Arquivo da tag: Carlos Ghosn

Carlos Ghosn é CEO da Aliança Global Renault-Nissan e Mitsubishi

Preso por crime fiscal, Renault mantém brasileiro Carlos Ghosn como CEO

Marca francesa já ensaia substituição de executivo suspeito de ocultar valores e utilizar ativos da Nissan em benefício próprio

Carlos Ghosn é CEO da Aliança Global Renault-Nissan e Mitsubishi
Carlos Ghosn é CEO da Aliança Global Renault-Nissan e Mitsubishi

Por Thiago Ventura

Preso por crimes fiscais no Japão, o executivo franco-brasileiro Carlos Ghosn permanece presidente e CEO do Groupe Renault. Foi o que decidiu o Conselho de Administração da Renault, durante reunião nessa terça (20). Havia a expectativa que ele fosse demitido de imediato.

Apesar disso, o conselho indicou Thierry Bolloré como Vice-Presidente Executivo, assumindo os mesmos poderes que Carlos Ghosn. Durante este período, o Conselho se reunirá regularmente para proteger os interesses da Renault e a sustentabilidade da Aliança com a Nissan e a Mitsubishi.

A Diretoria da Renault decidiu solicitar à Nissan, com base nos princípios de transparência, confiança e respeito mútuo estabelecidos na Carta da Aliança, mais informações sobre o andamento das investigações contra contra Ghosn.

Investigação feita no Japão  aponta que Ghosn e um diretor reportaram valores de compensação nos relatórios da Bolsa de Valores de Tóquio menores do que os reais. Ou seja, eles maquiavam os salários junto às autoridades fiscais japonesas. Além disso, usaram ativos da empresa em benefício próprio. A prática foi realizada por muitos anos.

Presidente do Conselho da Nissan, Ghosn é também o presidente e CEO da Aliança Nissan Renault. O executivo é também presidente do Conselho da Mitsubishi. A japonesa já sinalizou que pretende demiti-lo, assim como a Nissan.

De mocinho à vilão: Carlos Ghosn tem uma das carreiras mais brilhantes do mercado.

Brasileiro CEO da Renault-Nissan é preso por fraude fiscal

De mocinho à vilão: Carlos Ghosn tem uma das carreiras mais brilhantes do mercado.
De mocinho à vilão: Carlos Ghosn tem uma das carreiras mais brilhantes do mercado.

Presidente da aliança Renault-Nissan, o brasileiro Carlos Ghosn foi preso nesta segunda no Japão. Ele o diretor Representativo da marca, Greg Kelly, são suspeitos de fraude fiscal.

Investigação aponta que Ghosn e Kelly reportaram valores de compensação nos relatórios da Bolsa de Valores de Tóquio menores do que os reais. Ou seja, eles maquiavam os salários junto às autoridades fiscais japonesas. A prática foi realizada por muitos anos.

A própria Nissan ficou sabendo da denúncia e colaborou com o Gabinete do Ministério Público do Japão. Investigações internas também confirmam as suspeitas. Por conta da prisão dos executivos, a marca japonesa se manifestou por nota.

“Como a má conduta descoberta através de nossa investigação interna constitui clara violações da marca, o diretor Executivo da Nissan, Hiroto Saikawa, proporá ao Conselho de Diretores da Nissan a remoção imediata de Ghosn de seus cargos como Presidente e Diretor Representativo. Saikawa também proporá a remoção de Greg Kelly de sua posição como Diretor Representativo.

A Nissan pede desculpas por causar grande preocupação aos nossos clientes e acionistas. Continuaremos nosso trabalho para identificar nossos problemas de governança e conformidade e tomar as medidas apropriadas”, diz a marca.

A prisão de Ghosn reapresenta um abalo na industria global, que passa de herói a vilão. O  CEO possui uma das carreiras mais brilhantes do mundo dos negócios, e grande responsável pela virada na Nissan nas últimas duas décadas

A Nissan estava à beira da falência e graças ao trabalho do franco-brasileiro de origem libanesa, conseguiu se recuperar. Além de ser presidente da Nissan, Ghosn também é presidente e diretor-executivo da Renault e da Mitsubishi Motors.