Blog DIREITO / EXAME DA OAB

Exame de Ordem: Roteiro para a segunda etapa!

02/09/2015 12:40:21
teste string(9895) "

Durante o período preparatório para o exame de ordem, seja para a primeira ou segunda etapa, o examinando tem por hábito buscar todos os meus de informação sobre a prova, principalmente na internet, que apresenta excelentes dicas, mas há também alguns comentários maliciosos, e equivocados, sobretudo em redes sociais, o que infelizmente induz a erro.

Buscando auxilia-los, sejam aqueles que já acompanham este blog, ou mesmo aqueles que nos visita pela primeira vez, foi elaborado um roteiro que espero auxilia-los contra  possíveis e comuns erros no dia do exame ou mesmo no traçar de uma estratégia para otimizar tempo e evitar transtornos!

CUIDADOS DURANTE A PROVA

1- Cuide para não incorrer na tentação de assinar, rubricar ou identificar de qualquer forma sua peça profissional/questão. Se a peça requer ao final a assinatura, indique apenas “ADVOGADO” e não assine!! NÃO ASSINE! (Foi só pra reforçar que ficou claro! Dêem uma olhada no que diz o item 3.5.8 “3.5.8 Na elaboração dos textos da peça profissional e das respostas às questões práticas, o examinando deverá incluir todos os dados que se façam necessários, sem, contudo, produzir qualquer identificação além daquelas fornecidas e permitidas no caderno de prova. Assim, o examinando deverá escrever o nome do dado seguido de reticências (exemplo: “Município…”, “Data…”, “Advogado…”, “OAB…”, etc.). A omissão de dados que forem legalmente exigidos ou necessários para a correta solução do problema proposto acarretará em descontos na pontuação atribuída ao examinando nesta fase.”).
Qualquer indício de que o examinando tentou identificar o caderno de questões terá como consequência a anulação da prova! E não é o que queremos, certo? Importante também é não escrever além das margens da folha, os corretores podem não interpretar muito bem isso!

2- Como não é possível pedir outra folha de respostas, abuse (sem perder a noção do tempo) do rascunho (este caderno – de rascunho) poderá ser levado por você no final da prova, se obedecido o tempo mínimo de permanência em sala. Passe para a folha de respostas apenas a resposta convicta, não fique rasurando. Pode zerar sua questão

3- Capriche na letra! Não precisa ser um convite de casamento com fonte Times New Roman… mas dá uma caprichada. Letras arredondadas e que não dê muita dificuldade ao corretor. Pense bem… são muitas provas a serem corrigidas, uma letra legível e com o mínimo necessário de capricho é como um oásis para o corretor no meio de um deserto de garranchos rs. E convenhamos, vamos deixa-lo feliz em não nervoso com a letra. O conteúdo é sim o mais importante, mas a forma, neste caso é importantíssimo. Certamente será um fator a seu favor. Nada de letra de médico!

Letra de Médico

4- Se não sabe a questão, reflita! Busque no código (material permitido), mas NÃO DÊ UMA DE ENCHER LINGUIÇA! Muito menos banque o espertinho e responda com ironia! sabendo que nesse último caso, conforme o Item 3.5.5 do edital, há a possibilidade de zerar a questão.

Caso tenha dificuldade em uma questão, deixe ela para o final, faça aquelas que você tem maiores conhecimentos e volte depois a essa questão “mais difícil”!

O QUE LEVAR NO DIA DA PROVA?

No dia da prova é recomendável que se leve apenas o NECESSÁRIO!
Nada de levar Ipad, Ipod, Iqualquer coisa! É só o que você precisa! (Estou abusando da pontuação de exclamação propositalmente… !).

1- O Edital pede pra chegar com 1 hora de antecedência. Se você mora em cidades onde o trânsito é caótico, chegue 1 hora e meia antes. Não custa prevenir. Não precisa chegar as 8h, a prova será apenas as 14h. Evite a espera excessiva (só vai aumentar o stress e nervosismo), mas também não queira fazer a prova na adrenalina e chegar junto com o porteiro (que está indo fechar o portão).

2- Leve Caneta Esferográfica (Preta ou azul) em material transparente, Documento com Foto (Não vale carteirinha do clube e nem xerox… documento com foto, original e recente pra não ter dor de cabeça. Se quiser tirar dúvida sobre os documentos, consulte o item 3.6.6 do edital, ele cita exemplos.)

3- Caso queira leve um lanche bem leve, como uma barra de cereais, balas e uma garrafa com água.

4- No dia da prova, quando já estiver sentado em seu lugar, um fiscal passará recolhendo as impressões digitais dos candidatos (Polegar Direito, ou outro dedo na impossibilidade daquele) que serão colhidas na própria folha de respostas.

Quais os materiais permitidos?

PODE

Vade mecum permitido 1

Vade mecum permitido 2Permitido 1

O que não pode?

NÃO-PODE

Exemplos fornecidos pela organizadora de procedimentos e marcações PROIBIDAS:

Não pode exemplo

IMPORTANTE:

Grande confusão está sendo PROPALADA pelo fato de que neste atual certame há expressa previsão de proibição do uso de MARCA TEXTO/GRIFA TEXTO de forma a estrutura peças!

Pessoal, não é motivo para se desesperar. Tal previsão, ainda que não fosse explícita anteriormente, já era válida! Na situação de um fiscal de sala verificar que, no material permitido, há estrutura de peças identificáveis… a consequência é a mesma.

Como menciono durante as aulas e até mesmo por aqui, um hábito interessante é que cada um assimile em seus estudos algumas cores que possam lhe identificar a peça (mas é subjetivo, não é uma estrutura explícita). Por exemplo: Cor Azul tem relação com Liberdade; Cor Vermelha, com qualquer tipo de restrição à liberdade; Cor Laranja com “Dever de Indenizar”, etc (Tudo a depender da área de opção em 2a fase e, repito, a preparação para a prova).

Por certo que tentar fazer esta relação às vésperas da prova será algo desastroso e de benefício muito duvidoso: além de diversas preocupações você ainda terá que lembrar o que significa cada cor.

Resumindo, não se desesperem. Pequeno detalhe que já era implícito há tempos!

“Os examinandos deverão comparecer no dia de realização da prova prático-profissional já com os textos de consulta com as partes não permitidas devidamente isoladas por grampo ou fita adesiva, de modo a impedir sua utilização, sob pena de não poder consultá-los. O examinando que, durante a aplicação das provas, estiver portando e/ou utilizando material proibido, ou se utilizar de qualquer expediente que vise burlar as regras deste edital, especialmente as concernentes aos materiais de consulta, terá suas provas anuladas e será automaticamente eliminado do Exame.”

"

Durante o período preparatório para o exame de ordem, seja para a primeira ou segunda etapa, o examinando tem por hábito buscar todos os meus de informação sobre a prova, principalmente na internet, que apresenta excelentes dicas, mas há também alguns comentários maliciosos, e equivocados, sobretudo em redes sociais, o que infelizmente induz a erro.

Buscando auxilia-los, sejam aqueles que já acompanham este blog, ou mesmo aqueles que nos visita pela primeira vez, foi elaborado um roteiro que espero auxilia-los contra  possíveis e comuns erros no dia do exame ou mesmo no traçar de uma estratégia para otimizar tempo e evitar transtornos!

CUIDADOS DURANTE A PROVA

1- Cuide para não incorrer na tentação de assinar, rubricar ou identificar de qualquer forma sua peça profissional/questão. Se a peça requer ao final a assinatura, indique apenas “ADVOGADO” e não assine!! NÃO ASSINE! (Foi só pra reforçar que ficou claro! Dêem uma olhada no que diz o item 3.5.8 “3.5.8 Na elaboração dos textos da peça profissional e das respostas às questões práticas, o examinando deverá incluir todos os dados que se façam necessários, sem, contudo, produzir qualquer identificação além daquelas fornecidas e permitidas no caderno de prova. Assim, o examinando deverá escrever o nome do dado seguido de reticências (exemplo: “Município…”, “Data…”, “Advogado…”, “OAB…”, etc.). A omissão de dados que forem legalmente exigidos ou necessários para a correta solução do problema proposto acarretará em descontos na pontuação atribuída ao examinando nesta fase.”).
Qualquer indício de que o examinando tentou identificar o caderno de questões terá como consequência a anulação da prova! E não é o que queremos, certo? Importante também é não escrever além das margens da folha, os corretores podem não interpretar muito bem isso!

2- Como não é possível pedir outra folha de respostas, abuse (sem perder a noção do tempo) do rascunho (este caderno – de rascunho) poderá ser levado por você no final da prova, se obedecido o tempo mínimo de permanência em sala. Passe para a folha de respostas apenas a resposta convicta, não fique rasurando. Pode zerar sua questão

3- Capriche na letra! Não precisa ser um convite de casamento com fonte Times New Roman… mas dá uma caprichada. Letras arredondadas e que não dê muita dificuldade ao corretor. Pense bem… são muitas provas a serem corrigidas, uma letra legível e com o mínimo necessário de capricho é como um oásis para o corretor no meio de um deserto de garranchos rs. E convenhamos, vamos deixa-lo feliz em não nervoso com a letra. O conteúdo é sim o mais importante, mas a forma, neste caso é importantíssimo. Certamente será um fator a seu favor. Nada de letra de médico!

Letra de Médico

4- Se não sabe a questão, reflita! Busque no código (material permitido), mas NÃO DÊ UMA DE ENCHER LINGUIÇA! Muito menos banque o espertinho e responda com ironia! sabendo que nesse último caso, conforme o Item 3.5.5 do edital, há a possibilidade de zerar a questão.

Caso tenha dificuldade em uma questão, deixe ela para o final, faça aquelas que você tem maiores conhecimentos e volte depois a essa questão “mais difícil”!

O QUE LEVAR NO DIA DA PROVA?

No dia da prova é recomendável que se leve apenas o NECESSÁRIO!
Nada de levar Ipad, Ipod, Iqualquer coisa! É só o que você precisa! (Estou abusando da pontuação de exclamação propositalmente… !).

1- O Edital pede pra chegar com 1 hora de antecedência. Se você mora em cidades onde o trânsito é caótico, chegue 1 hora e meia antes. Não custa prevenir. Não precisa chegar as 8h, a prova será apenas as 14h. Evite a espera excessiva (só vai aumentar o stress e nervosismo), mas também não queira fazer a prova na adrenalina e chegar junto com o porteiro (que está indo fechar o portão).

2- Leve Caneta Esferográfica (Preta ou azul) em material transparente, Documento com Foto (Não vale carteirinha do clube e nem xerox… documento com foto, original e recente pra não ter dor de cabeça. Se quiser tirar dúvida sobre os documentos, consulte o item 3.6.6 do edital, ele cita exemplos.)

3- Caso queira leve um lanche bem leve, como uma barra de cereais, balas e uma garrafa com água.

4- No dia da prova, quando já estiver sentado em seu lugar, um fiscal passará recolhendo as impressões digitais dos candidatos (Polegar Direito, ou outro dedo na impossibilidade daquele) que serão colhidas na própria folha de respostas.

Quais os materiais permitidos?

PODE

Vade mecum permitido 1

Vade mecum permitido 2Permitido 1

O que não pode?

NÃO-PODE

Exemplos fornecidos pela organizadora de procedimentos e marcações PROIBIDAS:

Não pode exemplo

IMPORTANTE:

Grande confusão está sendo PROPALADA pelo fato de que neste atual certame há expressa previsão de proibição do uso de MARCA TEXTO/GRIFA TEXTO de forma a estrutura peças!

Pessoal, não é motivo para se desesperar. Tal previsão, ainda que não fosse explícita anteriormente, já era válida! Na situação de um fiscal de sala verificar que, no material permitido, há estrutura de peças identificáveis… a consequência é a mesma.

Como menciono durante as aulas e até mesmo por aqui, um hábito interessante é que cada um assimile em seus estudos algumas cores que possam lhe identificar a peça (mas é subjetivo, não é uma estrutura explícita). Por exemplo: Cor Azul tem relação com Liberdade; Cor Vermelha, com qualquer tipo de restrição à liberdade; Cor Laranja com “Dever de Indenizar”, etc (Tudo a depender da área de opção em 2a fase e, repito, a preparação para a prova).

Por certo que tentar fazer esta relação às vésperas da prova será algo desastroso e de benefício muito duvidoso: além de diversas preocupações você ainda terá que lembrar o que significa cada cor.

Resumindo, não se desesperem. Pequeno detalhe que já era implícito há tempos!

“Os examinandos deverão comparecer no dia de realização da prova prático-profissional já com os textos de consulta com as partes não permitidas devidamente isoladas por grampo ou fita adesiva, de modo a impedir sua utilização, sob pena de não poder consultá-los. O examinando que, durante a aplicação das provas, estiver portando e/ou utilizando material proibido, ou se utilizar de qualquer expediente que vise burlar as regras deste edital, especialmente as concernentes aos materiais de consulta, terá suas provas anuladas e será automaticamente eliminado do Exame.”

Comentários