Arquivo da categoria: Notícias

Toyota-é-condenada-na-Justiça-após-demorar-sete-meses-para-entregar-um-carro

Toyota é condenada por atrasar em 7 meses a entrega de carro

Moradora de Patos de Minas comprou o carro à vista para fazer tratamento de câncer, mas montadora japonesa demorou para entregar o veículo 

A Toyota do Brasil foi condenada a indenizar uma mulher por danos morais, em R$10 mil, e materiais, em R$ 1,6 mil, por ter demorado mais de sete meses para entregar o veículo que a consumidora havia adquirido. A decisão, da 20ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça de Minas Gerais, confirma quase integralmente a sentença da Comarca de Patos de Minas.

A cliente comprou um Corolla GLi em abril de 2016 e pretendia usar o carro para viajar 400km até o Hospital do Câncer de Barretos, aonde fazia tratamento. Ela pagou integralmente R$54.654,88 pelo carro, após conseguir isenção de IPI e ICMS devido doença. Porém, o carro só foi entregue em 24/11/2016.

Segundo a consumidora, o atraso causou-lhe muito mais que meros aborrecimentos. Ela disse ter sofrido uma enorme angústia e um sentimento de incerteza e frustração quanto ao cumprimento do contrato estabelecido entre as partes, tendo já quitado a parcela inicial.

A Toyota alegou que a demora na entrega do veículo não impediu que a mulher comparecesse aos seus compromissos e que não há comprovação no processo de que houve dificuldade de locomoção e agravamento da doença devido ao ocorrido. Completou, ainda, que meros aborrecimentos e chateações não são justificativas para indenização por danos morais.

Em primeira instância, a Toyota foi condenada em março de 2019 e recorreu ao TJMG, solicitando o cancelamento dos danos morais ou a redução do valor. Contudo, o recurso foi negado.

O relator, desembargador Fernando Caldeira Brant, afirmou que o fato causou à consumidora “muito mais que meros aborrecimentos, mas, com certeza, uma enorme angústia e um sentimento de incerteza e frustração quanto ao cumprimento da obrigação pela empresa, pelos quais merece ser indenizada”.

Para basear seu voto, o magistrado buscou outros processos semelhantes no TJMG. Brant lembrou voto do desembargador Newton Teixeira Carvalho ao decidir manter os R$ 10 mil de indenização à consumidora da Toyota. “A indenização, por danos morais, deve ter caráter reparatório, sem ensejar enriquecimento sem causa, representando, ao ofendido, uma compensação justa pelo sofrimento experimentado e, ao ofensor, um desestímulo à reiteração do ato lesivo”, escreveu Teixeira.

O magistrado reformou a sentença apenas para mudar a data da incidência dos juros sobre as indenizações por danos morais e materiais, que deve ser a partir da citação da empresa. O acórdão foi publicado em 07/04/2020. A Toyota ainda pode recorrer da decisão.

Sebastian-Vettel

Sebastian Vettel anuncia saída da Ferrari ao final da temporada 2020

Piloto alemão teve uma  péssima temporada em 2019 na Fórmula 1 com o brilho da nova estrela Charles Leclerc; Vettel pode ir para Renault ou McLaren

Sebastian-Vettel

A Scuderia Ferrari e Sebastian Vettel decidiram em conjunto não estender o contrato atual para além da data de vencimento atual do final da temporada de Fórmula 1 de 2020. Ou seja, o alemão deixa a Ferrari na próxima temporada: “Meu relacionamento com a Scuderia Ferrari terminará no final de 2020. Para obter os melhores resultados possíveis neste esporte, é vital que todas as partes trabalhem em perfeita harmonia. Eu e a equipe percebemos que não há mais um desejo comum de permanecer juntos ao final desta temporada. Questões financeiras não tiveram parte nesta decisão conjunta. Essa não é a forma que considero certa para fazer boas escolhas e nunca será”, disse o piloto em comunicado. “O que está acontecendo nos últimos meses levou muitos de nós a refletir sobre quais são nossas verdadeiras prioridades na vida. É preciso usar a imaginação e adotar uma nova abordagem para uma situação que mudou. Eu mesmo reservarei o tempo necessário para refletir sobre o que realmente importa quando se trata do meu futuro”, completa.

O diretor da equipe, Mattia Binotto, lamentou a decisão e agradeceu o trabalho de Vettel na equipe até o momento. “Não foi uma decisão fácil, considerando o valor de Sebastian como piloto e como pessoa. Não havia nenhuma razão específica que levou a essa decisão, além da crença comum e amigável de que chegara a hora de seguirmos caminhos separados para alcançar nossos objetivos”, declarou.

Vettel acumula 14 vitórias em Grandes Prêmios, tornando-o o terceiro piloto mais bem-sucedido da Ferrari, além do que mais pontuou. Em cinco anos, o alemão ficou três vezes no terceiro lugar no mundial de pilotos.

A temporada de 2019 foi a pior de Vettel pela Ferrari, ao ter encerrado a temporada com a quinta posição e atrás do companheiro de equipe, o monegasco Charles Leclerc. Os dois, inclusive, tiveram uma série de desentendimentos ao longo do ano. Um dos momentos mais tensos foi a batida entre ambos durante o GP do Brasil, quando ambos abandonaram a prova.

Aos 32 anos, Vettel já passou pelas equipes BMW Sauber, Toro Rosso e Red Bull, pela qual faturou quatro títulos. Chegou à Ferrari em 2015 para substituir Fernando Alonso contratado a peso de ouro. Porém, não conseguiu o sonhado quinto título pela escuderia italiana.

Vettel deve procurar uma nova equipe a partir de 2021 e  Renault e McLaren já sinalizaram interesse no piloto. Charles Leclerc, por sua vez, pode ter a companhia de Daniel Ricciardo, da Renault, ou Carlos Sainz, da McLaren.

E agora? Para qual equipe vai? E quem será o seu substituto?

NOVOS-MOTORES-TURBO-DA-FIAT-E-PROJETO-363

Fiat e Jeep começam a fabricar motores turbo em outubro e Projeto 363 chega em 2021

Fiat Chrysler Automóveis (FCA) terá motores 1.0 e 1.3 turbinados para toda a gama; ‘SUV do Argo’ chega no primeiro trimestre do próximo ano

Entre as novidades, inédito motor 1.0 T da FCA vai equipar linha Fiat

Por Thiago Ventura

A crise do novo coronavírus atrasou mas não cancelou os planos de investimentos da Fiat Chrysler Automóveis (FCA). Em informação que divulgamos em primeira mão, o grupo ítalo-americano confirmou que os novos motores turbinados  começam a ser montados em outubro deste ano em Betim (MG). Além disso, o esperado SUV derivado do Argo (projeto 363) chega no primeiro semestre de 2021.

As informações foram confirmadas pelo assessor-técnico da FCA, Ricardo Dilser, durante uma live. Os novos motores serão utilizados em toda  a gama Fiat e Jeep. A saber, são 1.0 três cilindros e 1.3 quatro cilindros turbinados.

A nova gama de motores 1.0 (três cilindros – T3) e 1.3 (quatro cilindros – T4) GSE turbo da Fiat Chrysler Automóveis (FCA) virá acoplada com transmissão automática continuamente variável (CVT). Ainda não há informação oficial sobre a potência dos novos motores. Aposta dos nossos amigos do @AutosSegredos é que o 1.0 T será na casa dos 130 cv enquanto o 1.3T por volta de 180 cv.

LEIA TAMBÉM:

goiana

Crise do coronavirus: FCA tem prejuízo de 1,7 bilhão de euros

Na América Latina, as vendas somaram 106 mil unidades no período, com queda de 12%, principalmente devido à suspensão temporária da produção no Brasil 

goiana

A Fiat Chrysler Automobiles (FCA) anunciou nessa terça-feira os resultados do primeiro trimestre de 2020, que refletem os impactos da pandemia da Covid-19 sobre os negócios globais. A empresa reporta vendas de € 20,6 bilhões no período, o que representa uma retração de 16% em relação ao mesmo período do ano anterior.

Foram comercializadas 818 mil unidades, com queda de 21% em relação ao primeiro trimestre de 2019. Foram registradas perda líquida de operações contínuas de € 1,7 bilhão e perda líquida ajustada de € 500 milhões. Apesar do impacto significativo da pandemia sobre a economia e os negócios, a FCA entregou um EBIT ajustado positivo de € 52 milhões.

As fábricas do grupo no mundo suspenderam a produção em momentos adequados e indicados para preservar a integridade e saúde dos trabalhadores em cada região. A empresa também se concentrou fortemente no apoio ao enfrentamento à Covid-19, colaborando com as autoridades e comunidades com a instalação de hospitais de campanha, reforma de ventiladores pulmonares, produção e doação de equipamentos, dentre outros.

Na América Latina, as vendas somaram 106 mil unidades no período, com queda de 12%, principalmente devido à suspensão temporária da produção no Brasil a partir de 23 de março. A receita líquida caiu 32%, para € 1,32 bilhão, principalmente devido à menor comercialização, bem como impactos a negativos de câmbio devido ao enfraquecimento do real.

Apesar dos prejuízos globais, a FCA e o Groupe PSA permanecem comprometidos com a fusão 50/50. A previsão é de as empresas concluam a transação até o final deste ano ou no início de 2021.

BRASIL

A  crise do coronavírus adiou os planos da FCA para o Brasil. Previstos para serem lançados neste ano, a nova geração do 500 elétrico (foto) e as versões híbridas de Jeep Renegade e Compass foram adiadas para 2021. Para o próximo ano, também teremos o projeto 363, o ‘SUV do Argo’ e outros dois SUVs novos, um da Fiat e outro da Fiat. E os motores turbo, conforme falamos em primeira mão, começam fabricados em outubro deste ano.

Fiat Strada Volcano CD 2021 - Carro Esporte Clube (8)

Fiat Strada 2021: picape ganha evolução no design para manter a liderança

Devido ao coronavírus, início das vendas da picape compacta fica para o segundo semestre. Fiat Strada 2021 agora tem cabine dupla de  quatro portas

Fiat Strada Volcano CD 2021 - Carro Esporte Clube (16)

Com lançamento adiado para o segundo semestre, a Fiat revelou finalmente todas as imagens da nova geração da Strada, o veículo comercial leve mais vendido no Brasil. A linha 2021 do modelo é completamente nova, a maior evolução de design desde que foi lançada em 1996. A aposta da Fiat Chrysler Automóveis (FCA) é que as mudanças mantenham a Strada na liderança do segmento.

Uma das grandes novidades é que a  Fiat Strada 2021 agora possui carroceria cabine dupla (CD) com quatro portas, opção inédita no mundo entre as picapes compactas.  Já a versão cabine simples (CS)  agora possui a maior capacidade de carga do segmento, que saltou para 720 kg, numa caçamba que acomoda 1354 litros. A Strada CD por sua vez tem capacidade de carga de 650 kg e 844 litros.

Fiat Strada Volcano CD 2021 - Carro Esporte Clube (12)

 

O modelo é revelado inicialmente nas versões Endurance (CS e CD), Freedom  (CS e CD) e Volcano CD. Futuramente, também será oferecida na versão mais simples Working.  A Fiat anuncia opção dos motores 1.4 EVO de 85/88 cv ou o 1.3 FireFly de 101/109 cv, sempre com câmbio manual de cinco marchas. Futuramente, as versões Freedom CD e Volcano CD terão opção de transmissão automática do tipo CVT.

O modelo apresenta faróis em LED e quatro airbags de série na configuração cabine dupla, além de E-Locker – Controle de Tração Avançado (TC+), controle de estabilidade e assistente de partida em rampa em todas as versões na nova picape.

Fiat Strada Volcano CD 2021 - Carro Esporte Clube (11)

 

Fiat Strada Volcano CD 2021 - Carro Esporte Clube (10)

Fiat Strada 2021: versões

  • Strada Working CS 1.4 Fire (Manual)
  • Strada Endurance CS 1.4 Fire (Manual)
  • Strada Endurance CD 1.4 Fire (Manual)
  • Strada Freedom CS 1.3 Firefly (Manual)
  • Strada Freedom CD 1.3 Firefly (Manual)
  • Strada Volcano CD 1.3 Firefly (Manual)

Fiat Strada Volcano CD 2021 - Carro Esporte Clube (7)

 

A marca lançou um hotsite para o futuro lançamento. Os clientes que tiverem interesse em receber mais informações sobre a Nova Strada poderão se cadastrar no site para, periodicamente, receber novidades do modelo. Eles poderão ser os primeiros a reservá-la para compra nos próximos meses.

Duas décadas de liderança 

A liderança absoluta da Fiat entre as picapes compactas por duas décadas no Brasil . No decorrer de seus 22 anos de trajetória, o modelo foi o responsável por diversas inovações no segmento. Em 2014, completou mais de 1 milhão de unidades comercializadas.

Entre em muitas novidades que passaram pela linha estavam a cabine estendida em 1999, a versão Adventure em 2002, o bloqueio eletrônico do diferencial Locker em 2008, a cabine dupla em 2009 e a terceira porta na cabine dupla em 2013.

fiat-strada-volcano-2021-11

Fiat Strada Volcano CD 2021 - Carro Esporte Clube (15)

Fiat Strada Volcano CD 2021 - Carro Esporte Clube (8)

Fiat Strada Volcano CD 2021 - Carro Esporte Clube (7)

 

Fiat Strada Volcano CD 2021 - Carro Esporte Clube (3)

 

Fiat Strada Volcano CD 2021 - Carro Esporte Clube (2)

 

Fiat Strada Volcano CD 2021 - Carro Esporte Clube (1)

 

Fiat Strada Volcano CD 2021 - Carro Esporte Clube (5)

 

Fiat Strada Volcano CD 2021 - Carro Esporte Clube (16)

 

Fiat Strada Volcano CD 2021 - Carro Esporte Clube (6)

 

Fiat Strada Volcano CD 2021 - Carro Esporte Clube (4)

Ford Ranger Storm 2020 - Carro Esporte Clube (6)

Ford Ranger Storm chega ao mercado por R$150,9 mil

Versão intermediária oferece acabamento exclusivo com motor turbodiesel, tração 4×4 e câmbio automático

Ford Ranger Storm 2020 - Carro Esporte Clube (6)

Em meio à tempestade do coronavírus, a marca americana resolveu lançar no Brasil a versão Storm da Ranger. A grade dianteira com o nome Storm em destaque é a assinatura da nova picape, personalizada também com faixas no capô e nas laterais, alargadores de paralamas, estribos, rodas e santantônio exclusivo, todos na cor preta. O modelo conta ainda com dois acessórios especiais – snorkel e capota marítima. Esses dois itens serão dados como cortesia aos 60 primeiros compradores da picape.

A Ranger Storm vem equipada com tração 4×4, transmissão automática,  diferencial traseiro blocante e motor Duratorq 3.2 turbodiesel de cinco cilindros das versões de topo XLT e Limited, com potência de 200 cv e torque de 47,9 kgf.m.

Ford Ranger Storm 2020 - Carro Esporte Clube (1)

Entre os itens de segurança, vem com o sistema “AdvanceTrac”, que inclui controle eletrônico de estabilidade e tração, assistente de partida em rampa, controle automático de descida, controle de oscilação de reboque, assistência de frenagem de emergência e luzes de emergência em frenagens bruscas. Um outro sistema é o de anticapotamento e controle adaptativo de carga.

Ford Ranger Storm 2020 - Carro Esporte Clube (2)

Com preço sugerido de R$150.990, a Ford Ranger Storm tem entre equipamentos de série direção elétrica, ar-condicionado digital de duas zonas, central multimídia SYNC 3 com tela de 8 polegadas, painel configurável com duas telas de 4,2 polegadas, faróis de neblina, sete airbags, câmera de ré e rodas de liga leve de 17 polegadas.

A Ranger Storm vem com cinco anos de garantia e oferece também as três primeiras revisões, com preço fixo que  somam R$ 2.747. Através do Programa Seguros Ford oferece uma apólice calculada em 3,1% do valor do veículo.

Ford Ranger Storm 2020 - Carro Esporte Clube (8)

Ela é disponível em sete cores: as sólidas vermelho Bari e branco Ártico, a metálica prata Geada e as perolizadas azul Belize, vermelho Toscana, cinza Moscou e preto Gales, sempre combinadas com acessórios na cor preta.
Ford Ranger Storm 2020 - Carro Esporte Clube (7)

Ficha Técnica:  Ford Ranger Storm 2021

Motor

Modelo:………………………………….. Ford 3.2 Duratorq TDCi

Posição:…………………………………. Dianteira, longitudinal

Combustível:………………………….. Diesel

Nº de cilindros/ válvulas:……….. 5 em linha/ 20

Diâm. cil. x curso pistão (mm):.. 89,90 x 100,76

Cilindrada (cm³):…………………….. 3.198

Relação de compressão………… 15,5:1

Alimentação:………………………….. Bomba elétrica de alta pressão

Tração……………………………………. 4×4

Potência máxima (cv):……………. 200 @ 3.000 rpm

Torque máximo (kgfm):………….. 47,9 @ 1.750–2.500 rpm

Transmissão Automática

Modelo:………………………………….. Ford 6R80

Tipo:………………………………………. Automática, com 6 velocidades à frente e

uma à ré

Relações de marcha:

1ª…………………………………………… 4,171:1

2ª…………………………………………… 2,342:1

3ª…………………………………………… 1,521:1

4ª…………………………………………… 1,143:1

5ª…………………………………………… 0,867:1

6ª ………………………………………….. 0,691:1

Ré………………………………………….. 3,400:1

Relação do diferencial:………….. 3,73:1

Rel. máx. conversor torque:…… 1,7:1

Tração:………………………………….. 4×4 com “Shift on the Fly” (4×2, 4×4 High e 4×4

Low) e diferencial traseiro blocante

Freios           

Serviço:…………………………………… Hidráulico a vácuo, duplo circuito, disco

ventilado na dianteira e tambor na traseira com

sistema ABS nas quatro rodas, EBD e ESP

Estacionamento:…………………….. Mecânico acionado por cabo de aço, com

tambores e sapatas nas rodas traseiras

 

Direção:………………………………… Eletricamente assistida (EPAS)

Suspensão

Dianteira:……………………………….. Independente, com molas helicoidais e

barra estabilizadora

Traseira:…………………………………. Eixo rígido com feixe de molas longitudinais

Rodas:…………………………………… Liga leve 17”

Pneus:…………………………………… Especiais Pirelli Scorpion AT Plus 265/65 R17

 

Circuito elétrico

Alternador:……………………………… 110 A

Bateria:…………………………………… 12 V – 60 Ah

Dimensões (mm)

Comprimento total:………………………………………………. 5.354

Largura total com espelhos:………………………………… 2.163

Largura total com espelhos dobrados:………………… 1.977

Altura em ordem de marcha:……………………………….. 1.821

Entreeixos:………………………………………………………….. 3.220

Bitola dianteira:…………………………………………………… 1.560

Bitola traseira:……………………………………………………… 1.560

Altura livre do solo:……………………………………………… 232

Ângulo de entrada (graus)…………………………………… 28

Ângulo de saída (graus)………………………………………. 27

 

Caçamba (mm)

Comprimento:………………………………………………………. 1.549

Largura:………………………………………………………………. 1.560

Largura entre caixas de rodas:……………………………. 1.139

Altura:………………………………………………………………….. 511

Volume (L):………………………………………………………….. 1.180

Pesos (kg)

Em ordem de marcha:…………………………………………. 2.230

Capacidade de carga:…………………………………………. 1.040

Peso Bruto Total:…………………………………………………. 3.270

Cap. Máxima Tração:………………………………………….. 5.950

Tanque de combustível (L):…………………………………. 80

Garantia…………………………………. 60 meses sem limite de quilometragem

Ford Ranger Storm 2020 - Carro Esporte Clube (4) Ford Ranger Storm 2020 - Carro Esporte Clube (3) Ford Ranger Storm 2020 - Carro Esporte Clube (5)

 

 

 

Ford-Ka-coronavirus

Ford suspende financiamento para ajudar na crise do coronavírus

Marca americana resolveu fazer a parte dela para ajudar na crise e anuncia ação emergencial para os clientes que financiaram a compra de um veículo pela Ford Credit. A Ford oferece a possibilidade de transferir para o final do contrato até três parcelas do financiamento com vencimento a partir do dia 31 de março.

Para estar apto a essa condição, válida tanto para pessoas físicas como pessoas jurídicas, não é necessário fazer nenhum tipo de comprovação relacionada à saúde ou renda, basta estar em dia com os pagamentos. Os clientes que desejarem aderir devem entrar em contato com a Central de Atendimento da Ford Credit pelos telefones 4004-4581 (capitais e regiões metropolitanas) ou 0800 722-4581 (demais localidades) e manifestar a sua intenção. Feito isso, o cliente receberá uma proposta de renegociação de seu financiamento. Os pagamentos adiados terão correção feita com base em juros de mercado e diluída nas prestações do contrato.

Produção parada

A Ford suspendeu temporariamente a produção em suas fábricas no Brasil – Camaçari (BA), Taubaté (SP) e na unidade da Troller em Horizonte (CE) – e na fábrica de Pacheco, na Argentina, em resposta ao impacto do coronavírus (COVID-19) na América do Sul. A medida entrou em vigor no Brasil em 23 de março e na Argentina no dia 25 de março.

Além de manter os funcionários em segurança e ajudar a limitar a propagação do vírus ajusta os volumes de produção à redução na demanda dos consumidores gerada por essa situação sem precedentes.
sponder

REDBULL-combate-coronavirus-foto-divulgacao-AP-22BVSYS992111_hires_jpeg_24bit_rgb

Tecnologia da F1 pode ajudar no combate ao coronavírus

Quatro equipes concordaram em fornecer tecnologia para ajudar vítimas do Covid-19. Família dona da Ferrari doa 10 milhões de euros para combater o coronavírus

Equipes podem fornecer tecnologia avançada para auxilar no combate ao coronavírus. foto: Mark Thompson/Divulgação

Com o campeonato suspenso devido à pandemia do coronavírus, as equipes de Fórmula 1 podem ajudar no combate ao covid-19. Pelo menos quatro equipes Mercedes-AMG, Red Bull Racing, McLaren e Williams devem fornecer tecnologia e engenharia no combate ao coronavírus. A informação é do site ‘Race Fans’.

Segundo a publicação, as escuderias responderam positivamente ao pedido de ajuda feito por governos, durante teleconferência realizada nesta semana. O objetivo da colaboração é desenvolver e fornecer ventiladores mecânicos, essenciais nos casos graves do coronavírus.

Como as quatro primeiras etapas do campeonato de F1 já foram adiadas, as equipes contam com instalações e engenharia avançada para ajudar no esforço mundial contra o coronavírus.  Consultamos os sites de imprensa da das quatro equipes, mas não há confirmação de forma oficial da iniciativa.

Ferrari faz doação 

Em outra frente, a família Agnelli, que controla a scuderia Ferrari Formula 1,  bem como a Fiat Chrysler Automobiles (FCA) e o clube de futebol da Juventus, revelou que fará uma doação de 10 milhões de euros ao Departamento de Proteção Civil da Itália e a uma organização de assistência social chamado Specchio dei Tempi / La Stampa, para ajudar as autoridades a lidar com as necessidades sociais e de saúde na cidade de Turim e na região de Piemonte, à medida que o vírus continua a se espalhar.

As empresas da família também adquiriram e adquiriram um total de 150 ventiladores, juntamente com outros equipamentos médicos de vários fornecedores estrangeiros, e estão se preparando para o transporte aéreo imediato para a Itália, a fim de ajudar a aliviar o fardo dos serviços de saúde.

Modelo é concorrente de Honda HR-V, Jeep Renegade e Nissan Kicks

Chevrolet Tracker 2021 chega às lojas com motores turbo e novo design. Saiba os preços, equipamentos e versões

SUV compacto é aposta da GM ampliar vendas nos segmento. Tracker 2021 oferece seis airbags e motor turbo em todas as versões

Modelo é concorrente de Honda HR-V, Jeep Renegade e Nissan Kicks
Modelo é concorrente de Honda HR-V, Jeep Renegade e Nissan Kicks

 

 

Por Thiago Ventura

Já está nas lojas do Brasil a nova geração do Chevrolet Tracker, que chegou antes mesmo do lançamento. Devido à pandemia do coronavírus, o evento foi cancelado e GM liberou as vendas do carro em sua rede de concessionários. O modelo chega em cinco versões e uma opção para PCD (pessoa com deficiência).

O Tracker 2021 é um projeto chinês, mas fabricado no Brasil, enquanto o anterior era importado do México.  O carro está com design completamente renovado, tanto na parte externa como interna, alinhados com o novo estilo da GM. Com tais mudanças, a expectativa da marca americana é que o carro consiga fazer frente aos concorrentes, como o Honda HR-V, Jeep Renegade, Nissan Kicks ou o Volkswagen T-Cross dentre vários outros.

Chevrolet Tracker 2021 foto Thiago Ventura - Carro Esporte Clube (7)

O Tracker 2021 terá opções de motores três cilindros 1.0 e 1.2 Turbo. O menor, mesmo utilizado pelo Onix, tem 116 cv (E/G) a 5.500 rpm não importando se é etanol ou gasolina. Já o torque é de 159 Nm a 2.000 rpm gasolina e de 164 Nm .

Já o 1.2 rende de 133 (E) / 132 (G) cv a 5.500 rpm e torque de 209 Nm (E) e 190 Nm (G) a 2.000 rpm. O motor 1.2 só é vendido com transmissão automática de seis marchas; o 1.0 tem opção manual de seis velocidades.

Chevrolet Tracker 2021 foto Thiago Ventura - Carro Esporte Clube (9)

De série em todas as versões, o carro vem com seis airbags (duplo frontal, duplo lateral, duplo de cortina), controle eletrônico de estabilidade e tração, assistente de partida em rampa. Tem ainda cintos de segurança de três pontos para todos os ocupantes, apoios de cabeça em todas as posições, Isofix para cadeirinhas infantis.

Na versão topo de linha, Premier 1.2, essa das fotos, agrega itens como alerta de colisão, faróis dianteiros em LED com luz auxiliar de manobras, frenagem automática de emergência, indicador de distância do veículo da frente e sistema de monitoramento de pressão dos pneus. O Tracker Premier 2021 vem ainda com teto solar panorâmico de série.

Chevrolet Tracker 2021 foto Thiago Ventura - Carro Esporte Clube (3)

Nesta nova geração, o carro mede 4,27 metros de comprimento, 1,79 m de largura, 1,64 m de altura e 2,57 m de entre-eixos. O porta-malas tem capacidade para 393 litros.

TABELA DE PREÇOS
Tracker Turbo (Automático) PCD – R$ 70.000
Tracker 1.0 Turbo (MT) – R$ 82.000
Tracker LT 1.0 Turbo (AT) – R$ 89.900
Tracker 1.2 Turbo (AT) – R$ 90.500
Tracker LTZ 1.2 Turbo (AT) – R$ 99.900
Tracker Premier 1.2 Turbo (AT) – R$ 112.000

Itens de série do Tracker 2021
Tracker 1.0 Turbo Manual
Na versão de entrada, o Tracker 1.0 Turbo com câmbio manual vem equipado com alarme anti-furto, luzes de condução diurna em LED, regulagem de altura dos faróis, grade frontal em prata, maçanetas e retrovisores sem pintura, rack de teto, roda de alumínio de 16″, ar-condicionado, chave canivete, coluna de direção regulável em altura e profundidade, computador de bordo, descansa braço, volante com comandos de rádio e telefone, direção elétrica, retrovisores externos com ajustes elétricos, indicador de troca de marcha, painel de instrumentos em TFT de 3,5″, sensor de estacionamento traseiro, vidros elétricos nas quatro portas, banco do motorista com regulagem de altura, banco traseiro bi-partido, entre outros itens .

O  sistema de WiFi nativo é de série em todas as versões com custo extra depois do período de degustação.

 

Chevrolet Tracker 2021 foto Thiago Ventura - Carro Esporte Clube (8)

Tracker 1.0 Turbo LT AT6
A versão LT automática (seis velocidades) vem com todos os equipamentos da opção 1.0 Turbo e agrega adesivo de coluna na cor preta, grade frontal com detalhes cromados, maçanetas a retrovisores na cor da carroceria, rack de teto na cor prata, câmera de ré, chave com sensor de aproximação, sistema de abertura das portas e alarme antifurto por meio de sensor de aproximação chave (Easy Entry), partida sem chave e sistema Stop/Start (desligamento e partida do motor automático em paradas do veículo).
Tracker 1.2 Turbo AT6
A versão 1.2 Turbo agrega o motor mais forte e câmbio automático de seis velocidades. De resto ela conta com o mesmo visual e itens de série do Tracker 1.0 Turbo manual.

Tracker 1.2 Turbo AT6 LTZ
Já versão LTZ 1.2 Turbo vem com todos os equipamentos da 1.0 LT e agrega alerta de ponto cego, roda de alumínio de 17″, volante com revestimento premium, acendimento automático dos faróis e sensor de chuva com ajuste automático de intensidade.
Tracker 1.2 Turbo AT6 Premier
A versão topo de linhas do Tracker vem com todos os equipamentos da LTZ e acrescenta alerta de colisão, faróis dianteiros em LED com luz auxiliar de manobras, frenagem automática de emergência em baixa velocidade, indicador de distância do veículo da frente, sistema de monitoramento de pressão dos pneus, friso cromado no contorno inferior das portas, lanterna traseira em LED, maçanetas externas cromadas, detalhes em prata nos para-choques, roda de 17″ com desenho exclusivo da versão, ar-condicionado digital, carregador wireless, descansa braço traseiro com porta-copos, sistema de estacionamento automático, repetidores de seta nos retrovisores e painel de instrumentos de 3,5″ em TFT colorido. Ainda fazem parte sensores de estacionamento dianteiro e traseiro, teto solar elétrico panorâmico, bancos com revestimento premium nas cores Preto (Jet Black) e Azul (Captain Blue).

Chevrolet Tracker 2021 foto Thiago Ventura - Carro Esporte Clube (11) Chevrolet Tracker 2021 foto Thiago Ventura - Carro Esporte Clube (9) Chevrolet Tracker 2021 foto Thiago Ventura - Carro Esporte Clube (8) Chevrolet Tracker 2021 foto Thiago Ventura - Carro Esporte Clube (7) Chevrolet Tracker 2021 foto Thiago Ventura - Carro Esporte Clube (6) Chevrolet Tracker 2021 foto Thiago Ventura - Carro Esporte Clube (5) Chevrolet Tracker 2021 foto Thiago Ventura - Carro Esporte Clube (4) Chevrolet Tracker 2021 foto Thiago Ventura - Carro Esporte Clube (3)

Modelo é concorrente de Honda HR-V, Jeep Renegade e Nissan Kicks
Modelo é concorrente de Honda HR-V, Jeep Renegade e Nissan Kicks

Chevrolet Tracker 2021 foto Thiago Ventura - Carro Esporte Clube (1)

Fiat Strada 2021: marca italiana revela traseira da nova geração da picape

Líder entre os veículos utilitários leves, nova Fiat Strada faz jus ao apelido de ‘mini-Toro’

Fiat-Strada-2021-traseira

Marca italiana revelou nesta segunda a primeira imagem da traseira da sua nova picape compacta. A Strada 2021 exibe um conjunto de lanternas muito semelhante à irmã maior Fiat Toro,  sensor de estacionamento de quatro pontos, santantônio e barras de proteção na janela.  O modelo é um dos mais importantes lançamentos da Fiat Chrysler Automobiles (FCA) nos últimos tempos e chega em abril.

A tampa da caçamba, porém, abre na forma convencional e não é bipartida como na Toro. Além disso, o modelo mantém o freio traseiro do tipo tambor, enquanto a rival Volkswagen Saveiro possui a disco nas quatro rodas.

Fiat-Strada-2021

A FCA deposita muitas fichas no veículo. Para ter ideia da importância do produto, trata-se de veículo comercial leve mais vendido do país. Em 2019, segundo números da Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave), foram 76.233 emplacamentos. Neste ano, não foi diferentes e fechou janeiro com 5.412 unidades vendidas, líder do segmento.

O modelo é completamente novo, criado a partir da mesma plataforma do Fiat Mobi, com  identidade própria, mas com elementos de Argo e Toro. Aliás, já tem ganhado o apelido de ‘mini-Toro’ ou mesmo jocosamente de ‘Bezerro’ entre os entusiastas.

Fiat-Strada-2021-lateral-

 

 

Pela primeira vez, a Strada terá uma versão cabine dupla com quatro portas e capacidade para cinco passageiros. Não haverá opção de cabine estendida, mas a cabine simples ganhou um pequeno espaço atrás do banco.  Além disso, o modelo oferecerá assinatura luminosa de LED nas versões mais caras. Outra novidade em design, ao invés do logo completo, será o logotipo textual  ‘FIAT’ na dianteira, estratégia semelhante utilizada em picapes da Ford e SUVs da Land Rover.

 

Segundo o jornalista Marlos Ney Vidal, do site Autos Segredos, a picape será vendida com opção de motores  1.3 FireFly e 1.4 EVO. Nós apostamos na permanência da oferta do 1.8 eTor.Q nas versões topo de linha até a chegada do bloco 1.3 turbo.

Pelo que apurou o AutosSegredos, a Strada 2021 será ofertada nas versões Working, Endurance, Freedom e Volcano. A atual geração ainda permanecerá em vendas por alguns meses com opção básica ‘pé-de boi’ para empresas.

 

RHF_9180

Histórico

Lançada em 24 de outubro de 1998, a Fiat Strada se tornou sucesso de vendas rapidamente graças à sua robustez e versatilidade para ser usada no dia a dia tanto para o transporte de cargas, quanto para passeios em família.

Quando chegou, derivada do Palio, era oferecida em três versões: Working 1.5, Trekking 1.6 8V e LX 1.6 16V.  Ganhou diversas outras versões, em especial a Adventure que a alçou para um consumidor interessado numa picape completa e boa oferta de itens de série.

Linha do tempo

1998: A Fiat Strada é lançada em três versões: Working 1.5 (76cv), Trekking 1.6 8V (92cv) e a topo de linha LX 1.6 16V (106cv).

1999: Chega a versão com Cabine Estendida, inédita no segmento e um marco em termos de diferenciação graças à maior praticidade de poder levar malas ou objetos maiores no interior do veículo, mantendo ainda um bom volume na caçamba.

2000: A picape Strada se torna líder de mercado pela primeira vez.

2001: Série especial MTV.

2002: Primeira reestilização e chegada da versão Adventure e do motor 1.8 8v em substituição ao 1.6 16v.

2004: Segunda reestilização. Recebeu novo interior, nova carroceria, novos conteúdos e um motor mais potente, o 1.8 8V Flex.

2006: Série especial Try On Adventure.

2007: Série Original Adventure.

2008: Terceira reestilização que deu ao modelo aspecto mais robusto, especialmente na versão Adventure, que trazia o bloqueio eletrônico do diferencial Locker.

2009: Melhoria no motor Fire 1.4 que passa a ter 85/86 cv. A Fiat inovou mais uma vez e lançou a primeira e única picape compacta com cabine dupla do Brasil.

2010: Motor Etorq 1.8 16v substitui o 1.8 8v. Versão Sporting com motor Etorq 1.8 16v.

2011: Câmbio automatizado Dualogic chega na versão Adventure cabine dupla.

 

imagem (1)

2012: Chega a quarta reestilização com novo design frontal, acabamento interno e diversos conteúdos. Versão Trekking com motor Etorq 1.6 16v e cabine dupla disponível em todas as versões.

2013: Série especial Mangalarga Marchador. Reestilizacão da parte traseira (novas lanternas e

caçamba mais alta) e inova outra vez com a terceira porta na cabine dupla.

2014: Linha 2015 com pacote Dark nas versões Trekking e Adventure.

2014: Versões Hard Working 1.4. Strada alcança 1 milhão de unidades vendidas no Brasil.

2015: Série Adventure Extreme com central multimídia.

2016: Novas versões são lançadas: Working Plus 1.4 Flex (cabine simples), Hard Working 1.4 Flex (cabines simples, estendida e dupla) e Adventure 1.8 16V Flex Dualogic (cabine dupla).

2018: Freedom 1.4 Cabine Dupla é nova versão da Fiat Strada para linha 2019.

2020: Lançamento da segunda geraçã