Blog TEOLOGIA

Exaltação da Santa Cruz

11/09/2014 12:31:48

Roteiro Homilético

a-cruz-da-jornada

1ª Leitura: (Nm 214b-9) O sinal salvador levantado diante do povo – A rebeldia do povo tinha sido punida com a praga das serpentes no deserto. Pela intercessão de Moisés, Deus providencia um sinal salvador: uma serpente de metal fundido levantada numa haste: quem levanta com fé os olhos para ela é libertado da praga das serpentes. * 21,8 cf. Sb 16,5ss; Jo 3,13-17; 12,32-33; 19,37.

Salmo responsorial: (Sl 78[77], 1-2.34-35.36-37.38) Punição do povo no deserto.

2ª Leitura: (Fl 2,6-11) Humilhação e exaltação do Senhor – Paulo cita aqui o primeiro hino cristológico conhecido. Ele se inspira no modelo do Servo Padecente (4º cântico do Servo, Is 52,13-53,12), rebaixado pelos homens, elevado por Deus. Na compreensão cristã, essa elevação, da qual a ressurreição é o sinal, permite dar a Jesus o título que na Bíblia indica Deus mesmo: o Senhor (v. 11). Observe-se que o texto é citado numa exortação ao amor fraterno (Fl 2,1-5).

Evangelho: (Jo 3,13-17) O Filho do homem levantado – Jesus pertence ao âmbito de Deus, ele é o Filho do Homem que vem do alto (cf. Dn 7,13-14). Em sua crucificação, levantado ao alto, ele é um sinal da salvação pelo amor de Deus, como a serpente de bronze levantada por Moisés no deserto (cf. 1ª leitura). 3,14 cf. Nm 21,8-9. 3,16 cf. 12,32; Rm 5,8;8,32;1Jo 4,9.

Continue lendo…

 

Comentários