Blog O cinema é

Velozes e Furiosos: Hobbs & Shaw é muito mais do que um spin-off

01/08/2019 15:46:22
teste string(4400) "

Filme do diretor David Leitch funciona tão bem que quase supera a franquia principal

hobbs e shaw apontam um para o outro

Era para ser uma coisa diferente de ‘Velozes e Furiosos’, uma coisa mais divertida. Essa foi a missão que David Leitch se propôs ao filmar Velozes e Furiosos: Hobbs & Shaw, um spin-off de uma das franquias de ação mais famosas do cinema. E se a ideia é essa, a missão foi cumprida com louvor.

Longe de ser somente um braço de uma história que o público já está cansado de conhecer, Hobbs & Shaw funciona tão bem que ganha vida própria, trazendo novos ares para seu corpo principal.

O gênero não mudou, é claro, é ação desde o primeiro minuto até o final dos créditos, mas o roteiro cheio de momentos engraçados que arrancam boas gargalhadas do espectador, dão um tempero todo especial na história.

O policial grandalhão Hobbs (Dwayne Johnson) e o ex-agente da elite militar britânica Shaw (Jason Statham) já eram conhecidos do público desde ‘Velozes e Furiosos 7’ e agora voltam para integrar o trio protagonista da história, junto com Hattie (Vanessa Kirby). A química dos três só serve para dar mais força ainda ao universo criado por Leitch.

hobbs e shaw trio

O enredo é simples: dois agentes são recrutados para impedir que o vilão geneticamente modificado Brixton Lore (Idris Elba) destrua a humanidade liberando um super vírus no ar. Mas quem disse que de algo simples não pode sair um sucesso? Basta um roteiro de qualidade e dinâmico e a mágica acontece.

As cenas de fuga e perseguição repletas de peripécias inverossímeis nos fazem lembrar de James Bond, Ethan Hunt e Jason Bourne. Elas fazem sorrir quando Hobbs pula de um prédio para aterrissar num elevador externo em movimento ou quando segura um helicóptero no muque (o que na verdade nem parece tão inverossímil assim quando olhamos para o tamanho do The Rock – não é à toa esse apelido de Dwayne Johnson!).

hobbs e shaw em cartaz

Mas a menina dos olhos de Hobbs & Shaw é mesmo Vanessa Kirby. A atriz de ‘The Crown’ dá um show na telona e mostra que veio para ficar. Hattie seria apenas mais um instrumento da história – a mulher que injetou o vírus no próprio corpo para impedir que Brixton o pegasse -, mas Kirby transformou a personagem na roda propulsora do enredo. Hobbs e Shaw são muito bons juntos, mas sem Hattie, não chegariam no nível que alcançaram. Ela se tornou essencial e o público sem dúvida vai pedir sua presença nos próximos filmes da franquia.

E se você é fã de cultura pop, vai gostar muito das várias menções a ‘Game of Thrones’ e ‘O Senhor dos Anéis’.

Velozes e Furiosos: Hobbs & Shaw com certeza vale o ingresso.

"

Filme do diretor David Leitch funciona tão bem que quase supera a franquia principal

hobbs e shaw apontam um para o outro

Era para ser uma coisa diferente de ‘Velozes e Furiosos’, uma coisa mais divertida. Essa foi a missão que David Leitch se propôs ao filmar Velozes e Furiosos: Hobbs & Shaw, um spin-off de uma das franquias de ação mais famosas do cinema. E se a ideia é essa, a missão foi cumprida com louvor.

Longe de ser somente um braço de uma história que o público já está cansado de conhecer, Hobbs & Shaw funciona tão bem que ganha vida própria, trazendo novos ares para seu corpo principal.

O gênero não mudou, é claro, é ação desde o primeiro minuto até o final dos créditos, mas o roteiro cheio de momentos engraçados que arrancam boas gargalhadas do espectador, dão um tempero todo especial na história.

O policial grandalhão Hobbs (Dwayne Johnson) e o ex-agente da elite militar britânica Shaw (Jason Statham) já eram conhecidos do público desde ‘Velozes e Furiosos 7’ e agora voltam para integrar o trio protagonista da história, junto com Hattie (Vanessa Kirby). A química dos três só serve para dar mais força ainda ao universo criado por Leitch.

hobbs e shaw trio

O enredo é simples: dois agentes são recrutados para impedir que o vilão geneticamente modificado Brixton Lore (Idris Elba) destrua a humanidade liberando um super vírus no ar. Mas quem disse que de algo simples não pode sair um sucesso? Basta um roteiro de qualidade e dinâmico e a mágica acontece.

As cenas de fuga e perseguição repletas de peripécias inverossímeis nos fazem lembrar de James Bond, Ethan Hunt e Jason Bourne. Elas fazem sorrir quando Hobbs pula de um prédio para aterrissar num elevador externo em movimento ou quando segura um helicóptero no muque (o que na verdade nem parece tão inverossímil assim quando olhamos para o tamanho do The Rock – não é à toa esse apelido de Dwayne Johnson!).

hobbs e shaw em cartaz

Mas a menina dos olhos de Hobbs & Shaw é mesmo Vanessa Kirby. A atriz de ‘The Crown’ dá um show na telona e mostra que veio para ficar. Hattie seria apenas mais um instrumento da história – a mulher que injetou o vírus no próprio corpo para impedir que Brixton o pegasse -, mas Kirby transformou a personagem na roda propulsora do enredo. Hobbs e Shaw são muito bons juntos, mas sem Hattie, não chegariam no nível que alcançaram. Ela se tornou essencial e o público sem dúvida vai pedir sua presença nos próximos filmes da franquia.

E se você é fã de cultura pop, vai gostar muito das várias menções a ‘Game of Thrones’ e ‘O Senhor dos Anéis’.

Velozes e Furiosos: Hobbs & Shaw com certeza vale o ingresso.

Comentários