Arquivo da tag: Ford Fiesta

Ford Fiesta sai de linha: compacto premium estava defasado e sem qualquer chance de disputar vendas com rivais.

Ford fecha fábrica em SP, encerra produção do Fiesta e coloca 3 mil empregos em risco

Decisão deve provocar a demissão de quase 3 mil trabalhadores em São Bernardo do Campo. Ford vai focar em SUVs e picapes

Ford Fiesta sai de linha: compacto premium estava defasado e sem qualquer chance de disputar vendas com rivais.
Ford Fiesta sai de linha: compacto premium estava defasado e sem qualquer chance de disputar vendas com rivais.


Por Thiago Ventura

A Ford Motor Company anunciou nessa terça-feira o fechamento da fábrica de São Bernardo do Campo (SP), encerrando a produção dos caminhões da linha Cargo, F-4000, F-350 e do compacto premium Fiesta. Os produtos não serão mais fabricados e as vendas seguem até o término dos estoques.  A decisão faz parte de uma reestruturação global da empresa: a Ford deixará de atuar no segmento de caminhões na América do Sul.

A planta de São Bernardo do Campo era a mais antiga da Ford no Brasil.  Segundo o  Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, o fechamento da fábrica representa a demissão de pelo menos 2,8 mil trabalhadores.  A Ford seguirá com a planta de Camaçari (BA), onde são feitos o EcoSport e a linha Ka.

E mais cortes vêm por aí! A marca prevê a redução em mais de 20% dos custos referentes ao quadro de funcionários e à estrutura administrativa em toda a região. Em balanço referente ao ano passado, a Ford apresentou prejuízo de US$ 678 milhões na América do Sul.

Adeus! Americana desiste de comercializar pesados na América Latina.
Adeus! Americana desiste de comercializar pesados na América Latina.

“Sabemos que essa decisão terá um impacto significativo sobre os nossos funcionários de São Bernardo do Campo e, por isso, trabalharemos com todos os nossos parceiros nos próximos passos”, disse Lyle Watters, presidente da Ford América do Sul.

Tchau Fiesta, oi SUVs!

A restruturação dos negócios confirma mais uma vez  a ênfase global em SUVs e picapes, cuja preferência tem crescido entre os consumidores.  Além disso, no caso brasileiro, os compactos de entrada.

O fim da planta de São Bernardo marca o fim do decrépito Fiesta. O carro foi abandonado pela Ford no Brasil, que passou a privilegiar o Ka e o EcoSport. Na Europa, o modelo segue com uma nova geração.  Outro modelo que deixa de ser ofertado é o médio Focus, com o encerramento da produção do Focus na Argentina.

Caminhões

Em relação aos caminhões, a Ford ocupava no Brasil a quarta posição no segmento, com 12% de participação em 2018, atrás de Mercedes-Benz, Volkswagen e Volvo. No mercado latino, vários outros players, incluindo as chinesas, atuam no segmento.

Segundo a marca, a  decisão de deixar o mercado de caminhões foi tomada após vários meses de busca por alternativas, que incluíram a possibilidade de parcerias e venda da operação. “A manutenção do negócio teria exigido um volume expressivo de investimentos para atender às necessidades do mercado e aos crescentes custos com itens regulatórios sem, no entanto, apresentar um caminho viável para um negócio lucrativo e sustentável”, diz em nota.

Além do Fista, Focus também deixa de ser vendido no Brasil.
Além do Fista, Focus também deixa de ser vendido no Brasil.

Custo do fim

Em decorrência desse anúncio, a Ford prevê um impacto de aproximadamente US$ 460 milhões em despesas não recorrentes. Cerca de US$ 100 milhões serão relacionados à depreciação acelerada e amortização de ativos fixos (maquinário da fábrica). Os valores remanescentes de aproximadamente US$ 360 milhões impactarão diretamente o caixa e estão, em sua maioria, relacionados a compensações de funcionários, concessionários e fornecedores. A maior parte dessas despesas não recorrentes será registrada em 2019 e é parte integrante dos US$ 11 bilhões em despesas, com efeito no caixa de US$ 7 bilhões, que a companhia prevê utilizar para a reestruturação dos seus negócios globais.

A empresa afirma que manterá o apoio integral aos consumidores no que se refere a garantias, peças e assistência técnica.

 

New-Fiesta-EcoBoost-Style-&-New-Fiesta--SEL-(2)

Ford lança New Fiesta com visual renovado, mas com câmbio problemático

Linha 2018 do hatch ficou mais cara e é vendida com motor antigo e câmbio Powershift. Enquanto isso, nova geração já é vendida na Europa

New-Fiesta-EcoBoost-Style-&-New-Fiesta--SEL-(2)

Por Thiago Ventura

Marca americana lançou no Brasil a linha 2018 do Fiesta, que passou por uma leve reestilização. A atual geração chegou no mercado nacional em 2011; em 2013 já havia passado por um facelift. Uma nova geração foi lançada este ano na Europa. E o que a Ford do Brasil resolveu fazer? Dar um discreto tapa no visual no Fiesta vendido por aqui. E aliás, também ficou mais caro. Tal estratégia pode se configurar um verdadeiro tiro no pé.

Os  faróis ganharam novos grafismos internos e a grade recebeu detalhes cromados que lembram efeito 3D. O para-choque foi redesenhado e as molduras dos faróis de neblina estão maiores. A reestilização contempla novas lanternas traseiras, mas só na versão topo de linha.

Do lado de dentro, a novidade é o sistema multimídia SYNC 3 permite uma interação intuitiva com o veículo por comandos de voz ou direto na tela. O sistema é é de série a partir da versão SE Plus AT. O equipamento é compatível com Android Auto e Apple Carplay e vem com som da Sony. Disponível a partir da versão SE Plus AT.

New-Fiesta-Titanium-1
Câmbio problemático

Apesar de ganhar um ar de novidade com as mudanças no visual, um ponto problemático do carro está mantido. O Ford Fiesta segue com a mesma oferta de motores e câmbio de até então.

O carro tem opção do motor 1.6 Sigma com 125/128cv a 6.500 rpm e torque  154/156 Nm a 5.000 rpm. Há também o turbo 1.0 Ecoboost tem potência de 125 cv e torque de 172 Nm  a gasolina.

A transmissão pode ser manual ou automatizada de dupla embreagem Poweshift, ambas de cinco marchas. Esse câmbio Powershift virou uma verdadeira dor de cabeça para vários proprietários.

Os clientes reclamam de barulho, trepidação, superaquecimento e até necessidade de troca prematura do kit de embreagem. Isso com carros novos, recém saídos de fábrica. A Ford foi alvo de várias ações no Procon se se viu obrigada a arrumar gratuitamente o equipamento. Nos EUA, a marca também foi processada pelo mesmo problema.

Quando lançou o novo EcoSport no Brasil, a Ford, sabiamente, retirou o equipamento. O SUV vem com o novo motor 1.5 TiVCT de 130/137 cv e câmbio automático de seis marchas.

Eis que agora, já no final de 2017, ao lançar o Fiesta 2018, a Ford optou por não só manter o antigo motor 1.6 Sigma, com continuar o oferecendo o problemático Powershift!

New-Fiesta-SEL-1

Geração antiga

Além da parte mecânica, a Ford optou por apenas reestilizar o Fiesta de sexta-geração no Brasil. Enquanto isso, na Europa, o hatch já está na sétima, com visual mais moderno, especialmente no interior.

Isso sem falar que para o consumidor europeu, há opção de teto solar panorâmico, motores turbinados EcoBoost com até 140 cv de potência e sistemas de segurança como Adaptive Cruise Control, alertas de tráfego cruzado, saída de faixa e ponto cego, dentre outros.

Enquanto isso, um potencial rival, o Volkswagen Polo, chegou ao Brasil praticamente com o mesmo visual do vendido na Europa.

Tabela de Preços Ford Fiesta 2018

Fiesta SE 1.6 – De R$ 53.660 para R$ 56.690
Fiesta SE Style 1.6 – De R$ 56.590 para R$ 59.590
Fiesta SE Style Plus 1.6 – R$ 62.390
Fiesta SEL 1.6 – De R$ 58.590 para R$ 61.090
Fiesta SEL 1.6 AT – De R$ 59.790 para R$ 65.390
Fiesta SEL Style 1.0 EcoBoost AT – R$ 69.790
Fiesta Titanium 1.6 AT – De R$ 68.990 para R$ 71.190
Fiesta Titanium Plus 1.6 AT – De R$ 73.090 para R$ 75.190