Esporte Copa 2018

01/07/2018 | domtotal.com

Lionel Messi e Cristiano Ronaldo: vidas secas

Mamães argentinas: 'menino, menino, se você não comer tudo, Kylian Mbappé vai te pegar'.

Por Marcos Caldeira*

A partir de hoje, dirão mamães argentinas: “Menino, menino, se você não comer tudinho, se não raspar o prato, Kylian Mbappé vai vir pegar você”. Esse nome acaba de virar correlato de bicho-papão, ganhará verbete em todos os livros de folclore no país de Maradona. Como Cafas Leão, monstro que comia um boi no almoço e uma boiada no jantar, o adolescente francês, 19 anos, engoliu o time de Messi. Fez dois gols, sofreu o pênalti convertido por Griezmann e provocou dois cartões amarelos na seleção bicampeã mundial. No lance que resultou na falta máxima, ele tomou posse da bola no campo de defesa, deu um disparo boltiano, foi deixando adversário para trás e só parou ao ser derrubado na área de Armani. Verdade seja escrita, suspeito de desonestidade aí. Acredito que o francês tenha camuflado duas miniaturas de Ferrari sob as chuteiras e sugiro investigação ao Comitê de Ética Campal da Fifa. A França saiu na frente, tomou a virada e revirou, jogo com belos gols de fora da área. A dois minutos do fim, a Argentina diminuiu para 4 a 3 e nos últimos segundos teve chance de empatar e prorrogar seu infortúnio, mas a bola voou para fora, o que também fará do solo russo a equipe sul-americana. Com justiça, passam os franceses, que têm Paris, Notre Dame, Louvre, Versalhes, Chambord, d'Orsay, Auguste Rodin, Michel de Montaigne e Honoré de Balzac, mas não minha torcida. Quem pensam que são? Alguma coisa eles não podem ter neste mundo.

CRISTIANO RONALDO E LIONEL MESSI: VIDAS SECAS

Melhor do jogo, Cavani fez dois bonitos gols e colocou sua pátria na próxima fase. O tento de Portugal foi marcado pelo naturalizado Pepe, conterrâneo de Graciliano Ramos, alagoano que tomou uma senhora bola nas costas ao escrever em 1921: “O futebol não pega [no Brasil], tenham a certeza”. Indo além, cogitou: “Não seria, porventura, melhor exercitar-se a mocidade em jogos nacionais, sem mescla de estrangeirismo, o murro, o cacete, a faca de ponta, por exemplo?” Outro grande escritor, Lima Barreto também chutou o futebol para fora do estádio, mas estão perdoados pelas grandes obras deixadas. Num dia só, a copa demitiu Cristiano Ronaldo e Messi. Vida seca e triste fim...

POR FALAR EM ESCRITORES…

Sempre que o narrador mencionava o nome de um jogador argentino, substituído hoje no segundo tempo, eu me lembrava de alguns escritores brasileiros vivos. Não sei o motivo, estou tentando descobrir a correlação. O atleta atua no Boca Juniors, é atacante, nasceu em 1996. Chama-se Pavón.

MATA-MATA DEVIA TER SÓ UM JOGO POR DIA

Protesto. A fase mata-mata de uma Copa do Mundo devia ter apenas um jogo por dia, não, como é, dois. Teríamos mais tempo para dissecar a partida e saborear o fracasso das seleções que detestamos. Alô, Gianni Infantino...

O PRAZER DE VER NA TV

Que alegria assistir na TV ao voo da bola no gol do francês Benjamin Pavard, belíssimo chute de fora da área. Tão bom quanto, é ver na Telefunken aquelas cenas de ladrões de dinheiro público algemados, empurrados para a gaiolinha dos camburões por policiais federais armados com metralhadoras. É lindo ver um político sacanalhorda encostando o nariz no assoalho de uma viatura – seja ele de qualquer P, do PT, do PSDB, do PDT, da PQP. Isso é que é Tela Quente, isso é que é Vídeo Show, isso é que Vale a Pena Ver de Novo, isso é que é Fantástico...

O TREM ITABIRANO

*Marcos Caldeira é Diretor de Redação do jornal O Trem Itabirano, de Itabira, Minas Gerais.

TAGS


EMGE

*O DomTotal é mantido pela Escola de Engenharia de Minas Gerais (EMGE). Engenharia Civil conceito máximo no MEC.
Saiba mais!



Outros Artigos

Não há outras notícias com as tags relacionadas.

Comentários