Blog O cinema é

Game of Thrones | The Last of the Starks – S08E04

06/05/2019 17:53:52

De volta às origens

 

review s08E04 got the last of the starks

!SPOILER ALERT!

Depois da grande vitória sobre o Rei da Noite e seu exército de mortos, todo mundo parece estar “voltando ao normal”. Passada a ameaça de destruição total e do desaparecimento da própria memória da humanidade – já que Bran, ou Corvo de Três Olhos, sobreviveu -, as velhas rivalidades e personalidades voltaram a dar o ar de sua graça.

The Last of the Starks, quarto episódio da oitava temporada de Game of Thrones, que começou com a cena comovente do enorme funeral, foi como o despertar de um longo pesadelo em que um inimigo poderoso obriga a alianças forçadas. E esse despertar trouxe com ele as lembranças de quem é cada personagem. Saímos de uma fase platônica (em que heróis sobrevivem, vilões são derrotados e os relacionamentos têm um happy end), de volta para o maquiavelismo que marca toda a história. Inimigos serão inimigos.

Arya e Gendry

Dany, em um de seus bons atos, legitimou o filho bastardo de Robert, Gendry, tornando-o um Baratheon e lhe entregando a senhoria de Ponta Tempestade. O ferreiro agora é o Lorde de uma das casas mais poderosas dos Sete Reinos, que estava sem liderança desde a morte de Renly. Foi bastante legal da parte da rainha dos dragões.

E quem achou que Arya iria aceitar o pedido de casamento do moço se enganou redondamente ou então não conhece a garota! Na verdade, teria sido um vacilo de roteiro muito grande se ela tivesse aceitado… Não seria a Arya e iria contra todos os princípios da personagem. Mas foi bonitinha a cena!

E no final, ela cai na estrada com Cão de Caça novamente, para ajudar na guerra iminente em Porto Real. Afinal, ainda falta um nome da longa lista da filha mais nova de Ned Stark: Cersei.

Jaime e Brienne

Um relacionamento muito esperado pelos fãs era o de Jaime e Brienne, ainda mais depois daquela cena emocionante no segundo episódio em que ele a transformou em cavaleira… E ontem, numa cena muito tocante, os dois finalmente tiveram um momento íntimo, com direito até a piadinha do Tyrion depois! Mesmo assim, seria estranho pensar numa coisa duradoura entre os dois, assim como numa amizade entre Jaime e os Stark…

O homem já mostrou que pelo menos tem um pouco mais de escrúpulos do que a irmã gêmea, mas ele não é um bom homem, como afirmou Brienne. E ele reconheceu isso. O Regicida teve seus momentos de honra (momentos que parecem acontecer somente quando ele está perto de Brienne e, eventualmente, de Tyrion), mas sempre acaba voltando para Cersei, como fez novamente no episódio de ontem, ao deixar Winterfell, de volta a Porto Real. Não tem jeito. É ela que ele ama, aceitem.

No cenário maquiavélico, Cersei acabará perdoando sua deserção (como também sempre faz) e eles ficarão novamente do mesmo lado.

got s8ep4

Jon e Daenerys

Confesso que me surpreendeu ver Dany confessando e literalmente implorando pelo amor de um homem. Como ela mesma disse, não é do feitio dela fazer isso. Depois da morte de Drogo, ainda na primeira temporada, a garota simplesmente fechou seu coração e não se permitiu amar mais ninguém – haja vista a frieza com que dispensou Daario Naharis depois de o mercenário ter confessado todo seu amor por ela e prometido segui-la aonde quer que ela fosse. Sendo assim, aconteça o que acontecer, agora sabemos que ela realmente ama Jon.

Apesar disso, nem por esse amor ela vai abrir mão do Trono de Ferro, que se tornou o propósito de toda a sua vida. E mesmo com a cooperação de Jon, que realmente não quer ser rei e prefere manter o joelho dobrado para Dany, a reivindicação dele é mais forte e não dependerá somente de sua vontade caso todos descubram sua verdadeira identidade.

Só que mais uma vez, Jon agiu como um verdadeiro filho de Ned Stark, colocando a honra acima de tudo… até do amor que sente pela tia/amante. Dany pediu que ele mantivesse seu nome em segredo absoluto, mas ele não consegue esconder a verdade de suas irmãs, colocando em risco, ou melhor, enterrando de vez seu relacionamento com Dany, e talvez estragando de vez a oportunidade de a garota se sentar no Trono de Ferro, caso Cersei seja derrotada.

A conversa entre Tyrion e Varys no navio e depois em Pedra do Dragão, aliás, resumiu muito bem a situação… Jon seria um rei melhor – é o que diz o bom senso, pelo menos -, e Daenerys jamais aceitaria dividir o poder, porque já se tornou muito autoritária e não gosta de ter suas ações contestadas… Somente a morte de um deles, dos dois ou de todos resolveria a questão sem que mais problemas surjam.

Conclusão

The Last of the Starks não foi um episódio de muita ação (o que mais uma vez desagradou os fãs), mas duas mortes terríveis aconteceram. A primeira foi a de Rhaegal. O dragão foi morto por Euron Greyjoy numa cena muito triste em que a frota de Daenerys também foi destruída pela do homem de ferro. Greyjoy agora está se achando, mas não sabe com quem está se metendo: Cersei é uma das personagens mais ardilosas de toda a história e pode descartá-lo com a mesma facilidade com que ele atirou a flecha em Rhaegal deixando a rainha dos dragões com apenas um dragão.

game-of-thrones-episodio-4-temporada-8

Mas a cena mais tensa foi a da morte de Missandei. A última palavra pronunciada pela melhor amiga de Dany antes de ter a cabeça cortada vai provocar muito mais confusão do que todos estão esperando. Ela despertou o pior dragão de todos, e eu não estou falando de Drogon, mas sim de uma certa Targaryen de cabelos prateados. Dracarys!

 

Comentários