Cultura Cinema

28/08/2018 | domtotal.com

12ª Mostra CineBH fortalece a produção latino-americana

'Ferrugem', vencedor do Festival Gramado, e presença de Ney Matogrosso são destaques na programação.

A Mostra Cine BH promoverá, entre os dias 28 e 2 de setembro, debates, oficinas, workshops e, claro, filmes nacionais e internacionais em primeiríssima mão.
A Mostra Cine BH promoverá, entre os dias 28 e 2 de setembro, debates, oficinas, workshops e, claro, filmes nacionais e internacionais em primeiríssima mão. (Divulgação)

Belo Horizonte respira cinema. Desde o início do mês a capital mineira vem recebendo uma programação intensa, no que se refere a mostras da sétima arte. Agora, na última semana do mês, para fechar com chave de ouro, os principais centros culturais da cidade abrigam a 12a Mostra CineBH.

Idealizado e realizado pela Universo Produção – responsável também, pelas tradicionais Mostras de Cinema de Tiradentes e Ouro Preto –, a Mostra Cine BH promoverá, entre os dias 28 e 2 de setembro, debates, oficinas, workshops e, claro, filmes nacionais e internacionais em primeiríssima mão.

Programação gratuita

Com a programação inteiramente gratuita, a edição deste ano tem como tema central: “Pontes Latino-Americanas”, que tem a proposta de discutir e repensar os processos de financiamento e fomento cinematográfico dos países latinos, que possuem enormes diferenças em seus modelos de produção e distribuição.

Na exibição de curtas-metragens da Mostra Contemporânea, o curador Pedro Maciel, afirma que a edição deste ano traz à tona “posições estéticas da atualidade: como se posicionar criticamente face aos acontecimentos do mundo contemporâneo; como ocupar o espaço urbano afetado por remoções compulsórias”. Neste sentido, ele se refere à “Mostra A Cidade em Movimento”, que é a mostra de filmes de temas urgentes, feitos nas ruas, sobre as ruas e o povo da grande BH.

Destaques

Como parte da programação, a CineBH irá homenagear a já consolidada produtora independente argentina, “El Pampero Cine”, idealizada por Mariano Llinás, Laura Citarella, Agustín Mendilaharzu e Alejo Moguilansky.

Dois filmes da “El Pampero” serão exibidos: La Mujer de los Perros (2015), dirigido por Laura Citarella; e um dos mais aguardados, a pré-estreia brasileira de La Flor, mais recente trabalho da produtora, dirigido por Mariano Llinás, que por ter quase 14 horas de duração, será exibido em três sessões.

Alguns dos destaques da Mostra vão para a presença do cantor e performer Ney Matogrosso, que estrelou a comédia Sol Alegria, de Tavinho Teixeira e Mariah Teixeira. Com a estética tropicalista, o filme retrata a saga de uma família nada convencional pelas estradas de um país dominado por pastores corruptos e uma junta militar, em um futuro distópico; Outro destaque é a exibição de Ferrugem, do diretor Aly Muritiba, vencedor do Festival de Cinema de Gramado. Com temática atual, o filme apresenta o drama de Tati, uma adolescente cheia de vida, que gosta de compartilhar seus melhores momentos no Instagram e Facebook, mas sua vida vira ao avesso quando algo que ela não queria compartilhar com ninguém cai no grupo de Whatsapp do colégio.

Ao todo, serão quase 80 filmes nacionais e internacionais em pré-estreias, que comporão a Mostra CineBH, que há 12 edições vem promovendo debates, encontros e se consolidando na tradição belorizontina.

EMGE

*O DomTotal é mantido pela Escola de Engenharia de Minas Gerais (EMGE). Engenharia Civil conceito máximo no MEC. Saiba mais!

Comentários

Instituições Conveniadas