Direito Direito Internacional

12/01/2019 | domtotal.com

Sem receber, controladores de tráfego aéreo processam governo dos EUA em meio a paralisação

Segundo sindicato da categoria, o não pagamento de trabalhadores em meio à paralisação parcial do governo pode colocar a segurança de passageiros em risco.

A paralisação é provocada por um impasse em torno da aprovação de verbas para a construção de um muro na fronteira com o México, uma proposta do presidente Donald Trump.
A paralisação é provocada por um impasse em torno da aprovação de verbas para a construção de um muro na fronteira com o México, uma proposta do presidente Donald Trump. (AFP / Timothy A. Clary)

Por Daniel Wiessner

(Reuters) - Um sindicato que representa milhares de controladores de tráfego aéreo dos Estados Unidos processou o governo federal alegando que o não pagamento de trabalhadores em meio à paralisação parcial do governo pode colocar a segurança de passageiros em risco.

Em um processo aberto numa corte federal de Washington, a Associação Nacional de Controladores de Tráfego Aéreo diz que exigir que 16 mil controladores trabalhem sem receber viola direitos constitucionais e uma lei federal sobre remuneração.

"A América quer que seus controladores de tráfego aéreo estejam superfocados em aterrissar aviões em segurança e monitorar as pistas da América, não distraídos por questões financeiras e pela ansiedade com a instabilidade financeira", disse o sindicato no processo.

A associação pediu uma ordem judicial para que o governo volte a pagar os controladores de tráfego aéreo enquanto o processo é julgado. A Federal Aviaton Administration (FAA), agência dos EUA responsável pela área de aviação, tem dinheiro suficiente para pagar os operadores, mesmo com a paralisação, afirma o sindicato.

A FAA e o Departamento de Justiça dos EUA, que representa o governo em processos judiciais, não responderam a pedidos de comentário.

Ao menos outros dois processos foram abertos por sindicatos em defesa de servidores federais que não têm recebido salário durante a paralisação, que teve início em 22 de dezembro. Os outros casos foram abertos por sindicatos que representam dezenas de milhares de agentes de imigração e controle de fronteiras, bem como agentes penitenciários e outros trabalhadores.

A paralisação é provocada por um impasse em torno da aprovação de verbas para a construção de um muro na fronteira com o México, uma proposta do presidente Donald Trump.


Reuters

TAGS


EMGE

*O DomTotal é mantido pela Escola de Engenharia de Minas Gerais (EMGE). Engenharia Civil conceito máximo no MEC.
Saiba mais!



Outras Notícias

Não há outras notícias com as tags relacionadas.

Comentários