerosas que negativas. Até mesmo dois “que lindo” escutamos, em geral de pessoas que não acompanham a indústria automobilística, mas que se interessaram em comprar um desse. Pescoços torcidos também foram percebidos no trânsito ao ver o modelo passar (mais pela novidade do que pelas linhas, verdade seja dita).

Traseira nos estilo fastback é um dos pontos altos do HB20S (foto: Thiago Ventura/CEC/DomTotal)
Traseira nos estilo fastback é um dos pontos altos do HB20S (foto: Thiago Ventura/CEC/DomTotal)



Gosto de estacionar carros de teste na porta de estabelecimentos e ver à distância a recepção das pessoas. Muitos ficaram de olho no modelo, apontando detalhes nos faróis e  linhas; até mesmo uma semelhança com o design da Mercedes encontrada na caída da traseira do sedã eu escutei.

Foi uma surpresa tal recepção, ante tantos comentários negativos nas redes sociais. Assim como na política, também no meio dos carros há um grande “fla-flu” entre os fãs de marcas, onde é natural que entusiastas de Onix ou Polo se apressem em depreciar os concorrentes e vice versa. Para além dessa polarização, há uma estratégia clara da marca coreana de oferecer um produto totalmente diferente em relação aos rivais quando o assunto é design.

O visual ainda ajuda a diferenciá-lo da multidão, pois é quase impossível passar incólume,  ame-o ou odeie-o. Minha previsão é que o público alvo vai se acostumar com o design e manter o  HB20 no top 3 de vendas, claro, sem incomodar o líder. 
E você, em qual fase está com o HB20?

Fiat-Toro-Ultra-1

Fiat coloca capota rígida em caçamba e cobra R$ 164,9 mil por Toro

Picape é um sucesso de vendas e  marca italiana aproveitou para cobrar ainda mais caro pelo produto

Fiat-Toro-Ultra-1

Para comemorar 200 mil unidades comercializadas da picape, a Fiat Chrysler Automóveis (FCA) lança a versão Ultra, que passa a ser a topo de linha da Toro. Equipada com motor 2.0 Diesel de 170 cv, tração 4×4 e câmbio automático de nove marchas, a versão tem como grande destaque o Dynamic Cover como item de série.

Colocado na caçamba, o equipamento tem melhor vedação contra infiltração de água e vem com tampa removível, o que facilitará caso o cliente queira eventualmente carregar objetos mais altos que sua capacidade quando fechada. Com proteção anti-furto de cargas, o Dynamic Cover possui alça auxiliar para fechamento e maçaneta de abertura interna posicionada do lado esquerdo.

. A nova tampa, que suporta 100kg de carga distribuídos em sua superfície, ainda possui proteção contra infiltração de água. Sua abertura funcional é de 40 graus e é auxiliada por amortecedores laterais com sistema de mola a gás.

fiat-toro-ultra-2

O Fiat Toro Ultra ainda conta com badges externos e interno (console), logo da versão bordado nos bancos, tapetes em borracha, detalhes e logos internos escurecidos, assentos em couro e espelhos externos pretos, estribo lateral, engate reboque, santantônio integrado e para-barro. Disponível nas cores Branco Ambiente (sólida), Prata Billet, Preto Carbon e Azul Jazz (metálicas), a nova versão Fiat Toro Ultra custa R$ 164.990.

Opinião do Thiago: se o objetivo é  ter uma picape média/compacta a diesel e automática, por R$ 143,9 mil já é possível comprar uma Toro Freedom com esse mesmo motor e câmbio. Se o consumidor foi ainda mais racional, pode-se levar a Endurance, com visual mais básico, mas com mesmo conjunto por R$ 131,9 mil.  Quem deseja um produto diferenciado, pode levar a Volcano (155,9 mil). Mas, antes de pagar quase R$ 20 mil apenas por  detalhes estéticos, confira o que a concorrência oferece.

Fiat Toro 2020 – Tabela de Preços
Toro Endurance 1.8 Flex MT5 – R$ 94.990
Toro Endurance 1.8 Flex AT6 – R$ 100.990,00
Toro Endurance 2.0 Diesel AT9 4×4 – R$ 131.990
Toro Freedom 1.8 Flex AT6 – R$ 112.490
Toro Freedom 1.8 Flex AT6 S-Design – 117.990
Toro Freedom 2.0 Diesel AT9 4×4 – R$ 143.990
Toro Freedom 2.0 Diesel AT9 4×4 S-Design – R$ 149.990
Toro Volcano 2.4 Flex AT9 –R$ 125.990
Toro Volcano 2.0 Diesel AT9 4×4 – R$ 155.990
Toro Ranch 2.0 Diesel AT9 4×4 – R$ 162.990
Toro Ultra 2.0 Diesel AT9 4×4 – R$ 164.990

Modelo da Chevrolet foi totalmente consumido pelas chamas

Recém lançado, Chevrolet Onix Plus registra casos de incêndio e marca pode convocar recall

Dois incêndios espontâneos foram registrados com o Chevrolet Onix Plus e recall pode ser convocado

Modelo da Chevrolet foi totalmente consumido pelas chamas
Modelo da Chevrolet foi totalmente consumido pelas chamas

Pelo menos dois casos de autocombustão já foram registrados com o novo sedã Chevrolet Onix Pus, substituto do Prisma. O primeiro aconteceu no pátio da General Motors em Gravataí (RS); o segundo foi com um cliente na cidade Mirador (MA), no último dia 30 de outubro.

Informações da página ‘Notícias com Maritonio Dantas’ sobre o caso recente no Nordeste dão conta que o dono do carro ouviu uma explosão vinda do motor enquanto dirigia numa estrada rumo à Teresina (PI). Ele parou e ao abrir o capô percebeu que o bloco estava em chamas, que consumiram o Onix Plus.

Assista ao vídeo: 

Informação exclusiva publicada pela Quatro Rodas com colaboração dos nossos amigos do Autos Segredos aponta que, na verdade, já são três os casos de incêndio com o novo Onix. E mais: os concessionários já foram orientados pela GM a fazer alguns reparos nos carros em estoque e até mesmo já entregues aos clientes!
Chevrolet-Onix-Incendio-2

 

 

 

 

 

Os comunicados de “não conformidade” e boletins internos referem-se a falhas no chicote, porca de aterramento e mesmo correção do número do chassi. Os dois primeiros envolvem a parte elétrica e podem ter alguma relação com os casos. A descrição completa você encontra no site da QR. De toda forma, isso revela forte indício de que algo errado está acontecendo com o novo Onix 2020.

E até o momento a Chevrolet não se manifestou a respeito. Seria o Onix Plus uma “reencarnação” do Marea ou do Tipo?

Chevrolet-Onix-Incendio

Fiat-Fastback-concept-2018---foto-Thiago-Ventura

Fiat Fastback: veja em detalhes o SUV coupé conceito

Derivado da picape Toro, conceito Fiat Fastback antecipa um novo utilitário da marca que será fabricado no Brasil

Fiat-Fastback-concept-2018---foto-Thiago-Ventura

 
Conceito de SUV coupé derivado da Fiat Toro é exibido na exposição ‘Beleza em Movimento: ícones do design italiano’, em cartaz na Casa Fiat de Cultura, antigo Palácio dos Despachos do governador de Minas, localizado no Circuito Liberdade, em Belo Horizonte. Essas linhas antecipam o que está por vir da FCA para o mercado latino-americano em termos de design. A Toro SUV chega em breve, mas não terá essa bela traseira no estilo coupe.

Revelado no Salão do Automóvel de São Paulo de 2018, tem 2.695 mm de distância entre-eixos, 4.600 mm de comprimento, 2.045 mm de largura e 1.610 mm de altura. O Fiat Fastback é um híbrido entre SUV (Utility Vehicles) e coupé. Muita gente falou que será o BMW X6 da Fiat! A frente mais refinada do conceito em relação à Toro indica já uma breve reestilização da picape, bem como a dianteira do novo SUV.

A FCA anunciou que vai investir R$ 8 bilhões no Brasil para 15 novos lançamentos até 2023. O ‘Toro SUV’ está entre eles. A exposição tem entrada gratuita e segue até 03 de novembro. Vale muito a pena conferir.

Fiat-Fastback-concept-2018---foto-Thiago-Ventura-2

 

Fiat-Fastback-concept-2018---foto-Thiago-Ventura-3

Ônibus com cinto três pontos para passageiros (Volvo/Divulgação)

Argentina torna obrigatório cinto três pontos para passageiros de ônibus

Medida vale para viagens em longa distâncias. No Brasil, ônibus intermunicipais oferecem cintos abdominais

Ônibus com cinto três pontos para passageiros (Volvo/Divulgação)
Ônibus com cinto três pontos para passageiros (Volvo/Divulgação)

 

O Ministério dos Transportes da Argentina publicou nesta semana uma resolução no Diário Oficial para que os ônibus de longa distância ofereçam cintos de segurança com três pontos para todos os passageiros. Segundo o texto, as empresas têm seis meses para se adaptar à nova regra.

Aa medida é válida para os ônibus 0km emplacados a partir de meados de 2020. O cinto deve ser do tipo três pontos e retrátil e os passageiros só podem deixar de utilizá-lo para ir ao banheiro, por exemplo. Caso o veículo tenha sistema de vídeo, deverá sempre exibir mensagem de segurança sobre o uso correto do cinto.O texto cita recomendações das Nações Unidas para segurança no trânsito, mas não fala sobre sobre multas, para  passageiro ou empresa, pela não utilização do equipamento. Contudo, a norma pode ter implicações com outras regras do ordenamento jurídico daquele país.No Brasil, os ônibus interurbanos devem oferecer cinto aos passageiros, mas o texto não estipula se é  do tipo três pontos. Normalmente são oferecidos apenas os cintos abdominais (dois pontos).

Em 2012, o PL 4254/2012 na Câmara dos Deputados, de autoria do então deputado Geraldo Resende (PMDB-MS) previa a obrigatoriedade do cinto três pontos para ônibus. Contudo, o projeto foi rejeitado e arquivado pela comissão de Viação e Transportes em 2015.

Volvo-assento-de-ônibus-com-cinto-três-pontosSeja dois ou três pontos, a realidade no Brasil é que muita gente NÃO usa o cinto. Levantamento feito em abril de 2019 pelo projeto “Passageiro consciente viaja de cinto!”, da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), constatou que apenas quatro em cada dez passageiros de ônibus de viagem municipal estavam usando o cinto e segurança. Os dados são preliminares. O levantamento foi feito nas cidades paranaenses de Ponta Grossa, Curitiba, Maringá, Londrina e Cascavel, levando informações a cerca de 6,7 mil passageiros.

O que você acha da ideia dos hermanos?

LEIA A RESOLUÇÃO NA ÍNTEGRA ! (em espanhol)

Publicación del Boletín Oficial
Resolución 149/2019 – RESOL-2019-149-APN-SECGT#MTR

Ciudad de Buenos Aires, 21/10/2019 – VISTO el Expediente N° EX-2019-69215860-APN-SSTA#MTR del Registro del MINISTERIO DE TRANSPORTE, la Ley N° 26.363, los Decretos N° 958 de fecha 16 de junio de 1992, N° 808 de fecha 21 de noviembre de 1995, N° 1388 de fecha 29 de noviembre de 1996, N° 818 de fecha 11 de septiembre de 2018 y N° 174 de fecha 2 de marzo de 2018, y

CONSIDERANDO:

Que el Decreto N° 958 de fecha 16 de junio de 1992, modificado por los Decretos N° 808 de fecha 21 de noviembre de 1995, y N° 818 de fecha 11 de septiembre de 2018, creó el REGISTRO NACIONAL DEL TRANSPORTE DE PASAJEROS POR AUTOMOTOR y estableció las pautas para la prestación del servicio de transporte por automotor de pasajeros a realizarse: a) entre las Provincias y Ciudad Autónoma de Buenos Aires; b) entre Provincias; c) en los Puertos y Aeropuertos nacionales, entre ellos, o entre cualquiera de ellos y la Ciudad Autónoma de Buenos Aires o las Provincias.

Que en dicha norma se clasifica el transporte automotor en Servicios Públicos, Servicios de Tráfico Libre, Servicios Ejecutivos, Servicios de Transporte para el Turismo, y los que en el futuro establezca la Autoridad de Aplicación.

Que es deber del ESTADO NACIONAL adoptar las medidas tendientes a garantizar la seguridad de los usuarios de Servicios de Transporte por Automotor de Pasajeros.

Que entre las medidas de seguridad más relevantes en materia de transporte automotor se encuentra el uso del cinturón de seguridad por tratarse de un dispositivo cuya utilización tiene un impacto considerablemente efectivo en casos de accidentes viales.

Que a pesar de las exigencias y condiciones de seguridad que se encuentran vigentes para los Servicios de Transporte de Pasajeros por Automotor de Carácter Interurbano de Jurisdicción Nacional, de la experiencia colectada resulta posible observar el relevante número de accidentes viales, en donde el saldo de víctimas y heridos encuentran explicación en la falta del uso de los cinturones de seguridad, lo que provoca que el pasajero sea eyectado de su asiento impactando dentro del interior del vehículo sobre diversos puntos agresivos de la estructura o sobre el vano de las ventanillas.

Que en esa línea, resulta oportuno aprobar un Protocolo de Seguridad para los Servicios de Transporte por Automotor de Pasajeros de Carácter Interurbano de Jurisdicción Nacional, que contemple medidas tendientes a concientizar al pasaje sobre los beneficios del uso del cinturón de seguridad en los buses y establecer mecanismos mandatorios para que el personal de a bordo verifique el uso de este equipamiento como condición esencial para la prestación segura de los servicios.

Que la COMISIÓN NACIONAL DEL TRÁNSITO Y LA SEGURIDAD VIAL, órgano desconcentrado actuante en el ámbito de la SUBSECRETARÍA DE TRANSPORTE AUTOMOTOR, ha elaborado el informe técnico del que surge que del análisis de varios accidentes recientes, se ha verificado la robustez de las unidades desde el punto de vista estructural, no obstante algunos han sido muy graves con un saldo importante de víctimas y heridos graves.

Que conforme surge del informe de la citada Comisión la gravedad de los siniestros encuentran explicación en la falta de uso de los cinturones de seguridad por parte del pasaje, lo que provoca que el mismo no permanezca contenido en el espacio de supervivencia para lo cual está diseñado el bus y por el contrario sea eyectado de su asiento impactando dentro del interior del micro sobre diversos puntos agresivos de la estructura o sobre el vano de las ventanilla.

Que resulta imperioso generar todas las acciones tendientes a concientizar al pasaje sobre los beneficios del uso del cinturón de seguridad en los buses y establecer mecanismos mandatorios para que el personal de a bordo verifique el uso de este equipamiento como condición esencial para la prestación segura de los servicios.

Que mediante el Decreto N° 1388 de fecha 29 de noviembre de 1996 se establecieron los objetivos de la COMISIÓN NACIONAL DE REGULACIÓN DEL TRANSPORTE, entre los que se destaca el de promover mayor seguridad, calidad y eficiencia en el servicio, mejor operación, confiabilidad, igualdad y uso generalizado del sistema de transporte automotor de pasajeros, asegurando un adecuado desenvolvimiento en todas sus modalidades, como así también se estipularon las potestades de dicho organismo, entre las que cabe señalar las de aplicar y hacer cumplir las leyes, decretos y demás normas reglamentarias en materia de transporte, fiscalizar las actividades de las empresas y operadores de transporte automotor y aplicar las sanciones previstas en las distintas normas legales relacionadas con el transporte y las penalidades fijadas en la normativa vigente y en los contratos de concesión vigentes.

Que conforme la Ley N° 26.363, la AGENCIA NACIONAL DE SEGURIDAD VIAL posee como funciones coordinar, impulsar y fiscalizar la implementación de las políticas y medidas estratégicas para el desarrollo de un tránsito seguro en todo el territorio nacional y elaborar campañas de concientización en seguridad vial.

Que entre los objetivos de la SECRETARÍA DE GESTIÓN DE TRANSPORTE estipulados mediante el Decreto N° 174 de fecha 2 de marzo de 2018, se encuentra el de entender en la gestión de los modos de transporte de jurisdicción nacional, bajo las modalidades, terrestre, fluvial, marítimo de carácter nacional y/o internacional, y de las vías navegables.

Que la COMISIÓN NACIONAL DE REGULACIÓN DEL TRANSPORTE y la AGENCIA NACIONAL DE SEGURIDAD VIAL, órganos descentralizados actuantes bajo la órbita del MINISTERIO DE TRANSPORTE, han tomado la intervención de sus competencias.

Que la DIRECCIÓN GENERAL DE ASUNTOS JURÍDICOS dependiente de la SUBSECRETARÍA DE COORDINACIÓN ADMINISTRATIVA del MINISTERIO DE TRANSPORTE, ha tomado la intervención de su competencia.

Que la presente resolución se dicta en virtud de las atribuciones conferidas por los Decretos N° 958 de fecha 16 de junio de 1992 y N° 174 de fecha 2 de marzo de 2018.

Por ello,

EL SECRETARIO DE GESTIÓN DE TRANSPORTE

RESUELVE:

ARTÍCULO 1°.- Establécese que todos los servicios regulados por el Decreto N° 958 de fecha 16 de junio de 1992 y sus modificatorios, deberán satisfacer el “Protocolo de Seguridad para los Servicios de Transporte por Automotor de Pasajeros de Carácter Interurbano”, que como ANEXO (IF-2019-81754811APN-SSTA#MTR) forma parte de la presente resolución.

ARTÍCULO 2°.- Solicítase a la COMISIÓN NACIONAL DE REGULACIÓN DEL TRANSPORTE, órgano descentralizado actuante bajo la órbita del MINISTERIO DE TRANSPORTE, que establezca operativos de concientización a los fines de la implementación de la presente medida.

ARTÍCULO 3°.- Establécese un período de SEIS (6) meses contados desde la entrada en vigencia de la presente, durante el cual se desarrollará una fiscalización educativa a implementarse por parte de la COMISIÓN NACIONAL DE REGULACIÓN DEL TRANSPORTE.

ARTÍCULO 4°.- Recomiéndase a los operadores de los servicios regulados por el Decreto N° 958 de fecha 16 de junio de 1992 y sus modificatorios, la aplicación en los asientos de los pasajeros de los buses 0 km de cinturones de seguridad de TRES (3) puntos retráctiles, que satisfagan el REGLAMENTO 14 de la COMISIÓN ECONÓMICA DE LAS NACIONES UNIDAS PARA EUROPA (CEPE).

Los operadores que apliquen lo dispuesto en el párrafo precedente podrán publicitar en las unidades con esta tecnología, una leyenda que indique que el vehículo cumple con las recomendaciones de seguridad efectuadas por el MINISTERIO DE TRANSPORTE, cuyas características técnicas serán definidas por la COMISIÓN NACIONAL DE REGULACIÓN DEL TRANSPORTE”.

ARTÍCULO 5°.- Solicítase a la AGENCIA NACIONAL DE SEGURIDAD VIAL, organismo descentralizado actuante en el ámbito del MINISTERIO DE TRANSPORTE, la realización de una campaña de difusión pública relativa a la importancia del uso del cinturón de seguridad en las unidades afectadas al Transporte por Automotor de Pasajeros de Carácter Interurbano de Jurisdicción Nacional.

ARTÍCULO 6°.- La presente medida entrará en vigencia a partir del día siguiente al de su publicación en el Boletín Oficial.

ARTÍCULO 7°.- Comuníquese a la COMISIÓN NACIONAL DE REGULACIÓN DEL TRANSPORTE, a la AGENCIA NACIONAL DE SEGURIDAD VIAL, al MINISTERIO DE SEGURIDAD, a las Cámaras Representativas del Transporte Automotor de Pasajeros y a los Operadores de los Servicios regulados por el Decreto N° 958/92.

ARTÍCULO 8°.- Comuníquese, publíquese y dése a la DIRECCIÓN NACIONAL DEL REGISTRO OFICIAL. Hector Guillermo Krantzer

Fecha de publicación 22/10/2019

193846_Honda_Jazz_Exterior

Nova geração do Honda Fit é revelada no Japão

Monovolume está com design minimalista e grande aproveitamento do espaço. Honda Fit 2021 chega ao Brasil no ano que vem com motor 1.0 turbo

193846_Honda_Jazz_Exterior

Um modelo bastante conhecido no mercado brasileiro acaba de ter sua quarta geração revelada no Salão de Tóquio. O Fit 2021 ficou com visual mais arredondado e comportado, como na primeira geração. Além disso, será o primeiro carro compacto da Honda equipado com o sistema híbrido de dois motores chamado e:HEV.

Segundo nossos amigos do AutosSegredos, o carro chega ao mercado brasileiro no segundo semestre de 2020 e terá motor 1.0 turbo, de fabricação nacional. O Fit é conhecido como Jazz em alguns mercados, como na Europa. Nesses locais, chegará em cinco versões: Basic, Home, Ness, CrossStar (aventureiro) e Luxe.

193816_Honda_Jazz_Interior_View

Na dianteira, o Honda Fit 2021 mantém o capô bem curto, um detalhe típico desde a primeira geração, enquanto os faróis ficaram maiores e mais arredondados. Outro detalhe do design do novo Fit é a coluna A, posicionada bem na quina do carro, deixando um vidro espia antes das janelas da frente, bem no estilo minivan. Essa coluna é muito fina, para melhorar a visibilidade, mas mantém a segurança graças ao uso de aços de ultra resistência.

Na vista lateral, o Fit exibe grande área limpa (shape) com um vinco na linha de cintura ligando as maçanetas. A traseira do modelo abandona as lanternas verticais: agora são horizontalizadas. A tampa do porta-malas segue bastante vertical, acoplando com o parachoques.

193824_Honda_Jazz_Exterior

O interior apresenta preza pelo minimalismo: o painel é bem horizontalizado com poucos ressaltos. O quadro de instrumentos, de acordo com a versão, é totalmente digital, enquanto uma tela multimídia se destaca na parte central. O volante de dois raios é bem semelhante ao elétrico Honda EV.

O novo Fit será o primeiro modelo equipado com o módulo de comunicação a bordo Honda CONNECT. Isso inclui três serviços: controle remoto de algumas funções do veículo via smartphone; suporte de emergência que conecta o veículo diretamente a uma central de emergência, como um acidente de trânsito; e o “rush over”, que despacha um guincho e ajuda imediatamente no caso de uma situação anormal no veículo.

193820_Honda_Jazz_Interior_View 193817_Honda_Jazz_Crosstar_Interior_View 193822_Honda_Jazz_Interior_View

Nos mercados de primeiro mundo, terá itens como sistema de mitigação de colisões (CMBS) aprimorado com a operação noturna para detectar pedestres e ciclistas quando não há iluminação pública. Além disso o novo sistema de câmera também permite que o Adaptive Cruise Control (ACC) acompanhe o tráfego em baixas velocidades em congestionamento e aplica o Lane Keep Assist em estradas urbanas e rurais – bem como em rodovias com várias faixas – para maior segurança em mais situações.

No Brasil, o Honda Fit 2021 terá motor turbo 1.0 iVTEC de três cilindros flex. Esse bloco já existe na Europa, com 129 cv de potência e 200 Nm de torque. Ao virar, flex, deverá ser mais potente com etanol. A transmissão é automática do tipo CVT.

193849_Honda_Jazz_and_Honda_Jazz_Crosstar_Exterior

Chevrolet-Joy-Plus-(5)

Chevrolet Prisma é ‘eliminado’ e vira Joy Plus

Novo sedã de entrada da Chevrolet aposenta o nome Prisma e oferece carcaça e motor antigos. Onix Joy parte de R$ 51,1 mil

Chevrolet-Joy-Plus-(5)

A General Motors apresentou nesta semana seu sedã mais em conta, que aposentou o nome Prisma e passa a se chamar Joy Plus. Parafraseamos a Autoesporte nesse jocoso título que resume a estratégia da marca: o ex-Prisma Joy (atual Joy Plus): “modelo 2020, visual 2016 e e interior 2013”! Basicamente a ideia é aproveitar a carcaça da antiga geração e oferecer um produto de baixo custo de produção para os clientes, em especial frotistas.

Ou seja: esse visual sofreu downgrade do finando Prisma para o Joy. Essa alternativa é boa para manter em alta o balanço de vendas. Porém, ao contrário do Onix Joy, o Joy Plus não deve contabilizar emplacamentos para o novo Onix Plus.  Estratégia diferente escolheu a Hyundai. Ela aposentou a antiga geração do HB20 e oferece o novo visual mesmo na versão mais barata.

O Joy Plus tem capô, grade, faróis, tampa do porta-malas, lanternas e para-choques do Prisma reestilizado. Esse visual é o mesmo aplicado em 2016.  O carto tem com opção de acabamento Black, que agrega luz de posição diurna em LED, rodas aro 15 com calotas escurecidas, maçanetas pintadas na mesma cor da carroceria, logo Chevrolet com fundo preto e moldura da grade e retrovisor em preto brilhante.

Chevrolet-Joy-Plus-(9)

No lado de dentro, o visual é mesmo de 2013. Ar-condicionado, direção com assistência elétrica, transmissão com seis marchas e comando elétrico das travas e vidros são equipamentos de série em todas configurações. Já o sistema multimídia, o sensor de estacionamento traseiro e o ajuste eletrônico dos retrovisores externos, por exemplo, são ofertados como acessórios.

O motor é sempre o antigo 1.0 quatro cilindros aspirado de no máximo 80 cv com etanol. Nos novos compactos Onix e Onix Plus, é disponibilzado novos 1.0 três cilindros aspirado ou turbo.

O Joy Plus chega às concessionárias Chevrolet a partir de meados deste mês em seis opções de cores: Branco Summit, Prata Switchblade, Vermelho Chili, Cinza Graphite, Preto Ouro Negro e a nova cor Azul Blue Eyes.

TABELA DE PREÇOS
Joy Plus R$ 51.120
Joy Plus Black (ainda não divulgado)

 

Chevrolet-Joy-Plus-(6)

Chevrolet-Joy-Plus-(7)

Toyota-Corolla-2020

Toyota Corolla 2020: sedã tem seis mil encomendas em 15 dias

Balanço de veículos emplacados em setembro confirma liderança isolada do Toyota Corolla

Toyota-Corolla-2020
Toyota Corolla é o primeiro veículo híbrido flex do mundo.


Por  Thiago Ventura

Pelo visto, o sedã médio japonês vai continuar fazendo a concorrência comer poeira! Segundo a montadora, nos primeiros 15 dias de comercialização do modelo, as concessionárias da Toyota em todo o Brasil receberam quase 6.000 pedidos de clientes e já realizaram cerca de 2.500 emplacamentos (2.100 unidades 2.0L Dynamic Force e 400 híbridos), correspondentes à produção até agora recebida da fábrica de Indaiatuba.

A demanda superou em cerca de 30% a expectativa da Toyota do Brasil para este período inicial de lançamento do modelo em ambas versões.

Em setembro de 2019, o Corolla emplacou 4077  unidades,  número que contempla as duas gerações (19 e 20) do modelo. Na comparação com ano passado, o sedã apresenta retração de 14,6% e queda de 11% em relação a agosto. Porém, considerando os rivais, o Corolla está bem à frente: o Civic vendeu 2.377, pouco mais da metade do líder.

Honda Civic é o segundo mais vendido, mas bem distante do Corolla.
Honda Civic é o segundo mais vendido, mas bem distante do Corolla

A produção inicial das versões híbridas no mês de setembro foi de apenas 5% do mix, como planejado, devido ao início de produção da nova tecnologia, mas esse ritmo deve acelerar para os planejados 22% já em outubro, ajustando a produção à demanda natural.

O Corolla 2020 já pode ser encontrado em toda a rede de concessionárias da marca no País nas versões GLi, XEi e Altis Premium (com motor a combustão 2.0L Dynamic Force) com preços a partir de R$ 99.990 e Altis Híbrido a partir de R$ 124.990.

Sedãs Médios Mais Vendidos em Setembro de 2019
POS. MODELO SET/19 AGO/19 SET/18 % SET 19 % AGO 19 VARIAÇÃO SET/AGO VARIAÇÃO 2019/2018
TOYOTA COROLLA 4077 4621 4774 45,01% 45,71% -11,77% -14,60%
HONDA CIVIC 2377 1736 1913 26,24% 17,17% 36,92% 24,26%
VW JETTA 1107 1231 287 12,22% 12,18% -10,07% 285,71%
CHEVROLET CRUZE 980 1488 1540 10,82% 14,72% -34,14% -36,36%
NISSAN SENTRA 298 242 451 3,29% 2,39% 23,14% -33,92%
KIA CERATO 99 309 110 1,09% 3,06% -67,96% -10,00%
CITROËN C4 LOUNGE 62 365 197 0,68% 3,61% -83,01% -68,53%
MITSUBISHI LANCER 32 49 109 0,35% 0,48% -34,69% -70,64%
FORD FOCUS FASTBACK 23 62 378 0,25% 0,61% -62,90% -93,92%
10º PEUGEOT 408 2 3 23 0,02% 0,03% -33,33% -91,30%
11º HYUNDAI ELANTRA 1 3 152 0,01% 0,03% -66,67% -99,34%
    9058 10109 9934 100,00% 100,00% -10,40% -8,82%

 

Toyota-Corolla-2020-2

Hyundai HB20 2020 Lançamento Carro Esporte Clube foto Thiago Ventura2

Primeira volta: Hyundai HB20 aposta em design ousado para se manter entre os mais vendidos


Nova geração do compacto coreano chega ao mercado com visual exótico, novo motor turbo e equipamentos de segurança ativa inéditos no segmento. Hyundai HB20 2020 parte dos R$ 46,1 mil

Hyundai HB20 2020 Lançamento Carro Esporte Clube foto Thiago Ventura2

Por Thiago Ventura*

Ilha de Comandatuba (BA) – “Em time que está ganhando não se mexe”, diz o ditado popular. Mas a Hyundai resolveu apostar em outra anedota ao lançar a nova geração do HB20, que chega às lojas em outubro: ‘quem arrisca não petisca’! É a impressão ao conferir de perto o visual do compacto coreano, que chega nas configurações hatch, sedã e aventureiro com preços entre R$ 46,4 mil e R$ 81 mil.

De uma vez só a marca coreana revelou a nova geração do hatch HB20, do sedã HB20S e do aventureiro HB20X. A distância entre-eixos cresceu 30 mm para todas as configurações. HB20, HB20S e HB20X também estão mais largos – acréscimo de 40 mm, 40 mm e 30 mm, respectivamente – e mais compridos – aumento de 20 mm, 30 mm e 15 mm, nesta sequência.

Hyundai HB20 2020 Lançamento Carro Esporte Clube foto Thiago Ventura4

Além do visual, que tem gerado muita discussão nas redes sociais, o carro estreia um novo motor turbo, disponível nas versões topo de linha do hatch e do sedã. Trata-se do 1.0 GDI de três-cilindros que entrega potência de 120 cv, além do torque máximo de 171 Nm logo aos 1.500 rpm. A opção turbo está sempre acoplada ao câmbio automático de seis velocidades, corrigindo um erro do passado, quando era combinado com câmbio manual. Os atuais blocos Kappa 1.0 aspirado de 80(E)/76(G) e Gamma 1.6 de 130 (E) / 123 (G) cv também estão disponíveis.

Além dos controles de estabilidade e tração, assistente de partida em rampa e sinalização de frenagem de emergência, as versões mais completas de toda a linha HB20 dispõem de sistema de alerta e frenagem autônomo e alerta de mudança de faixa – itens únicos no segmento -, monitoramento de pressão dos pneus (TPMS) e câmera de ré com monitoramento da traseira (DRVM).

  • Design

A Hyundai surpreendeu a todos com a nova geração do HB20, de maneira negativa, bem verdade, se analisarmos os comentários, mesmo entre os fãs da marca.  Saiu a linguagem de design ‘escultura fluida 2.0’, entra o estilo ‘sensualidade esportiva’. É a nova cara da Hyundai: veja recentes lançamentos como o novo Sonata, o Venue ou mesmo o Kona. Ele serviram de inspiração para o compacto que você vê nas fotos e vídeos.

Gosto é algo muito particular e gera discussões acaloradas. Contudo nesse caso existe um fato concreto: a experiência de ver o carro ao vivo é completamente diferente das fotos e vídeos. Após conviver dois dias com o modelo, passa-se a acostumar com o visual. Talvez o problema não seja de beleza, mas da falta de fotogenia.



A dianteira é dominada pelos grandes faróis de desenho recortado, ladeando a grade de novo desenho trapezoidal. Dois vincos ascendentes recortam o para-choque, onde se encontram as luzes de neblina. Essa dianteira é notadamente inspirada no novo Sonata.

A lateral é composta por uma ampla área plana (shape) com vincos dramáticos na linha de cintura.  A coluna C recebe um adesivo que cria o efeito “teto flutuante”. A traseira do HB20 e HB20X tem um ressalto estranho na tampa do porta malas, que é invadido pelas lanternas.  A traseira do sedã HB20S foi muito bem resolvida, assumindo o estilo fastback.

 

Hyundai HB20 2020 Lançamento Carro Esporte Clube foto Thiago Ventura1

Nós conversamos com Simon Loasby, vice-presidente global de Design da Hyundai e responsável pelo projeto do novo HB20. O executivo citou o designer francês  Philippe Starck, conhecido por seus projetos  irreverentes e contemporâneos para explicar o visual do carro.

 

Dimensões Hatch Sedã X
Comprimento (mm) 3.940 4.260 3.970
Largura (mm) 1.720 1.720 1.740
Altura (mm) 1.470 1.470 1.540
Entre-eixos (mm) 2.530 2.530 2.530
Porta-malas (l) 300 475 300

 


O interior foi completamente renovado e ficou bem melhor que o atual. A família HB20 passa a oferecer central multimídia no estilo flutuante, a mais nova moda entre os compactos. Essa tem conectividade Android Auto e Apple Car Play e um interessante recurso que possibilade  usar a câmera de ré em qualquer situação com um botão de favorito customizável. O quadro de instrumentos, nas versões mais caras, tem velocímetro digital, na minha opinião dispensável.

O HB20 tem painel detalhes em marrom, o HB20X em azul e o HB20S é em cinza, o mais bonito de todos. Os materiais são em plástico duro, dentro do comum da categoria.

  • Como anda

O Carro Esporte Clube/Blog Veículos DomTotal teve a oportunidade de rodar com o HB20 2020 e o HB202, ambos na versão Diamond Plus, num trecho de cerca de 90 km ida e volta entre Comandatuba e a cidade de Canavieiras, na Bahia. Os modelos são equipados com o novo motor 1.0 turbo de até 120 cv, sempre acoplado com transmissão automática de seis marchas, com opção de borboletas no volante. Não foi possível experimentar os demais motores.
A primeira impressão do conjunto mecânico foi muito positiva e esse motor é um trunfo para vendas do HB20 2020, a despeito do seu design polêmico. O carro responde bem na estrada, quando é exigido numa ultrapassagem e dá boas arrancadas no trecho urbano, afinal são 171 Nm de torque disponíveis com 1.500 rpm num modelo de cerca de 990 kg de massa. É um carro muito divertido e com direção elétrica precisa.

HB20S-NOVAGERACAO-23

Outro aspecto que chamou atenção é da suspensão. Consideramos que o modelo filtrou bem as irregularidade do solo, que não foram poucas no caminho! Na versão experimentada, é item de série o sistema de alerta de mudança de faixa: ao menor sinal de que o carro invade a pista contrária, um sinal é escutado na cabine, cobrando mais atenção do condutor.

Num circuito fechado, montado no aeroporto de Comandatuba, foi possível conferir a aceleração do carro e comportamento com outros itens de segurança. Numa pista reta, conseguimos fazer 173 km/h com o HB20S, chegando a impressão que é possível chegar mais.

Num circuito com obstáculos, testamos os controles de estabilidade e tração, disponíveis a partir da versão Evolution do trio. O HB20 comportou-se bem, cantando pneus e mantendo o curso, mostrando bom potencial de segurança ativa.

O mais divertido foi experimentar sistema de alerta e frenagem autônomo, equipamento exclusivo para veículos dessa categoria no Brasil. Em velocidades até 50 km/h, o carro consegue fazer a frenagem completa sem interferência do motorista. Fizemos o teste três vezes. Na primeira, o instinto falou mais alto e pisei no freio. Nas duas seguintes, fiz o experimento acelerando e aconteceu: o carro parou sozinho, evitando o pior! Para quem pode pagar, é um recurso extraordinário de ter em seu carro.

 

Interior da versão sedã da nova geração do HB20
Interior da versão sedã da nova geração do HB20

 

Para isso, é preciso desembolsar o valor mais caro dos modelos, algo entre R$ 77.990 (HB20)  e R$ 81.290 (HB20S). Além desse inédito recurso, ganha ainda o alerta de mudança de faixa, monitoramento de pressão dos pneus (TPMS) e câmera de ré com monitoramento da traseira (DRVM). Detalhe dessa câmera é que ela pode ser acionada a qualquer momento e não apenas durante uma manobra de ré.

  • Conclusão

A decisão e compra de um carro, especialmente no Brasil, é muito mais emotiva do que racional. O HB20 é um bom produto mas o seu design o fará perder muitas vendas, se levarmos em conta recepção do público. Mas, assim como numa mesa de jogos, a Hyundai resolveu apostar suas fichas em algo completamente novo: pode perder tudo, mas também pode ‘quebrar a banca’.

 

https://youtu.be/xRayqswPGkY


  • Hyundai HB20 2020  – Tabela de Preços

Tabela HB20

HB20 1.0 Sense (Manual) – R$ 46.490
HB20 1.0 Vision (Manual) – R$ 48.990
HB20 1.0 Vision Bluemedia (Manual) – R$ 50.490
HB20 1.0 Evolution (Manual) – R$ 53.790
HB20 1.6 Vision (Manual) – R$ 57.990
HB20 1.6 Vision (AT6) – R$ 62.790
HB20 1.6 Launch Edition (AT6) – R$ 69.990
HB20 1.0 TGDI Evolution (AT6) – R$ 67.190
HB20 1.0 TGDI Diamond (AT6) – R$ 73.590
HB20 1.0 TGDI Diamond Plus (AT6) – R$ 77.990

Sedã
HB20S 1.0 Vision (Manual) – R$ 55.390
HB20S 1.0 Evolution (Manual) – R$ 58.390
HB20S 1.6 Vision (Manual) – R$ 62.590
HB20S 1.6 Vision (AT6) – R$ 67.390
HB20S 1.0 TGDI Evolution (AT6) – R$ 71.790
HB20S 1.0 TGDI Diamond (AT6) – R$ 76.890
HB20S 1.0 TGDI Diamond Plus (AT6) – R$ 81.290

Aventureiro
HB20X 1.6 Vision (Manual) – R$ 62.990
HB20X 1.6 Vision (AT6) – R$ 67.890
HB20X 1.6 Evolutioin (AT6) – R$ 69.890
HB20X 1.6 Diamond (AT6) – R$ 75.190
HB20X 1.6 Diamond Plus (AT6) – R$ 79.590

WhatsApp Image 2019-09-17 at 19.17.30

  • Hyundai HB20 2020 – Revisões

 

Plano de manutenção periódica HB20 1.0
10 mil km 20 mil km 30 mil km 40 mil km 50 mil km 60 mil km
R$ 201,48 R$ 459,67 R$ 446,92 R$ 602,94 R$ 419,65 R$ 596,02
Plano de manutenção periódica HB20 1.0 Turbo GDI
10 mil km 20 mil km 30 mil km 40 mil km 50 mil km 60 mil km
R$ 233,38 R$ 491,57 R$ 478,82 R$ 653,29 R$ 451,55 R$ 890,36
Plano de manutenção periódica HB20 1.6
10 mil km 20 mil km 30 mil km 40 mil km 50 mil km 60 mil km
R$ 227,18 R$ 485,37 R$ 472,62 R$ 647,09 R$ 445,35 R$ 621,72

 

  • Itens de série


HATCH HB20 2020
Sense 1.0
O Hyundai HB20 Sense vem equipado com rodas de aço de 14″; direção elétrica progressiva; ar-condicionado; vidros elétricos dianteiros; travas elétricas; banco do motorista com regulagem de altura e Rádio BlueAudio com conexão Bluetooth, com streaming de áudio e acesso a agenda e histórico de chamadas, MP3 player, conexões USB e auxiliar e comandos de áudio e Bluetooth no volante.

Vision 1.0
Já a versão 1.0 Vision conta com todos os itens da Sense e agrega rodas de aço de 15″; maçanetas e retrovisores pintados na cor da carroceria, alarme perimétrico; vidros elétricos traseiros; chave canivete com telecomando e retrovisores externos com regulagem elétrica e repetidores de seta.

Evolution 1.0
A versão 1.0 Evolution vem com todos os equipamentos da Vision e ganha lanteras Clear Vision, rodas de liga leve de 15″; painel de instrumentos com tela digital Supervision Cluster Evolution; controles de tração e estabilidade assistente de partida em rampa; sinaização de frenagem de emergência (ESS); ar-condicionado digital; abertura e fechamento os vidros pela chave; volante com regulagem de altura e profundidade, iluminação do porta-luvas; sensor de estacionamento traseiro; USB para carregamento rápido de celular e central multimídia BlueMedia com tela flutuante touchscreen de 8 polegadas, conectividade com smartphone Apple CarPlay e Google Android Auto, conexão Bluetooth com streaming de áudio, acesso a agenda e histórico de chamadas, MP3 player, conexões USB e auxiliar, comandos de áudio e Bluetooth no volante.

WhatsApp Image 2019-09-17 at 19.17.25

Vision 1.6
A versão Vision 1.6 conta com lanternas Clear Vision, rodas de aço com calotas de 15″, retrovisores e maçanetas na cor da carroceria; alarme perimétrico; vidros elétricos dianteiros; travas elétricas; chave canivete, USB para carregamento rápido de celular e central multimídia BlueMedia com tela flutuante touchscreen de 8 polegadas; conectividade com smartphone Apple CarPlay e Google Android Auto; conexão Bluetooth com streaming de áudio; acesso a agenda e histórico de chamadas, MP3 player; conexões USB e auxiliar; comandos de áudio e Bluetooth no volante.

Vision AT6
A Vision 1.6 do HB20 2020 com transmissão automática vem com todos os equipamentos da opção 1.6 manual e agrega controles de tração e estabilidade; assistente de partida em rampa; vidros elétricos traseiros e apoio de braço para motorista.

Launch Edition 1.6 AT6
A série especial 1.6 Launch Edition conta com todos equipamentos da Vision automática e agrega faróis com projetor e guia de LED; faróis de neblina com projetor; rodas de liga leve de 15″; maçanetas cromadas; painel de instrumentos com tela digital Supervision Cluster Evolution; aribags laterais;, câmera de ré; alarme volumétrico com senso de inclinação; ar-condicionado digital; vidros elétricos dianteiros e traseiros com funções one touch e antiesmagamento; abertura e fechamento dos vidros elétricos pela chave; retrovisores externos com rebatimento elétrico; apoio de braço deslizante no console central; chave presencial Smart Key; paritda por botão e USB para carregamento rápido.

Evolution 1.0 TGDI AT6
A versão 1.0 Evolution conta faróis com refletor e guia de LED, faróis de neblina com projetor, rodas de liga leve de 15″; retrovisores e maçanetas na cor da carroceria; painel de instrumentos com tela digital Supervision Cluster Evolution; controles de tração e estabilidade, assistente de partida em rampa, alarme perimétrico, ar-condicionado digital; vidros elétricos nas quatro portas; abertura e fechamento dos vidros pela chave; retrovisores externos com ajustes elétricos e repetidores de seta; sensor de estacionamento traseiro; piloto automático e limitador de velocidade e central multimídia BlueMedia com tela flutuante touchscreen de 8 polegadas; conectividade com smartphone Apple CarPlay e Google Android Auto; conexão Bluetooth com streaming de áudio; acesso a agenda e histórico de chamadas, MP3 player; conexões USB e auxiliar; comandos de áudio e Bluetooth no volante.

Diamond 1.0 TGDI
Vem com todos os itens da Evolution 1.0 TGDI e acrescenta airbags laterais; sistema de partida por botão; acendimento automático dos faróis; faróis com “projetor” e luz de posição em LED; aletas para trocas de marchas; retrovisor rebatível eletricamente; alarme com sensor de presença; câmera de ré; sistema start/stop; bancos traseiros bipartidos (1/3 e 2/3).

HB20 Diamond Plus 1.0 TGDI
Todos os equipamentos da Diamond 1.0 TGDI e agrega bancos revestidos em couro; sistema anticolisão (alerta e frenagem autônomo); alerta de mudança de faixa; sistema de monitoramento dos pneus.

HB20S-NOVAGERACAO-22

SEDÃ HB20S

 

HB20S Vision 1.0
Direção elétrica; ar-condicionado; controles de áudio e bluetooth no volante; vidros elétricos dianteiros; calotas de 15 polegadas; retrovisor elétrico; vidros elétricos nas 4 portas com “um toque”; chave canivete com comandos do alarme; porta-objetos com tampa; sistema multimída blueMedia (ou rádio) com tela sensível ao toque de 8 polegadas e Apple CarPlay.

HB20S Evolution 1.0
A Evolution conta com os mesmos itens da Vision 1.0 e agrega rodas de liga-leve de 15 polegadas; chave com comando de abertura ou fechamento de vidros; blueMedia com USB de carregamento rápido; ar-condicionado com display digital; painel de instrumentos com mostrador digital (conta-giros analógico); controles de estabilidade e tração; assistente de partida em rampa; sensor de estacionamento traseiro; volante com ajuste de altura e profundidade; grade dianteira com apliques cromados; faróis de neblina.

HB20S Vision 1.6 MT6
Todos os itens da Vision 1.0 + motor 1.6 16V e câmbio manual de seis marchas.

HB20S Vision 1.6 AT6
Vem com todos os equipamentos da Vision 1.6 MT6 e soma câmbio automático de seis marchas; controles de estabilidade e tração; assistente de partida em rampa; apoio de braço central; controle de velocidade de cruzeiro (piloto automático) e limitador de velocidade.

HB20S Evolution 1.0 TGDI
Vem com todos os equipamentos da Vision 1.6 AT6 + motor 1.0 turbo e injeção direta; rodas de liga-leve de 15 polegadas; ajuste de altura e profundidade do volante; 4 vidros elétricos com “um toque”; chave com comando de abertura ou fechamento de vidros; faróis de neblina; antena tipo barbatana; sensor de estacionamento traseiro; volante com ajuste de altura e profundidade; ar-condicionado com display digital; painel de instrumentos com mostrador digital (conta-giros analógico).

HB20S Diamond 1.0 TGDI
Já a versão Diamond conta com todos os itens da Evolution 1.0 TGDI + airbags laterais; sistema de partida por botão; acendimento automático dos faróis; faróis com “projetor” e luz de posição em LED; aletas para trocas de marchas; retrovisor rebatível eletricamente; alarme com sensor de presença; câmera de ré; sistema start/stop; bancos traseiros bipartidos (1/3 e 2/3).

Diamond Plus 1.0 TGDI
A versão topo de linha vem com todos os itens da Diamond 1.0 TGDI + bancos revestidos em couro; sistema anticolisão (alerta e frenagem autônomo); alerta de mudança de faixa; sistema de monitoramento dos pneus.

AVENTUREIRO HB20X 2020

Vision (Manual e AT6)
Na versão Vision (Manual e AT6), o HB20X vem equipado com faróis dianteiros com projetor; rodas de liga leve de 16″; retrovisores externos e maçanetas nas cores da carroceria; controles de tração e estabilidade; assistente de partida em rampa; sinalização de frenagem de emergência; alarme perimétrico; ar-condicionado; direção elétrica; vidros elétricos dianteiros (one touch – subida e descida) e traseiros; travas elétricas do porta-malas; chave canivete; retrovisores externos com ajustes elétricos e repetidores de seta; USB para carregamento rápido de celular central multimídia BlueMedia com tela flutuante touchscreen de 8 polegadas; conectividade com smartphone Apple CarPlay e Google Android Auto; conexão Bluetooth com streaming de áudio; acesso a agenda e histórico de chamadas, MP3 player; conexões USB e auxiliar; comandos de áudio e Bluetooth no volante.

Evolution 1.0 TGDI
A versão Evolution AT vem com todos os equipamentos da Vision e agrega Paainel de instrumentos com tela digital Supervision Cluster Evolution; maçanetas internas em preto brilhante; volante revestido em couro; ar-condicionado digital; Vidros elétricos dianteiros e traseiros com funções one touch (descida e subida) e antiesmagamento; abertura e fechamento do vidros pela chave; volante com regulagem de altura e profundidade e sensor de estacionamento traseiro.

HB20X-NOVA-GERACAO-01

Diamond
A HB20X Diamond vem com todos os equipamentos da Evoltuion mais faróis com refletor e guia de LED; maçanetas externas cromadas; airbags laterais; monitoramento da traseira via câmera; câmera de ré; alarme volumétrico com sensor de inclinação; retrovisores externos com rebatimento elétrico; acendimento automático dos faróis; chave presencial Smart Key; partida do motor por botão e sistema Stop & Go de parada e partida automática do motor.

Diamond Plus
A opção topo de linha vem com todos os equipamentos da Diamond e agrega sistema de alerta e frenagem autônomo; alerta de mudança de faixa e monitoramento de pressão dos pneus.

  • Consumo de combustível

 

Motor 1.0 MT (melhoria de até 7% no hatch e até 12% sedã)

HB20 PBE HB20S PBE
Km/l Cidade Estrada A Cidade Estrada B
Gasolina 12.8 14.6 12.8 14.7
Etanol 9.1 10.1 9.5 10.6

 

Motor 1.6 MT (melhoria de até 8% no hatch, até 10% sedã e até 4% no X)

HB20 PBE HB20S PBE HB20X PBE
Km/l Cidade Estrada B Cidade Estrada B Cidade Estrada  

—-

Gasolina 12.5 14.7 12.6 15.1 11.8 13.9
Etanol 8.6 10.3 8.5 10.5 8.3 9.6

 Motor 1.6 AT  (melhoria de até 16% no hatch e no sedã e 13% no X sem Stop & Go e 17% com Stop & Go)

HB20 PBE HB20S PBE HB20X PBE
Km/l Cidade Estrada C Cidade Estrada C Cidade Estrada  

 

Gasolina 11.5 13.9 11.5 14.9 10.9 (11.7) 12.9 (13.3)
Etanol 7.8 9.8 8.1 10.4 7.7 (8.1) 9.2 (9.3)

 

( * ) sistema Stop & Go de parada e partida automática do motor

WhatsApp Image 2019-09-17 at 19.17.30 

Motor 1.0 Turbo GDI AT (em relação ao 1.6 AT anterior, sem Stop & Go, melhoria de até 20% no hatch e até 19% no sedã. Com Stop & Go, melhoria de até 23% no hatch e até 26% no sedã)

HB20 PBE HB20S PBE
Km/l Cidade Estrada B Cidade Estrada B
Gasolina 11.8

(12.2)

14.2

(13.9)

12.1

(12.7)

15.3

(15.6)

Etanol 8.2

(8.6)

10.2

(10.3)

8.0

(8.8)

10.8

(11.0)

 

  • Cores

Sólida Branco Atlas, as metálicas Prata Brisk, Cinza Silk, Cinza Khaki, e as perolizadas Azul Sapphire, Verde Amazon e Vermelho Magic.

  • Garantia

A nova geração do HB20 tem cinco anos de garantia sem limite de quilometragem para veículos de uso particular. Nas aplicações comerciais, a garantia continua em cinco anos ou até atingir 100 mil quilômetros.

*Jornalista viajou à convite da Hyundai Motor Brasil

 

Nova geração tem visual inspirado no Hyundai Sonata.

Hyundai HB20 2020 é lançado com preços a partir de R$ 46,4 mil

Família de compactos da Hyundai está com visual totalmente renovado e ganha opção de motor 1.0 turbo de 120 cv

Nova geração tem visual inspirado no Hyundai Sonata.
Nova geração tem visual inspirado no Hyundai Sonata.

Por Thiago Ventura

Ilha de Comandatuba (BA) –
A nova geração da família HB20 foi lançada oficialmente  e chegará com preços a partir de R$ 46.490.  Além do visual, estreia um novo motor turbo com injeção direta com 120 cv. De uma só vez, a Hyundai revelou os novos HB20, o sedã HB20S e o aventureiro HB20X. As vendas começam em outubro.

A Hyundai ainda não revelou toda as versões, equipamentos e preços do HB20 2020. O  blog Veículos DomTotal / Carro Esporte Clube acompanha o lançamento e vai mostrar tudo para você!

Além do novo motor turbo, o  Hyundai HB20 manteve o motor aspirado 1.0 12v Flex que rende de 80 cv a 6.200 rpm e 10,2 mkgf de torque a 4.500 rpm com etanol no tanque. Já o propulsor 1.6 rende agora potência de 130 cv a 6.000 rpm e torque de 16,5 kgfm a 4.500 rpm com etanol no tanque. Com gasolina, a potência é de 123 cv a 6.000 rpm e torque de 16 kgfm a 4.500 rpm. Terá opção de câmbio manual ou automático de seis velocidades.

HB20-NOVA-GERACAO-10

O carro oferecerá itens como quatro airbags e itens tecnológicos como sistema de  alerta de frenagem autônomo, alerta de mudança de faixa e nova central multimídia com tela de 8″.

Na nova geração do HB20, o carro exibe silhueta com linhas de fortes e grade frontal bastante evidenciada. Os faróis e lanternas têm assinatura luminosa única e o novo desenho das rodas sugere movimento mesmo quando paradas. Outro detalhe é o conceito de teto flutuante, graças ao adesivo preto aplicado na coluna C.

 

Segundo a Hyundai, o HB20 cresceu 2 cm no comprimento, agora com 3,94 metros. A largura cresceu na mesma proporção e tem 1,70 m e a distância entre-eixos sobe de de 2,50 m para 2,53 m. Porta-malas segue com 300 litros de capacidade.

Já o HB20S cresceu 3 cm no comprimento, agora com 4,26 metros. A distância entre-eixos é amesma do hatch, enquanto o porta-malas passará de 450 litros para 475 l.

Hyndai-HB20-2020-carro-esporte-clube-2

Fique ligado em @carroesporteclube que vamos mostrar tudo para você!

*Jornalista viajou à convite da Hyundai Motor Brasil