Arquivo da tag: híbrido

Toyota Corolla 2020 - Carro Esporte Clube DomTotal (9)

Toyota lança Corolla 2020 com o primeiro motor híbrido flex do mundo

Sedã médio mais vendido no Brasil está com visual totalmente renovado e com novos motores.  Toyota Corolla 2020 parte dos R$ 99,9 mil

Toyota Corolla 2020 - Carro Esporte Clube DomTotal (1)

Por Thiago Ventura

Marca japonesa lançou a nova geração do Corolla, sedã médio mais vendido no Brasil que tem como a principal novidade a versão híbrida: trata-se do primeiro carro híbrido flex de produção em série do mundo! Essa opção vai fazer com que o modelo médio tenha consumo melhor do que carro popular: até 16,3 km/l na cidade.

Construído na plataforma TNGA, está com design completamente alterado no exterior e interior. Além disso, a nova construção aumentou a rigidez do sedã em 60%, tanto que a Toyota garante que vai ter nota máxima no crash test do LatinNCAP.

Toyota Corolla 2020 - Carro Esporte Clube DomTotal (7)

O Corolla 2020 possui 4.630 mm de comprimento (+10 mm em relação à geração anterior), 1.780 mm de largura (+5 mm) e 1.455 mm de altura (-20 mm), enquanto a distância entre eixos se manteve a mesma, ou seja, 2.700 mm, e o volume do porta-malas também, de 470 litros. Já o tanque de combustível comporta 50 litros nas versões a combustão e 43 litros na versão híbrida.

Além disso, algumas mudanças contribuíram muito na melhoria aerodinâmica do carro e no campo de visão dos passageiros, como a parte detrás do capô do motor que teve sua altura reduzida em 35 mm, enquanto a superfície do porta-malas abaixou em 20 mm.

Toyota Corolla 2020 - Carro Esporte Clube DomTotal (10)

Toyota Corolla 2020 - Carro Esporte Clube DomTotal (12)

Motores

O Toyota Corolla será vendido com duas opções de motores, todos novos. Desde a versão de entrada, vem com o 2.0L Dynamic Force Dual VVT-iE 16V DOHC de ciclo Atkinson Flex, que rende 177 cv de potência a 6.600 rpm, quando abastecido com etanol, e 169 cv, a 6.600 giros, com gasolina. O torque máximo abastecido com etanol ou gasolina é 209 Nm a 4.400 rpm.

Ele é acoplado com transmissão automática Direct Shift CVT, com dez marchas simuladas. Os engenheiros da Toyota acoplaram uma engrenagem mecânica que atua na arrancada do veículo, melhorando a aceleração do veículo em 1ª marcha.

 

Toyota Corolla 2020 - Carro Esporte Clube DomTotal (8)

Mas a grande novidade é o sistema híbrido, que combina um bloco a combustão flex e dois elétricos. O conjunto é composto por um 1.8L VVT-i 16V de ciclo Atkinson flex, com 101 cv de potência a 5.200 giros quando abastecido com etanol, e 98 cv também a 5.200 rpm, quando abastecido com gasolina, e 142 Nm de torque a 3.600 rpm (abastecido com etanol ou gasolina). Esse motor funciona em conjunto com dois motores elétricos (MG1 e MG2) de 72 cv de potência e 162 Nm de torque. A potência combinada é de 123 cv e torque,

A transmissão hybrid transaxle CVT funciona através de planetária com engrenagem, praticamente eliminando perdas e atritos. O híbrido tem ainda sistema de freios regenerativos, que acumula a energia cinética gerada pelas frenagens e a transforma em energia elétrica, alimentando a bateria híbrida.

Toyota Corolla 2020 - Carro Esporte Clube DomTotal (6)

A bateria híbrida de níquel-hidreto metálico, responsável por alimentar o motor elétrico do Corolla, está localizada embaixo do banco traseiro, contribuindo para a redução do centro de gravidade e aprimorando a estabilidade na condução do veículo, sem comprometer o espaço interno para os ocupantes.

Segundo testes feitos pelo Inmetro, o Corolla híbrido é capaz de rodar 14,5 km/l na estrada e 16,3 km/l na cidade quando abastecido com gasolina. Com etanol, o modelo roda 9,9 km/l na estrada e 10,9 km/l na cidade. Achou estranho? Carros híbridos são mais econômicos na cidade porque o motor elétrico é mais utilizado no arranca e para.

Versões

O Toyota Corolla 2020 é vendido nas versões GLi, XEi e Altis. A esportiva XRS saiu de linha nessa nova geração. Desde a versão de entrada GLi o modelo conta com ar-condicionado manual, banco do motorista com regulagem para seis ajustes – altura, distância e inclinação – (também disponível na versão Altis híbrida), direção eletroassistida progressiva (EPS), computador de bordo com tela TFT de 4,2”, vidros dianteiros e traseiros com acionamento elétrico por um toque e função antiesmagamento e sistema de áudio central multimídia Toyota Play com tela sensível ao toque de 8”, rádio AM/FM, função MP3, entrada USB, Bluetooth, conexão para smartphones e tablets com Android Auto, Apple CarPlay e SDL.

Toyota Corolla 2020 - Carro Esporte Clube DomTotal (9)

Toyota Corolla 2020 - Carro Esporte Clube DomTotal (3)

Ainda desde a versão de entrada, vem com com sete airbags, freios ABS com BAS e EBD, câmera de ré com linhas de distância com projeção na central multimídia, sistema ISOFIX para fixação de cadeirinhas no banco traseiro com ancoragem de três pontos, controle de estabilidade (VSC), tração (TRC) e assistente de partida em rampa (HAC), dentre outros.

Já a XEi, a mais vendida, acrescenta ar-condicionado automático, controle de velocidade de cruzeiro, modo de seleção de condução Sport, paddle shift, sistema de destravamento das portas por sensores na chave (Smart Entry), sistema de partida por botão (Start Button/Push Start), faróis de neblina dianteiros em LED e espelho retrovisor interno eletrocrômico.

A Altis 2.0L Dynamic Force adota faróis dianteiros em LED e o exclusivo pacote de segurança ativa Toyota Safety Sense, que inclui Sistema de Alerta de Mudança de Faixa (Lane Departure Alert – LDA), Controle de Velocidade de Cruzeiro Adaptativo (ACC), Farol Alto Automático (Auto High Beam – AHB), e Assistente de Pré-Colisão (Pre-Crash System – PCS) com alerta sonoro e visual e, se necessário, frenagem automática (comandos podem ser controlados também pelo volante).

Toyota Corolla 2020 - Carro Esporte Clube DomTotal (8)

O Corolla 2020 Altis 2.0 tem o pacote premium de série: ar-condicionado automático Dual Zone com sistema S-Flow, banco do motorista com regulagem elétrica para oito ajustes (altura, distância, inclinação ou altura com distância), espelhos retrovisores externos eletro-retráteis com regulagem elétrica e rebatimento automático ao fechar o veículo, teto solar elétrico, limpador do pára-brisa com sensor de chuva e faróis e lanternas traseiras em LED.

O híbrido é vendido apenas na versão Altis, mas SEM esse pacote e não conta com paddle shift no volante. Para deixá-lo completão, o cliente terá que desembolsar R$ 6 mil extras, fazendo o preço final do carro chegar nos R$ 130.990.

Toyota Corolla 2020 - Carro Esporte Clube DomTotal (4)

Toyota Corolla 2020 - Carro Esporte Clube DomTotal (11)

Cores e garantia

Produzido em Indaiatuba (SP), o Corolla 2020 é fruto do investimento de R$ 1 bilhão da marca no Brasil. O modelo será lançado com garantia exclusiva de cinco anos, tanto para a versão 2.0L Dynamic Force, quanto para a versão híbrida flex. ‘

As cores disponíveis para o Novo Corolla são Branco Polar (sólido), Branco Perolizado, além das cores metálicas: Preto Eclipse, Prata Supernova, Vermelho Granada, Marrom Urban e a nova e exclusiva cor Cinza Celestial.

Tabela de Preços Toyota Corolla 2020

Tabela de Preços:
Corolla GLi R$ 99.990
Corolla XEi R$ 110.990
Corolla Altis R$ 124.990
Corolla Altis híbrido flex R$ 124.990
Corolla Altis híbrido R$ 130.990 (com pacote premium)

Toyota Corolla 2020 - Carro Esporte Clube DomTotal (2)

Toyota Corolla 2020 - Carro Esporte Clube DomTotal (5)

 

Desenvolvimento do motor híbrido flex reuniu engenheiros do Brasil e Japão.

Toyota Corolla 2020 será o primeiro carro híbrido flex do mundo

Nova geração do sedã-médio mais vendido no mercado brasileiro chega em outubro com inédita versão híbrida

Desenvolvimento do motor híbrido flex reuniu engenheiros do Brasil e Japão.
Desenvolvimento do motor híbrido flex reuniu engenheiros do Brasil e Japão.

A Toyota anunciou nesta quarta-feira o lançamento do primeiro carro híbrido flex do mundo. A nova geração do sedã-médio Corolla chega ao mercado brasileiro no último trimestre deste ano e terá opção pelo conjunto com motor que roda com gasolina e etanol associado a um motor elétrico. O desenvolvimento do produto faz parte do investimento de R$ 1 bilhão anunciado em setembro de 2018. O novo Corolla segue em produção na fábrica de Indaiatuba (SP).

O Corolla 2020 é montado sobre a plataforma TNGA (Toyota New Global Architecture, ou Nova Arquitetura Global da Toyota, em tradução para o português), a mesma utilizada pelo híbrido Prius, o SUV compacto C-HR e o sedã grande Camry. Com essa motorização, o Novo Corolla será o carro movido a etanol mais eficiente do País e o híbrido mais limpo do planeta.

A nova geração do Corolla tem previsão de chegada às concessionárias brasileiras no último trimestre de 2019. Para os mercados latino-americanos onde o veículo é exportado – Argentina, Paraguai, Uruguai, Chile, Peru e Colômbia – a Toyota planeja sua comercialização a partir do primeiro semestre de 2020.

Presidente da Toyota do Brasil, Rafael Cheng, e o governador de São Paulo, João Doria, exibem o novo Corolla.
Presidente da Toyota do Brasil, Rafael Cheng, e o governador de São Paulo, João Doria, exibem o novo Corolla.

O projeto do motor híbrido flex começou em meados de 2015 e envolveu equipes de engenharia do Brasil e do Japão. Em março de 2018, a Toyota anunciou os testes de rodagem com um protótipo híbrido flex no Brasil construído sobre a plataforma de um modelo Prius.

De acordo com estudos feitos pela Toyota do Brasil, o motor híbrido flex, quando abastecido com etanol, possui um dos mais altos potenciais de abatimento da emissão de CO2. Isso leva em conta todo o ciclo de vida do etanol, desde que o biocombustível é extraído da cana-de-açúcar, passando pela disponibilidade nas bombas de abastecimento e sua queima no processo de combustão do motor.

Toyota-Corolla_Sedan_EU-Version-2019-1600-2f

Corolla no Brasil

O Corolla 2020 terá 4,64m de comprimento, 1,78m de largura e 1.42 de altura. A distância entre eixos se mantém nos 2.70m. A 12ª geração já está em oferta nos mercados europeu e americano. O design do carro no Brasil seguirá o do europeu; nos Estados Unidos o carro é destinado a um público mais jovem, por isso tem visual mais arrojado.

As primeiras unidades do Corolla desembarcaram no Brasil em 1994, quatro anos após o início da abertura de importação no segmento de automóveis no País. Tais mudanças na legislação brasileira em relação ao comércio internacional de veículos assegurou a chegada do Corolla no território nacional, importadas do Japão.

O aumento constante da demanda apoiou o plano da fabricante para viabilizar sua produção local a partir de 1998, na mesma unidade localizada em Indaiatuba (SP). Desde então, com mais de 1 milhão de unidades produzidas no País, o Corolla vem se destacando como um dos veículos de maior sucesso do Brasil. Nos últimos anos, ele mantém a liderança absoluta entre todos os sedãs médios no mercado nacional, com uma fatia de mercado superior a 40%.

Toyota-Corolla

flex-2

Toyota testa no Brasil primeiro carro flex híbrido do mundo

Modelo utiliza um motor elétrico e um bloco a gasolina e etanol. Toyota Prius flex híbrido vai fazer viagem de teste de 1.500 km

Toyota-Prius-flex-hybrid-2018

Marca japonesa revelou nesta semana o  primeiro protótipo de veículo híbrido equipado com motor de combustão interna flexfuel. Os engenheiros utilizam um Prius,  que combina um propulsor elétrico e outro flexível a gasolina e etanol.

Equipes de engenharia do Brasil e do Japão tentam extrair o potencial máximo de cada solução: alta eficiência, baixíssimos níveis de emissões e capacidade de reabsorção dos impactos de gás carbono, ao utilizar combustível oriundo de fonte 100% renovável.  Ainda não há data para quando o modelo possa chegar ao mercado.

Estudos preliminares realizados pela Toyota do Brasil apontam que o híbrido flex possui um dos mais altos potenciais de compensação e reabsorção na emissão de CO2 gerado desde o início do ciclo de uso do etanol extraído da cana-de-açúcar, passando pela disponibilidade nas bombas de abastecimento e sua queima no processo de combustão do carro. Quando abastecidos apenas com etanol (E100), os resultados se mostraram ainda mais promissores.

flex-2

Testes

No primeiro momento, o veículo percorrerá um trecho de mais de 1.500 quilômetros entre os estados de São Paulo e Distrito Federal, colocando à prova a durabilidade do carro em percursos desta natureza, para avaliar o conjunto motor-transmissão, quando abastecidos com etanol, nas estradas brasileiras.

A partir daí, novos dados serão coletados. Eles informarão a performance do carro e servirão para possíveis ajustes, com objetivo de buscar o balanço ideal de todo o conjunto.

“ A Toyota acredita que o híbrido flex, quando produzido em escala comercial, possibilitará a reabertura de um novo período de aprimoramento técnico de toda a cadeia automotiva”, declara Rafael Chang, presidente da Toyota do Brasil.

“A inovação demonstra que a Toyota segue a passos firmes rumo à jornada em prover uma nova sociedade de mobilidade”, diz Steve St.Angelo, CEO da Toyota para América Latina e Caribe e Chairman da Toyota do Brasil, Argentina e Venezuela.