Blog Veículos

Impressão 3D e inteligência artificial ajudam a criar veículos mais leves

04/05/2018 13:57:07

General Motors e Autodesk utilizam tecnologia disruptiva para projetar peças para a nova geração de veículos, mais leves e resistentes

Eliminação da massa em peças onde o material não é necessário gera uma série de benefícios para indústria e usuários.
Eliminação da massa em peças onde o material não é necessário gera uma série de benefícios para indústria e usuários.

Por Thiago Ventura

Uma nova tecnologia de software que utiliza computação em nuvem, impressão 3D e algoritmos baseados em inteligência artificial (IA) é a aposta para projetar a próxima geração de veículos, mais leves e resistentes do que os atuais.  É o que propõe um projeto da General Motors (GM) em parceria com a Autodesk, criadora de programas como o Autocad. Trata-se do método de Design Generativo, que ganha força a cada dia na indústria.

A montadora é a primeira na América do Norte a utilizar o software, que explora rapidamente várias combinações no projeto de peça, gerando centenas de opções de geometrias focadas em alto desempenho, muitas vezes com formas singulares, com base em metas e parâmetros definidos pelo usuário, como peso, resistência de material, método de fabricação e muito mais. O usuário então determina a melhor opção de projeto da peça.

01GM_Innovation_Infographic_03-05-2018

 

 

 

 
A nova tecnologia de design generativo oferece significativamente mais oportunidades de redução de massa e consolidação de peças que não podem ser alcançadas por meio de métodos tradicionais de otimização de projeto. Os engenheiros da GM e da Autodesk aplicaram essa nova tecnologia para produzir uma peça de prova de conceito – um suporte de banco – que é 40% mais leve e 20% mais forte que a peça original. Também consolida oito componentes diferentes em uma peça impressa em 3D.

Como parte de uma parceria, a GM e a Autodesk irão colaborar em projetos envolvendo design na aplicação da tecnologia de abordagem evolutiva de projeto, manufatura aditiva e ciência de materiais. Executivos e engenheiros das duas empresas participarão de uma série de encontros para trocarem ideias, aprendizados e conhecimentos. A GM também tem acesso sob demanda ao portfólio completo de softwares e especialistas técnicos da Autodesk.

Utilizando inteligência artificial e outros recursos, programa cria uma série de opções para a mesma solução.
Utilizando inteligência artificial e outros recursos, programa cria uma série de opções para a mesma solução.

“Tecnologias desse tipo mudam fundamentalmente como o trabalho de engenharia é feito porque o processo de fabricação é incorporado nas opções de projeto desde o início. Os engenheiros poderão explorar centenas de opções de projeto prontas para serem fabricadas e de alto desempenho mais rapidamente do que conseguiriam validar um único design da maneira antiga”, afirma Scott Reese, vice-presidente sênior de produtos de fabricação e construção da Autodesk.

 

A eliminação da massa em peças onde o material não é necessário para o desempenho combinado com a consolidação de peças gera benefícios para os proprietários de veículos, incluindo o potencial de mais espaço interno e conteúdo do veículo, maior autonomia e melhor desempenho do veículo. Ele também abre caminho para novos recursos para os clientes e fornece aos projetistas de veículos uma tela onde podem criar de formas não vistas hoje.

Comparação entre a peça origina e a nova criada pelo software.
Comparação entre a peça origina e a nova criada pelo software.
Comentários