Arquivo da tag: Chevrolet

Chevrolet Joy: modelo de entrada tem preço sugerido de R$ 55.990

GM oferece Onix Joy para empregado que aderir programa de demissão

Marca americana prorroga Lay-off para mais de três mil funcionários e prepara PDV com diversos atrativos para equalizar finanças

Chevrolet Joy: modelo de entrada tem preço sugerido de R$ 55.990
Chevrolet Joy: modelo de entrada tem preço sugerido de R$ 55.990

A General Motors (GM) resolveu oferecer um Chevrolet Joy 2020 zero quilômetro  com pacote Black ao funcionário que aderir ao programa de demissão voluntária (PDV). O objetivo da empresa é equilibrar o quadro de empregados e evitar demissão em massa, devido aos efeitos da crise causada pela pandemia da Covid-19.

O PDV será aberto apenas nas plantas de São Caetano (SP) e de São José dos Campos (SP).  Os incentivos à demissão variam de 3,5 a sete salários extras para cada ano trabalhado. Se o funcionário tiver mais de 11 anos de casa, pode receber também um Chevrolet Onix Joy, modelo de entrada da marca.

Além do PDV, a GM conseguiu acertar com os sindicatos a extensão do lay-off  até novembro. Os mais de três mil funcionários nessa situação ficam com contratos de trabalhos suspensos. Durante esse período, o trabalhador não recebe salário da empresa e fica amparado pelo seguro desemprego. No caso da GM, a montadora americana vai bancar a diferença por dois meses; no resto, o funcionário recebe até o teto do Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT), ou seja, cerca de R$ 1,8 mil.

Interior espartano do Chevrolet Joy 2020
Interior espartano do Chevrolet Joy 2020

Segundo apuração do jornal O Estado de São Paulo, trabalhadores das fábricas de São Caetano do Sul (SP) e de Gravataí (RS), onde são produzidos automóveis, já aceitaram a proposta em votação online, assim como os de Joinville (SC), onde são feitos motores. Na unidade de São José dos Campos (SP), que produz picapes e utilitários-esportivos, a votação deve ocorrer nos próximos dias.

A GM informou medidas de férias coletivas, banco de horas, redução de jornada com redução de salário, além de lay-off e PDV serão necessárias para  “preservar empregos e garantir a sustentabilidade do negócio”. A montadora declarou ainda que o plano de R$ 1 bilhão que seria aplicado até 2024 está congelado.

Chevrolet Joy 

Modelo mais básico da GM no Brasil, o Joy é a antiga geração do Onix. Ele vem com motor 1.0 SP/E de até 80 cv e câmbio manual de cinco marchas. O modelo apresenta acabamento em dois tons, volante com moldura em preto high gloss, vidro elétrico, travas e alarme. Além disso, vem equipado com ar condicionado, velocímetro digital e desembaçador elétrico temporizado do vidro traseiro. O Chevrolet Joy tem preço sugerido de R$ 55.990 (Com AE)

Chevrolet-Bolt-Visual-Carro-Esporte-Clube

Chevrolet Bolt EV é o carro elétrico mais vendido no Brasil

Modelo importado dos Estados Unidos registra 82 unidades vendidas no Brasil. Chevrolet Bolt EV tem motor de 203 cv e acelera de 0 a 100km/h em 7,3s


A General Motors comemora liderança do seu primeiro veículo 100% elétrico comercializado no Brasil. Segundo a marca o Chevrolet Bolt EV registrou 82 unidades vendidas no mercado nacional no primeiro semestre. Importado dos Estados Unidos, a comercialização é feita por lotes. Com venda restrita a 15 idades, o veículo tem preço de R$ 215 mil.

O Bolt tem 4.165 mm de comprimento, 1.765 mm de largura e 1.595 mm de altura. O entre-eixos é de 2.600 mm, enquanto o peso de 1,6 tonelada, distribuído de forma quase simétrica entre os eixos. O motor tem potência equivalente a 203 cv e acelera de 0 a 100km/h em 7,3s.

A versão única do Bolt EV trazida para o mercado brasileiro é a Premier, já equipada com as baterias de nova geração, que garantem autonomia média de até 416 quilômetros, de acordo com o ciclo norte-americano EPA.

Entre os itens de segurança o hatch elétrico, 10 airbags, assistente de permanência na faixa, alerta de ponto cego, aviso de tráfego traseiro cruzado, alerta de colisão frontal e sistema de frenagem automática com detecção de pedestres para mitigar acidentes.
O modelo oferece ainda câmeras de alta definição para visão 360 graus, que auxiliam manobras de estacionamento e ficam localizadas nas extremidades do veículo, melhorando a visibilidade. Esse recurso contempla a possibilidade de transformar o espelho retrovisor central numa tela que projeta imagens da parte traseira em maior ângulo.

O Bolt EV conta com garantia de três anos para o veículo e de oito anos para as baterias de íon-lítio. Segundo a marca, o plano de revisão é mais simples do que em modelos a combustão, pois não precisa trocar de óleo, velas, correia e diversos filtros, por exemplo.

Até os 240.000 km, os principais serviços de revisão do Bolt EV se concentram nas trocas de itens de desgaste decorrentes do uso do veículo, como o filtro ar-condicionado e as pastilhas dos freios.

O carro está disponível para venda em concessionárias de São Paulo, Santo André, São Bernardo do Campo, Campinas, São José dos Campos (SP), Rio de Janeiro (RJ), Belo Horizonte (MG), Brasília (DF), Curitiba, São José dos Pinhais (PR), Porto Alegre (RS), Florianópolis, Joinville (SC), Recife (PE) e Vitória (ES).

Elétricos e híbridos

O volume de vendas dos carros eletrificados tem crescido no Brasil. O segmento triplicou de tamanho nos primeiros seis meses do ano, totalizando cerca de 7,5 mil unidades emplacadas. O volume soma os modelos híbridos, que tradicionalmente combinam um motor a combustão com um elétrico auxiliar para reduzir o consumo combustível, e os automóveis puramente elétricos, que se diferem pela emissão zero de poluentes.

Modelo é concorrente de Honda HR-V, Jeep Renegade e Nissan Kicks

Chevrolet Tracker 2021 chega às lojas com motores turbo e novo design. Saiba os preços, equipamentos e versões

SUV compacto é aposta da GM ampliar vendas nos segmento. Tracker 2021 oferece seis airbags e motor turbo em todas as versões

Modelo é concorrente de Honda HR-V, Jeep Renegade e Nissan Kicks
Modelo é concorrente de Honda HR-V, Jeep Renegade e Nissan Kicks

 

 

Por Thiago Ventura

Já está nas lojas do Brasil a nova geração do Chevrolet Tracker, que chegou antes mesmo do lançamento. Devido à pandemia do coronavírus, o evento foi cancelado e GM liberou as vendas do carro em sua rede de concessionários. O modelo chega em cinco versões e uma opção para PCD (pessoa com deficiência).

O Tracker 2021 é um projeto chinês, mas fabricado no Brasil, enquanto o anterior era importado do México.  O carro está com design completamente renovado, tanto na parte externa como interna, alinhados com o novo estilo da GM. Com tais mudanças, a expectativa da marca americana é que o carro consiga fazer frente aos concorrentes, como o Honda HR-V, Jeep Renegade, Nissan Kicks ou o Volkswagen T-Cross dentre vários outros.

Chevrolet Tracker 2021 foto Thiago Ventura - Carro Esporte Clube (7)

O Tracker 2021 terá opções de motores três cilindros 1.0 e 1.2 Turbo. O menor, mesmo utilizado pelo Onix, tem 116 cv (E/G) a 5.500 rpm não importando se é etanol ou gasolina. Já o torque é de 159 Nm a 2.000 rpm gasolina e de 164 Nm .

Já o 1.2 rende de 133 (E) / 132 (G) cv a 5.500 rpm e torque de 209 Nm (E) e 190 Nm (G) a 2.000 rpm. O motor 1.2 só é vendido com transmissão automática de seis marchas; o 1.0 tem opção manual de seis velocidades.

Chevrolet Tracker 2021 foto Thiago Ventura - Carro Esporte Clube (9)

De série em todas as versões, o carro vem com seis airbags (duplo frontal, duplo lateral, duplo de cortina), controle eletrônico de estabilidade e tração, assistente de partida em rampa. Tem ainda cintos de segurança de três pontos para todos os ocupantes, apoios de cabeça em todas as posições, Isofix para cadeirinhas infantis.

Na versão topo de linha, Premier 1.2, essa das fotos, agrega itens como alerta de colisão, faróis dianteiros em LED com luz auxiliar de manobras, frenagem automática de emergência, indicador de distância do veículo da frente e sistema de monitoramento de pressão dos pneus. O Tracker Premier 2021 vem ainda com teto solar panorâmico de série.

Chevrolet Tracker 2021 foto Thiago Ventura - Carro Esporte Clube (3)

Nesta nova geração, o carro mede 4,27 metros de comprimento, 1,79 m de largura, 1,64 m de altura e 2,57 m de entre-eixos. O porta-malas tem capacidade para 393 litros.

TABELA DE PREÇOS
Tracker Turbo (Automático) PCD – R$ 70.000
Tracker 1.0 Turbo (MT) – R$ 82.000
Tracker LT 1.0 Turbo (AT) – R$ 89.900
Tracker 1.2 Turbo (AT) – R$ 90.500
Tracker LTZ 1.2 Turbo (AT) – R$ 99.900
Tracker Premier 1.2 Turbo (AT) – R$ 112.000

Itens de série do Tracker 2021
Tracker 1.0 Turbo Manual
Na versão de entrada, o Tracker 1.0 Turbo com câmbio manual vem equipado com alarme anti-furto, luzes de condução diurna em LED, regulagem de altura dos faróis, grade frontal em prata, maçanetas e retrovisores sem pintura, rack de teto, roda de alumínio de 16″, ar-condicionado, chave canivete, coluna de direção regulável em altura e profundidade, computador de bordo, descansa braço, volante com comandos de rádio e telefone, direção elétrica, retrovisores externos com ajustes elétricos, indicador de troca de marcha, painel de instrumentos em TFT de 3,5″, sensor de estacionamento traseiro, vidros elétricos nas quatro portas, banco do motorista com regulagem de altura, banco traseiro bi-partido, entre outros itens .

O  sistema de WiFi nativo é de série em todas as versões com custo extra depois do período de degustação.

 

Chevrolet Tracker 2021 foto Thiago Ventura - Carro Esporte Clube (8)

Tracker 1.0 Turbo LT AT6
A versão LT automática (seis velocidades) vem com todos os equipamentos da opção 1.0 Turbo e agrega adesivo de coluna na cor preta, grade frontal com detalhes cromados, maçanetas a retrovisores na cor da carroceria, rack de teto na cor prata, câmera de ré, chave com sensor de aproximação, sistema de abertura das portas e alarme antifurto por meio de sensor de aproximação chave (Easy Entry), partida sem chave e sistema Stop/Start (desligamento e partida do motor automático em paradas do veículo).
Tracker 1.2 Turbo AT6
A versão 1.2 Turbo agrega o motor mais forte e câmbio automático de seis velocidades. De resto ela conta com o mesmo visual e itens de série do Tracker 1.0 Turbo manual.

Tracker 1.2 Turbo AT6 LTZ
Já versão LTZ 1.2 Turbo vem com todos os equipamentos da 1.0 LT e agrega alerta de ponto cego, roda de alumínio de 17″, volante com revestimento premium, acendimento automático dos faróis e sensor de chuva com ajuste automático de intensidade.
Tracker 1.2 Turbo AT6 Premier
A versão topo de linhas do Tracker vem com todos os equipamentos da LTZ e acrescenta alerta de colisão, faróis dianteiros em LED com luz auxiliar de manobras, frenagem automática de emergência em baixa velocidade, indicador de distância do veículo da frente, sistema de monitoramento de pressão dos pneus, friso cromado no contorno inferior das portas, lanterna traseira em LED, maçanetas externas cromadas, detalhes em prata nos para-choques, roda de 17″ com desenho exclusivo da versão, ar-condicionado digital, carregador wireless, descansa braço traseiro com porta-copos, sistema de estacionamento automático, repetidores de seta nos retrovisores e painel de instrumentos de 3,5″ em TFT colorido. Ainda fazem parte sensores de estacionamento dianteiro e traseiro, teto solar elétrico panorâmico, bancos com revestimento premium nas cores Preto (Jet Black) e Azul (Captain Blue).

Chevrolet Tracker 2021 foto Thiago Ventura - Carro Esporte Clube (11) Chevrolet Tracker 2021 foto Thiago Ventura - Carro Esporte Clube (9) Chevrolet Tracker 2021 foto Thiago Ventura - Carro Esporte Clube (8) Chevrolet Tracker 2021 foto Thiago Ventura - Carro Esporte Clube (7) Chevrolet Tracker 2021 foto Thiago Ventura - Carro Esporte Clube (6) Chevrolet Tracker 2021 foto Thiago Ventura - Carro Esporte Clube (5) Chevrolet Tracker 2021 foto Thiago Ventura - Carro Esporte Clube (4) Chevrolet Tracker 2021 foto Thiago Ventura - Carro Esporte Clube (3)

Modelo é concorrente de Honda HR-V, Jeep Renegade e Nissan Kicks
Modelo é concorrente de Honda HR-V, Jeep Renegade e Nissan Kicks

Chevrolet Tracker 2021 foto Thiago Ventura - Carro Esporte Clube (1)

Chevrolet-Onix-Plus-Premier-2020-Vazmenteo-Oleo-Procon

GM tem até dia 6 para se explicar no Procon devido vazamento de óleo no Onix Plus

Após casos de autocombustão, novo sedã compacto da GM apresenta vazamento de óleo. Chevrolet Onix pode passar por novo recall

Chevrolet-Onix-Plus-Premier-2020-Vazmenteo-Oleo-Procon

A Fundação Procon-SP (Programa de Proteção e Defesa do Consumido),  órgão vinculado à Secretaria da Justiça e Cidadania do Governo de São Paulo, notificou a General Motors (GM) do Brasil para que esclareça sobre problemas apresentados pelo veículo Chevrolet Onix Plus 2020: vazamento de combustível e falha no LED do câmbio.

A notificação foi feita no último 23 de janeiro e a General Motors tinha até sete dias para prestar os esclarecimentos devidos. Contudo, conforme apurou o DomTotal, o prazo foi adiado e agora a montadora tem até a próxima segunda-feira, 6 de janeiro para responder o Procon.

A empresa deverá informar a quantidade dos produtos comercializados, a data e a forma como foi detectado o problema; descrever o defeito e os potenciais riscos aos consumidores; esclarecer as providências adotadas com relação aos proprietários dos veículos para reparar o problema; informar se ocorreram acidentes em decorrência do defeito e em caso positivo, deverá informar também o local, data, vítimas, medidas tomadas, danos, eventuais processos judiciais.

O Procon pede ainda que a GM comprove se houve comunicado de campanha de recall. Segundo o órgão, a notificação visa resguardar os direitos dos consumidores e garantir que não sejam prejudicados. É o segundo incidente com o veículo; antes disso, foram registrados dois casos de autocombustão com o sedã. O sinistro obrigou a marca a fazer um recall. 

Modelo da Chevrolet foi totalmente consumido pelas chamas

Recém lançado, Chevrolet Onix Plus registra casos de incêndio e marca pode convocar recall

Dois incêndios espontâneos foram registrados com o Chevrolet Onix Plus e recall pode ser convocado

Modelo da Chevrolet foi totalmente consumido pelas chamas
Modelo da Chevrolet foi totalmente consumido pelas chamas

Pelo menos dois casos de autocombustão já foram registrados com o novo sedã Chevrolet Onix Pus, substituto do Prisma. O primeiro aconteceu no pátio da General Motors em Gravataí (RS); o segundo foi com um cliente na cidade Mirador (MA), no último dia 30 de outubro.

Informações da página ‘Notícias com Maritonio Dantas’ sobre o caso recente no Nordeste dão conta que o dono do carro ouviu uma explosão vinda do motor enquanto dirigia numa estrada rumo à Teresina (PI). Ele parou e ao abrir o capô percebeu que o bloco estava em chamas, que consumiram o Onix Plus.

Assista ao vídeo: 

Informação exclusiva publicada pela Quatro Rodas com colaboração dos nossos amigos do Autos Segredos aponta que, na verdade, já são três os casos de incêndio com o novo Onix. E mais: os concessionários já foram orientados pela GM a fazer alguns reparos nos carros em estoque e até mesmo já entregues aos clientes!
Chevrolet-Onix-Incendio-2

 

 

 

 

 

Os comunicados de “não conformidade” e boletins internos referem-se a falhas no chicote, porca de aterramento e mesmo correção do número do chassi. Os dois primeiros envolvem a parte elétrica e podem ter alguma relação com os casos. A descrição completa você encontra no site da QR. De toda forma, isso revela forte indício de que algo errado está acontecendo com o novo Onix 2020.

E até o momento a Chevrolet não se manifestou a respeito. Seria o Onix Plus uma “reencarnação” do Marea ou do Tipo?

Chevrolet-Onix-Incendio

Novo-Onix-Premier-(18)

Chevrolet Onix 2020: nova geração chega com preços para incomodar a concorrência

Com novo visual, compacto oferece seis airbags e inédito motor 1.0 turbo. Chevrolet Onix 2020 custa a partir de R$ 48, 4 mil

Novo-Onix-Premier-(18)Modelo mais vendido do Brasil, o Chevrolet Onix deve continuar nesse posto pelos próximos anos.  A nova geração do compacto da General Motors chega ao mercado brasileiro com o design do Onix chinês, novo motor turbo, novo  itens tecnológicos, mas com os preços da geração anterior.  Não que a GM esteja fazendo alguma barganha, mas a tabela vai colocar pulga atrás da orelha de muitos potencias clientes da concorrência.

Entre os equipamentos, o Onix 2020 pode vir equipado com itens até então restritos a veículos de categorias superiores, como  Wi-Fi nativo. Tem ainda opção de  assistente de estacionamento semiautônomo, acionamento da ignição por botão, sensor de ponto cego e nova geração do multimídia MyLink. Outra mudança, é que o sedã não se chama mais Prisma. Agora é Onix Plus.

Novo-Onix-Premier-(5)

Tabela de Preços

Veja os preços do novo Onix e Onix Plus:

  • Onix 1.0 manual – R$ 48.490
  • Onix LT 1.0 manual – R$ 51.590
  • Onix 1.0 Turbo automático – R$ 55.590
  • Onix 1.0 LT Turbo manual – R$ 57.590
  • Onix 1.0 LT Turbo automático – R$ 62.890
  • Onix 1.0 LTZ Turbo manual – R$ 60.990
  • Onix 1.0 LTZ Turbo automático – R$ 66.290
  • Onix 1.0 Premier Turbo – R$ 69.990
  • Onix Plus 1.0 manual – R$ 54.990
  • Onix Plus Turbo automático – R$ 58.790
  • Onix Plus LT Turbo manual – R$ 61.190
  • Onix Plus LT Turbo automático – R$ 66.490
  • Onix Plus LTZ Turbo manual – R$ 65.790
  • Onix Plus LTZ Turbo automático – R$ 70.990
  • Onix Plus Premier – R$ 73.190

Airbags frontais, laterais e de cortina, controle eletrônico de estabilidade, assistente de partida em rampa e limitador de velocidade passam a complementar a lista de itens de série nas verões superiores.

Novo-Onix-Plus-Premier-(9)

O Onix Plus já está nas concessionárias,   enquanto as entregadas do hatch se iniciam em novembro. Ambos contam com as opções de acabamento Onix, LT, LTZ e a inédita Premier.

Visual esportivo 

O Novo Onix traz design completamente inédito e alinhado com a nova linguagem estética dos veículos globais da Chevrolet. O sedã parece com modelos maiores americanos.

Na frente, aliás, destaca-se a nova grade ao estilo Dual-Port da Chevrolet, com a parte de baixo maior para otimizar a refrigeração do motor. A parte de cima, mais estreita, acompanha o contorno do conjunto óptico com a gravata dourada ao centro.

Na versão Premier os faróis contam com projetores para ressaltar o caráter premium do novo modelo topo de linha. Já as luzes de condução diurnas em “L” contornam a base do para-choque.  Em relação a parte traseira, o Onix Plus diferencia-se pelas lanternas bipartidas que se estendem até a tampa do porta malas.

Novo-Onix-Premier-(15)

No interior, texturas do painel de instrumentos, cobertura tipo 3D dos alto-falantes e a moldura estilizada no console central. O volante tem desenho inédito, com regulagem de altura e de profundidade e tecla para limitar eletrônicamente a velocidade.

Outro destaque é o sistema multimídia MyLink de nova geração. Do tipo flutuante, ele otimiza a visualização da tela e permite fácil acesso aos sistemas, entre eles o do ar-condicionado digital com função de recirculação automática no Premier.

Novo-Onix-Premier-(3)

Conectividade

A partir da linha 2020,  o Onix passa a ser o primeiro em sua categoria a oferecer Wi-Fi embarcado a bordo. Com isso, o usuário não precisa usar o plano de dados pessoal para acessar a internet. A antena amplificada do veículo proporciona intensidade de sinal até 12 vezes superior em deslocamento.

O Wi-Fi da Chevrolet é uma parceria exclusiva com a Claro. Além dos 3 GB ou três meses de cortesia para experimentação, o cliente poderá adquirir futuramente planos de dados adicionais de 2 GB até 20 GB/mês.

 

Segurança

Airbags frontais, laterais e de cortina; controle eletrônico de estabilidade e de tração; assistente de partida em rampa; sistema de monitoramento da pressão dos pneus; sistemas Isofix e Top Tether para ancoramento de cadeirinhas infantis e alerta de não afivelamento dos cintos incrementam a lista de itens de série.

A estrutura do novo Onix também foi reforçada e agora usa 17% mais de aços de alta resistência. Vários componentes estruturais foram otimizados para entregar melhor eficiência. Fruto disso, o carro teve nota máxima de segurança, tanto para adultos e crianças.

Novo-Onix-Plus-Premier-(12)

Turbo

A segunda geração do Onix chega como um motor inteiramente novo, de três cilindros, da família Ecotec. Chega em duas configurações: 1.0 aspirado (até 82 cv/10,6 kgfm) e 1.0 com turbo (até 116 cv/16,8 kgfm).

O motor Ecotec 1.0 Flex Turbo tem bloco de alumínio, cabeçote com duplo comando variável de válvulas, coletor de escape integrado, e bomba de óleo de duplo estágio de pressão variável. A correia dentada imersa em óleo de funcionamento mais silencioso que o sistema de correntes  é livre de manutenção até 240 mil km.

Segundo a GM, o Onix Plus 1.0 Turbo Flex acelera de 0 a 100 km/h em até 9,7 segundos – número melhores aos que do Cobalt (equipado com o pré-histórico motor 1.8.), por exemplo.

Com gasolina no tanque, o Novo Onix Plus com transmissão manual roda, em média, 17 km/l na estrada e 13,7 km/l na cidade. Os números com etanol são 12,2 km/l e 9,6 km/l, respectivamente. O modelo automático também é referência em economia.

Novo-Onix-Plus-Premier-(19)

Preços e versões

Onix 1.0 manual: Preço R$ 48.490

6 airbags, assistente de partida em rampa, controle de estabilidade e tração, rádio e entrada USB dianteira e traseira.

Onix LT 1.0 manual – R$ 51.590Itens do Onix 1.0 mais: a central multimídia MyLink.

Onix 1.0 Turbo automático – R$ 55.590

6 airbags, assistente de partida em rampa, controle de estabilidade e tração, rádio, entrada USB dianteira e traseira

Onix 1.0 LT Turbo manual – R$ 57.590

Itens do 1.0 Turbo mais: faróis de neblina, rodas de liga leve aro 15″, OnStar e Wi-Fi.

Onix 1.0 LT turbo automático – R$ 62.890

Itens do LT Turbo manual mais: controle de velocidade de cruzeiro e volante com revestimento especial.

Onix 1.0 LTZ Turbo manual – R$ 60.990

Itens do LT Turbo manual mais: abertura de porta e partida de motor sem chave, acendimento automático dos faróis, câmera de ré e carregador de celular sem fio.

Onix 1.0 LTZ Turbo automático  – R$ 66.290

Itens do LTZ Turbo manual mais: controle de velocidade de cruzeiro.

Onix Premier Turbo – R$ 69.990

Itens do LTZ Turbo automático mais: rodas de liga leve aro 16″, farol tipo projetor, luz de posição e lanternas em LED e bancos híbridos (com tecido e couro)

Sedã

Onix Plus 1.0 LT manual – R$ 54.990
Versão de entrada com seis airbags, assistente de partida em rampa, controle de tração e estabilidade e entradas USB dianteira e traseira. Opcionais: partida remota, sensor crepuscular, câmera de ré e carregador wireless por mais R$ 2.200 ou sistema OnStar e Wi-fi por R$ 835 e faróis de neblina e rodas de liga leve de 15 polegadas por R$ 965.

Onix Plus 1.0 Turbo automático – R$ 58.790
É a opção de entrada do modelo e também destinada ao público PcD por já contar com transmissão automática. Como todas as versões do sedan, ela já conta com 6 airbags, controles de tração e estabilidade, rodas de aço aro 15” com calotas integrais, ar-condicionado, computador de bordo, direção elétrica progressiva, travas e vidros elétricos e rádio com MP3 Player e Bluetooth, entre outros itens.

Onix Plus 1.0 Turbo LT manual – R$ 61.190
Onix Plus 1.0 Turbo LT automático – R$ 66.490

Conta com os mesmo itens da versão de entrada acrescentando a central multimídia MyLink com tela de 7” e suporte aos sistemas Apple CarPlay e Android Auto, sensor de estacionamento traseiro, rodas de liga leve aro 15”, sistema de telemática OnStar e Wi-Fi nativo para a central multimídia, 6 alto-falantes, coluna de direção com ajustes de altura e profundidade, retrovisores elétricos, entre outros. A opção LT automática ainda engloba como itens de série: volante esportivo com revestimento de couro, console central com descansa-braço e piloto automático.

Onix Plus 1.0 Turbo LTZ manual – R$ 65.790
Onix Plus 1.0 Turbo LTZ automático – R$ 70.990

Todos os itens do Onix Plus 1.0 Turbo LT mais: acendimento automático dos faróis, câmera de ré, carregador de smartphones por indução, console central com descansa-braço independente do câmbio escolhido, além de chave presencial. A opção LTZ automática acrescenta o volante esportivo com revestimento premium e piloto automático.

Onix Plus 1.0 Turbo Premier automático – R$ 73.190
Onix Plus 1.0 Turbo Premier automático (pacote R8M ou R8R) – R$ 76.190

Todos os itens do Onix Plux 1.0 Turbo LTZ automático mais: bancos com acabamento híbrido mesclando couro e tecido, faróis com projetor, friso cromado no contorno inferior dos vidros das portas, lanternas com iluminação por LED, luz diurna de condução (DRL) em LED, maçanetas internas cromadas e rodas de liga leve aro 16”. No caso da versão Premier, o pacote R8M acrescenta os itens de tecnologia, no caso o alerta de pontos cegos, ar-condicionado automático e o assistente de estacionamento, com o acabamento interno mesclando as cores preto Jet Black e caramelo Maple Sugar. A diferença para o pacote R8R é que o acabamento interno é baseado nas tonalidades preto Jet Black e cinza Mid Ash Gray.

 

Chevrolet Prisma vai ser chamado de Onix Sedã e terá visual do chinês.

Chevrolet confirma nova geração do Prisma no Brasil em 2019

Sedã mais vendido no Brasil vai receber visual do modelo vendido na China e novo motor 1.0 turbo

Chevrolet Prisma vai ser chamado de Onix Sedã e terá visual do chinês.
Chevrolet Prisma vai ser chamado de Onix Sedã e terá visual do chinês.

Por Thiago Ventura

A General Motors confirmou que vai lançar até o fim do ano a nova geração do sedan Prisma. O carro chegará com o visual revelado na China. O carro já está em testes no Brasil, conforme as fotos divulgadas pela montadora americana.

Por aqui a marca começará a fabricar os modelos em setembro, com o sedã sendo o primeiro na linha de produção. O novo Onix Hatchback vem depois, em outubro.

Chevrolet Onix Sedan 2020 ganha ainda um novo painel.
Chevrolet Onix Sedan 2020 ganha ainda um novo painel.

Além do visual, o carro chegará equipado com um motor 1.0 turbo, acoplado com uma transmissão automática de seis velocidades.

Outra mudança é que o Prisma vai abandonar esse nome. O sedã compacto agora vai se chamar Onix Sedan.

Novo sedã em desenvolvimento no Campo de Provas da GM no Brasil
Novo sedã em desenvolvimento no Campo de Provas da GM no Brasil

O carro terá 4,47 metros de comprimento e 2,60 metros de entre-eixo, que é bem maior que os 4,28 metros e 2,52 metros (respectivamente) do Prisma atual. Assim ele se aproxima do Cobalt, em porte, por isso o sedã maior dará adeus ao mercado com a chegada da nova geração do Prisma.

Ao longo de 2019, a empresa irá promover 11 lançamentos. O primeiro deles foi o Novo Camaro, que chegou às lojas em fevereiro. Outras novidades aguardam sua vez, como o novo Cruze e o novo Cruze Sport6.

“Os novos produtos vão surpreender com o máximo em inovação e tecnologias inéditas. O consumidor elegeu a Chevrolet como a marca preferida e continua a dar aos atuais modelos do Onix e do Prisma a liderança absoluta nas vendas. Além disso, o mercado passa por um momento de transformação, o que abre espaço para acrescentarmos novos produtos dentro do mesmo segmento”, destaca Carlos Zarlenga, presidente da GM América do Sul.

Novo sedã em desenvolvimento no Campo de Provas da GM no Brasil
Novo sedã em desenvolvimento no Campo de Provas da GM no Brasil

 

Novo sedã em desenvolvimento no Campo de Provas da GM no Brasil
Novo sedã em desenvolvimento no Campo de Provas da GM no Brasil

 

Novo sedã em desenvolvimento no Campo de Provas da GM no Brasil
Novo sedã em desenvolvimento no Campo de Provas da GM no Brasil
GM-ameaça-sair-do-Brasil-e-marca-anuncia-R$-10-bi

GM ameaça sair do Brasil, governo dá isenção e marca anuncia R$ 10 bi

General Motors ganha 25% de desconto no ICMS para manter operações em São Paulo e gerar 400 empregos

Governador de SP, João Doria, o presidente da GM, Zarlenga, e o secretário de Fazenda, Henrique Meirelles.
Governador de SP, João Doria, o presidente da GM, Zarlenga, e o secretário de Fazenda, Henrique Meirelles.


Menos de três meses após ameaçar sair do Brasil devido aos prejuízos da operação no mercado local, a  montadora americana General Motors (GM) anunciou que vai investir R$ 10 bilhões em duas fábricas do estado de São Paulo. Segundo o presidente da empresa na América do Sul, Carlos Zarlenga, os recursos serão usados para lançar novos produtos nas unidades de São José dos Campos, no interior do estado, e em São Caetano do Sul, na região do grande ABC.

E por que ela mudou de ideia? É que a GM foi beneficiada por isenção de 25% no Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), concedida pelo governo de São Paulo.  A companhia, que já emprega 15 mil pessoas no estado, informou que pretende contratar mais 400 funcionários no processo de ampliação.

O anúncio foi feito nessa terça-feira (19) no Palácio dos Bandeirantes, sede do governo paulista, ao lado do governador, João Doria.  A GM não deu detalhes sobre como os recursos serão aplicados ou quais são os valores destinados a cada uma das unidades.

GM-ameaça-sair-do-Brasil-e-marca-anuncia-R$-10-bi

Segundo o presidente para América do Sul da empresa, foi feita ainda uma intensa negociação com os principais fornecedores. “Muitos segurando [os repasses da] inflação e outros dando até redução de preços”, disse, sobre as condições que foram conseguidas para garantir novos contratos de longo prazo.

A estimativa é que a montadora, além dos 15 mil funcionários, seja responsável por 50 mil empregos indiretos em todo o estado. Para o secretário estadual da Fazenda, Henrique Meirelles, a ampliação das fábricas são uma vitória na “competição mundial por investimentos”. “Estamos aqui impulsionando toda a economia brasileira”, disse.

 

A planta da GM de São Caetano produz atualmente Cobalt, Spin a a pick-up Montana e o Onix Joy, versão básica do Hatch. Com esse investimento a marca planeja lançar novos produtos, mas não revelou quais.

Blefe

O anúncio que iria sair do Brasil (mesmo sendo líder de mercado) alarmou o governo de São Paulo. Para saber se era um blefe ou não, o secretário de Fazenda, Henrique Meirelles, foi até os EUA conversar com investidores. De acordo com o jornal Valor Econômico, fontes contaram ao secretário que a operação sul-americana tem mesmo dado à companhia americana prejuízo anual em torno de R$ 1 bilhão.

De volta ao Brasil, Meirelles costurou com Doria um pacote de incentivos à indústria automobilística.  A próxima montadora que o governo vai tenta manter é a Ford, que anunciou o fim de linha do Fiesta e caminhões. Certamente todas as outras vão querer mais um incentivo.

Fabricante do carro mais vendido no mercado e com operações no Brasil desde 1925 iria mesmo sair do mercado local? Muito provavelmente não. Mas, pelo susto dado, ganhou pelo menos R$ 400 milhões em incentivo.

GM-ameaça-sair-do-Brasil,-governo-dá-isenção-e-marca-anuncia-R$-10-bi-em-investimentos-2

 

 

 

 

Chevrolet-Spin-Activ7-2018

Chevrolet lança minivan Spin reestilizada no Brasil

Minivan Chevrolet Spin 2019 ganhou novo visual da dianteira e perdeu o estepe dependurado. Mas segue sem opção de motor turbo

Chevrolet-Spin-Activ7-2018
Por Thiago Ventura

A Chevrolet revelou nesta segunda-feira (25) a versão reestilizada da minivan Spin. O modelo ganhou nova dianteira e traseira, com linguagem de design semelhante à já aplicada no Cobalt, Onix e Prisma, dentre outros. As imagens são da versão aventureira Spin Activ, mas a ‘civil’ terá o mesmo visual.

Além do visual, destaque para a segunda fileira de bancos deslizante. Montada sobre trilhos, a peça pode ser movimentada para frente ou para trás, ampliando o espaço para as pernas dos ocupantes ou para carga. A versão aventureira ganhou inédita opção de sete lugares, chamada Activ7, a topo de linha da gama.

08_GM_Activ_M_8_25-06-2018

Tapa no visual

Na parte frontal, os faróis foram mais afilados, com máscara negra e luz de condução diurna em LED. Na versão aventureira, o carro tem moldura em Dark Chrome da nova grade.

Na lateral do Novo Spin há novos elementos estéticos e funcionais nas portas, soleira, para-lamas e rodas com acabamento exclusivo de 16”. O conjunto ressalta a percepção de que o veículo está melhor dimensionado, mais atlético e encorpado.

Chevrolet-Spin-interior

A traseira, o Spin traz um aerofólio esculpido na parte superior da tampa.  Já o estepe, antes fixado na parte externa da tampa, foi deslocado para a região do assoalho, sob o porta-malas,

Interior mais refinado e equipado 

No interior, o  design dos painéis e consoles do  Spin Activ trazem maior refinamento e combinam diferentes texturas e cores. Com maior quantidade de mostradores e novo computador de bordo, o quadro de instrumentos, por exemplo, passa a ser semelhante ao do Chevrolet Tracker.

05_GM_Activ_A_45_25-06-2018

Na linha 2019, o Novo Spin soma câmera de ré com linhas guias, acionamento automático do limpador de para-brisa, acendimento automático e ajuste de altura dos faróis, além de repetidor de seta nas laterais do veículo.

Já o motor…

Se o carro teve mudanças visuais externas, segue com o nada empolgante motor Flex 1.8 ECO de até 111 cavalos de potência e 17,7 kgfm de torque e transmissão automática de seis marchas.

O Spin Activ7 acelera de 0 a 100 km/h em até 11,3 segundos e de 80 a 120 km/h em até 9,7 segundos, enquanto o consumo urbano é de 10,3 km/l (G) e 7,0 km/l (E) e o consumo rodoviário é de 12,0 km/l (G) e 8,3 km/l (E), de acordo com dados do Inmetro.

Chevrolet-Spin-motor

O Novo Spin Activ estreia em seis opções de cores para a carroceria: Preto Ouro Negro, Branca Summit, Prata Switchblade, Cinza Satin Steel e Azul Old Blue Eyes, além do inédito Amarelo Stone.

A Activ7 conviverá com a tradicional configuração de cinco lugares e porta-malas de 710 litros – pode chegar 756 litros com a fileira central de bancos toda avançada.

Os preços ainda não foram revelados. As vendas começam em julho na rede de concessionários.

Chevrolet-Spin-interior-2 Chevrolet-Spin

Chevrolet Cruze 2019: versão reestilizada do sedã foi apresentada nos EUA e chega ao Brasil no próximo ano.

General Motors anuncia 20 lançamentos para o Mercosul até 2022

Marca americana vai renovar completamente sua gama de veículos no continente, com novas gerações e produtos inéditos

Chevrolet Cruze 2019: versão reestilizada do sedã foi apresentada nos EUA e chega ao Brasil no próximo ano.
Chevrolet Cruze 2019: versão reestilizada do sedã foi apresentada nos EUA e chega ao Brasil no próximo ano.

Por Thiago Ventura

A americana General Motors anunciou nesta semana que vai  lançar 20 novos veículos no Mercosul até 2022. Objetivo é manter a liderança em mercados como o Brasil, renovando completamente sua gama.

A General Motors não confirmou quais serão os modelos, mas já temos alguns candidatos. A Chevrolet deve oferecer novas gerações de Onix e Prisma, além um SUV compacto abaixo do Tracker. Também são esperados substitutos da Spin, do Cruze e da S10.

O Cruze com visual renovado já foi revelado nos EUA e deve chegar aqui em 2019.  Outro modelo que deve chegar no ano que vem será o elétrico Bolt, exibido no Salão do Automóvel de São Paulo em 2016.

Bolt será uma das novidades no Mercosul. Em 2017, foram vendidas mais de 22.000 unidades do elétrico foram vendidas nos EUA.
Bolt será uma das novidades no Mercosul. Em 2017, foram vendidas mais de 22.000 unidades do elétrico foram vendidas nos EUA.

“Esta é a maior renovação da linha Chevrolet na história da marca na região, reforçando o nosso compromisso em colocar o cliente no centro de tudo o que fazemos. Os novos produtos vão surpreender o mercado com conteúdo e tecnologias inéditas”, diz Carlos Zarlenga, presidente da GM Mercosul.

Alguns dos novos modelos no continente serão construídos a partir da nova plataforma GEM (Global Emerging Market). Essa plataforma foi criada em parceria com a chinesa SAIC. Será a base para a nova geração de Onix, Prisma, Cobalt, Spin e de um novo SUV compacto no lugar do Tracker