Arquivo da tag: Ford Ka

Ford Ka é o carro que mais desvalorizou em 2020; confira ranking

Além de sair de linha, Ford Ka começa 2021 com outro revés: compacto apresenta a pior valorização entre os carros mais vendidos no Brasil

O ano de 2021 não começou nada bem para os clientes da Ford Motor Company no Brasil. Além de anunciar o fechamento de fábricas no país e decretar o fim de linha de Ford Ka e Ford EcoSport, agora mais um revés para os proprietários. O hatch foi o carro que mais desvalorizou em 2020, na lista dos dez carros mais vendidos no Brasil.

O ranking foi feito pela Kelley Blue Book (KBB Brasil), empresa especializada em pesquisa de preços de veículos novos e usados. Segundo o levantamento, o Ford Ka foi o carro que mais desvalorizou em 2020, com uma queda de -13,51%. A título de comparação, seu principal rival, o Chevrolet Onix, apresentou valorização de 1,84%!

Segundo a KBB Brasil, para fazer o ranking, é feita uma média aritmética por modelo, considerando apenas as versões com ano modelo 2020, entre janeiro e dezembro. Logo, comparou-se o Preço 0 km de janeiro de 2020 com o Preço de Revendedor de dezembro de 2020. Esses valores são definidos por métricas próprias deles.

SAIBA MAIS SOBRE O FECHAMENTO DA FÁBRICA DA FORD
Ford fechou fábricas devido clima econômico no Brasil ou estratégia global?
Ford encerra produção de carros após 102 anos no Brasil e decreta fim de linha para Troller
Ford recebeu R$ 20 bilhões em incentivos fiscais e mesmo assim fecha fábricas no Brasil

Detalhe que esta análise considera os valores até dezembro de 2020, ou seja, anterior ao anúncio do fim da produção nacional. Com isso, há possibilidade da depreciação ser ainda maior. (Fonte: Redação e KBB)

Tabela da desvalorização dos 10 carros mais vendidos de 2020:

Desvalorização dos 10 carros mais vendidos em 2020 (Preço 0 km KBB de janeiro de 2020 x Preço de Revendedor KBB de dezembro de 2020)
Modelo Variação
Chevrolet Onix 1,84%
Volkswagen T-Cross -0,61%
Fiat Argo -2,85%
Renault Kwid -4,57%
Chevrolet Onix Plus -4,92%
Jeep Renegade -6,31%
Hyundai HB20 -8,85%
Volkswagen Gol -8,85%
Jeep Compass -11,59%
Ford Ka -13,51%

https://youtu.be/Br86N-OBskQ

Ka_FreeStyle_Exterior-(15)-(1)

Ford Ka Freestyle: aventureiro chega por R$ 63,4 mil

Modelo global, novo Ford Ka FreeStyle será vendido em 125 países. No Brasil, vem com o motor 1.5 que estreou no EcoSport

Ka_FreeStyle_Exterior-(15)-(1)

Por Thiago Ventura

Marca americana iniciou a pré-venda da nova versão do compacto Ka. A Freestyle tem visual aventureiro e oferece o motor 1.5 de três cilindros, que já era oferecido no EcoSport. O modelo parte dos R$ 63,4 mil.

O Ka FreeStyle oferece o motor mais potente da  categoria, o 1.5 Ti-VCT de três cilindros com 136 cv, nova transmissão automática de seis velocidades com opção de trocas manuais na alavanca. Alem disso vem com a central multimídia SYNC 3 com tela capacitiva flutuante de 6,5 polegadas.

Ka_FreeStyle_Interior-(3)

O compacto é um modelo global. Ele será vendido em 125 países, na América do Sul, Ásia e Europa. A dianteira tem grade em formato colmeia pintada em cinza perolizado, faróis com máscara negra e moldura cromada. O para-choque traz um elemento gráfico em formato de C .

A novidade, também com carroceria e suspensão reforçadas e é o primeiro da categoria a oferecer seis airbags. Vem com câmera de ré, sensor de estacionamento traseiro, rack de teto funcional, rodas de liga leve de 15 polegadas e interior exclusivo com bancos parcialmente em couro.

Ka_FreeStyle_Exterior-(20)

O modelo vem equipado com controle eletrônico de estabilidade e tração e um sistema de proteção anticapotamento (ARP – Active Rollover Protection) com sensor de deriva, que estima a rolagem da carroceria em função da aceleração lateral e, se necessário, aciona os freios individualmente e reduz a potência do motor para garantir o controle.

O Ford Ka FreeStyle será rival de modelos como o Hyundai HB20X. o Chevrolet ONix Activ e ainda o Renault Sandero Stepway. Talvez no ano que vem, outro modelo aventureiro pode chegar ao Brasil para aumentar essa concorrência: o Fiat Argo aventureiro.
A central multimídia com tela de 6,5 polegadas tem acabamento em preto perolizado que não deixa marcas das mãos. O console incorpora duas entradas USB iluminadas de carregamento rápido e bandeja para celular.

Ka_FreeStyle_Interior-(1) Ka_FreeStyle_Interior-(21)

 

 

O motor 1.5 do Ka Freestyle tem 128 cv a 6.500 rpm. Com etanol, a potência é de 136 cv e o torque máximo, de 158 Nm.

O modelo custa R$ 63.490 (MT)e R$ 67.990 para o automático de seis marchas.

Ka_FreeStyle_Exterior-(19)

Ford Ka Crash Test

Ford Ka leva nota zero em crash test do LatinNCAP

Compacto fabricado no Brasil foi reprovado no impacto lateral e apresenta segurança pior do que veículos de 20 anos atrás na Europa.

Ford Ka Crash Test

Por Thiago Ventura
Portal DomTotal

Mais um mau resultado para o consumidor brasileiro no quesito segurança veicular. O Programa de Avaliação de Veículos Novos para a América Latina e o Caribe, o LatinNCAP, revelou nessa quarta-feira que o Ford Ka recebeu zero estrela de cinco possíveis no tocante à proteção ao passageiros adultos. Já na Proteção do Ocupante Infantil, foram três estrelas.

Em 2015 o carro foi avaliado com quatro estrelas. No entanto, agora com o teste de impacto lateral e com os novos protocolos de segurança, a nova nota foi bem pior, mesmo com airbag duplo.

O Ka apresentou um desempenho pobre no teste de impacto lateral, mostrando níveis altos de lesões no peito do ocupante adulto, penetração profunda do pilar B no habitáculo e abertura da porta. O Ka não proporciona dispositivos de absorção de energia de impacto lateral em sua estrutura nem no painel interior nas portas.

Assista ao vídeo:

Levando em conta os resultados dos testes, o Ka não foi aprovado conforme a norma básica de proteção contra impactos laterais das Nações Unidas (UN95), obrigatória na Europa desde 1995. Ou seja, apesar de regular dentro das normas brasileiras, mostra-se mais inseguro que um carro europeu de 20 anos atrás.

A proteção infantil foi aceitável no teste de batida. Contudo, o modelo não oferece cintos de três pontos em todas as posições, a sinalização de ancoragens ISOFIX é deficiente e não conta com a possibilidade de desligar o airbag do passageiro na hora de instalar um Sistema de Retenção Infantil (SRI) olhando para trás, motivos adicionais para a redução da pontuação. A porta traseira direita foi aberta no teste de impacto lateral, expondo os passageiros crianças a riscos maiores.