Esporte Automobilismo

02/03/2019 | domtotal.com

Ferrari e Mercedes finalizam testes da F1 cabeça a cabeça

Vettel encerrou os primeiros testes de pré-temporada da Fórmula 1 com a volta mais rápida para a Ferrari.

A melhor volta de Vettel, de 1min16s221, nesta sexta-feira foi mais rápida do as de que qualquer outro piloto na Espanha.
A melhor volta de Vettel, de 1min16s221, nesta sexta-feira foi mais rápida do as de que qualquer outro piloto na Espanha. Foto (Twitter)
Os times voltando para casa antes da corrida de abertura na Austrália, em 17 de março.
Os times voltando para casa antes da corrida de abertura na Austrália, em 17 de março. Foto (Reuters)

Por Alan Baldwin

BARCELONA - Sebastian Vettel encerrou os primeiros testes de pré-temporada da Fórmula 1 com a volta mais rápida para a Ferrari nesta sexta-feira, mas o pentacampeão mundial Lewis Hamilton manteve o ritmo da Mercedes, apesar de sugerir que seu rival tenha meio segundo de vantagem.

Com os times voltando para casa antes da corrida de abertura na Austrália, em 17 de março, as evidências dos oito dias no Circuito da Catalunha, em Barcelona, são de que há pouca diferença entre ambas.

A melhor volta de Vettel, de 1min16s221, nesta sexta-feira foi mais rápida do as de que qualquer outro piloto na Espanha, mas Hamilton fechou o último dia de treinos apenas 0s003 mais lento com os mesmos pneus C5, os mais macios.

O britânico, que na verdade foi mais rápido que a Ferrari com o segundo pneu mais macio, o C4, disse mais cedo a repórteres sentir que os italianos estavam muito mais à frente.

"Acho que a diferença (para a Ferrari) é potencialmente de meio segundo, ou algo parecido", declarou Hamilton, que venceu quatro dos últimos cinco campeonatos da era dos motores V6 turbo híbrido, que a Mercedes dominou.

"No ano passado, eles chegaram com um carro funcionando bem, mas fizeram ainda melhor neste ano. Tudo bem. Isso significa que teremos de trabalhar mais duro. Não estou preocupado nem decepcionado".

Mas no pitlane, suas palavras foram relativizadas.

"Acredito que a Mercedes estará muito, muito forte na Austrália, e acho que seria completamente errado pensar que somos mais rápidos que eles", disse aos repórteres Mattia Binotto, novo chefe de equipe da Ferrari.

"Não espero que eles estejam atrás de nós. Acho que estarão muito, muito perto", acrescentou o italiano, que substitui Maurizio Arrivabene no comando do time, buscando seu primeiro título em mais de uma década.


Reuters

TAGS


EMGE

*O DomTotal é mantido pela Escola de Engenharia de Minas Gerais (EMGE). Engenharia Civil conceito máximo no MEC.
Saiba mais!



Outras Notícias

Não há outras notícias com as tags relacionadas.

Comentários