Esporte Seleção Brasileira

13/02/2017 | domtotal.com

R10 aposta em Jesus para melhor do mundo no futuro


O sucesso relâmpago de Gabriel Jesus na Europa vem dando o que falar. Elogiado por muitos, mas tomado com cautela por outros, o camisa 9 da Seleção Brasileira é a nova aposta de Ronaldinho Gaúcho para ocupar o local de melhor do mundo no futuro, logo após Lionel Messi e Neymar.

"No futuro, ele (Gabriel) pode até ser o melhor do mundo. No momento é o Messi. Sempre falei que o Neymar pode ser um dia, mas com 19 anos, no futuro pode ser o Gabriel. Ele tem todas as habilidades para fazer isso acontecer", falou o eterno camisa 10 do Barcelona em entrevista ao jornal inglês Daily Mirror.

Eleito o melhor do mundo em 2004 e 2005, Ronaldinho recentemente foi anunciado como embaixador do Barcelona. O craque brilhou com a camisa do Barça entre 2003 e 2008, recolocando os catalães no topo do futebol europeu e mundial com o título da Liga dos Campeões de 2005/06.

"Você olha para Jesus e ele não tem nenhum medo. Ele só quer jogar e mostrar o que ele pode fazer. Ele vai jogar bem contra Manchester United, Liverpool, Chelsea e todos os times fortes da Inglaterra", acrescentou R10 sobre o jovem atacante do City.

Aos 36 anos, Ronaldinho comparou o começo de temporada de Jesus com o seu e de outros craques históricos do Brasil. "Estou feliz que ele foi nomeado para o elenco da Liga dos Campeões e acho que ele deveria jogar, está cheio de confiança. Ronaldo, Kaká, eu e, mais recentemente, o Neymar jogamos em alto nível mesmo muito jovens. O Gabriel está nessa categoria", completou o jogador.

Na próxima semana, no dia 21, o City irá enfrentar o Monaco pela primeira partida das oitavas de final da Liga dos Campeões. A equipe tenta melhorar seu retrospecto e alcançar sua primeira decisão do torneio após alcançar a semifinal na última edição. Nesta segunda, a equipe encara o Bournemouth pelo Campeonato Inglês


Gazeta Esportiva

EMGE

*O DomTotal é mantido pela Escola de Engenharia de Minas Gerais (EMGE). Engenharia Civil conceito máximo no MEC. Saiba mais!

Comentários

Instituições Conveniadas