Esporte Seleção Brasileira

12/09/2018 | domtotal.com

Richarlison mostra estrela em goleada do Brasil sobre El Salvador

O jovem atacante marcou duas vezes, aos 15 minutos do primeiro e aos cinco do segundo tempo, e sofreu pênalti para Neymar abrir o caminho da vitória logo aos dois da etapa inicial.

Richarlison (C) comemora gol marcado do lado de Douglas Costa (D), dia 11 de setembro de 2018, em Washington.
Richarlison (C) comemora gol marcado do lado de Douglas Costa (D), dia 11 de setembro de 2018, em Washington. (AFP)

No segundo jogo do novo ciclo de Tite no comando da Seleção, o Brasil confirmou a superioridade e goleou El Salvador por 5 a 0, nessa terça-feira, em partida com muitos testes, três assistências de Neymar e atuação convincente de Richarlison.

O jovem atacante marcou duas vezes, aos 15 minutos do primeiro e aos cinco do segundo tempo, e sofreu pênalti para Neymar abrir o caminho da vitória logo aos dois da etapa inicial. Ainda antes do intervalo, Philippe Coutinho deixou o dele aos 29 após receber passe do camisa 10, que cobrou escanteio para Marquinhos fechar o placar aos 44 do segundo tempo.

Os próximos compromissos do Brasil serão realizados na Arábia Saudita. Dia 12 de outubro a equipe encara a anfitriã e quatro dias depois tem o clássico sul-americano contra a Argentina, em partida que terá força máxima. No ano que vem, a seleção pentacampeã vai sediar a Copa América, primeiro grande evento do novo ciclo.

Depois de vencer o primeiro duelo pós-Copa do Mundo ao superar os Estados Unidos por 2 a 0, Tite viu na partida contra os centro-americanos a oportunidade de fazer observações. Neto, Éder Militão, Arthur, Richarlison, Dedé e Alex Sandro foram os novos nomes no time titular, e o novo camisa 9 logo mostrou serviço assim que a bola rolou.

Richarlison aproveita chance

Aos dois minutos, Richarlison recebeu enfiada de bola de Neymar dentro da área e foi derrubado pelo zagueiro, sofrendo pênalti. O camisa 10 cobrou com tranquilidade e deslocou o goleiro para abrir o placar aos três minutos do primeiro tempo. Foi o 59º gol do craque pela Seleção.

O ritmo da partida era tranquilo, com o Brasil dominando a posse de bola e sem sofrer com o adversário. Aos 15 minutos, a dobradinha Neymar-Richarlison voltou a funcionar, com o jogador do PSG tocando para o atacante do Everton bater de primeira da entrada da área e acertar bonito chute cruzado no ângulo do arqueiro. Foi a primeira vez que balançou as redes Richarlison, que aproveitou o corte de Pedro para mostrar serviço a Tite.

O domínio brasileiro era absoluto. Aos 21 minutos, Neymar carimbou o travessão após passe de Philippe Coutinho. Oito minutos depois, a jogada se inverteu e o meia do Barcelona recebeu passe açucarado na meia lua para, totalmente livre, escolher o canto esquerdo para marcar o terceiro gol brasileiro.

O primeiro tempo terminou com a vantagem por 3 a 0, que poderia ser maior caso o Brasil colocasse mais intensidade. Neymar participou de todos os gols, mas também tentou lances de efeito no meio de campo com pouca objetividade, demonstrando pouco respeito pelo adversário. O camisa 10 também levou cartão amarelo ao cair na área e o árbitro interpretar simulação do craque.

Muitos testes

Na volta do intervalo, Tite já realizou mudanças e mandou a campo o zagueiro Felipe e o volante Fred, respectivamente nas vagas de Dedé e Casemiro. Após cinco minutos de pouca ação, Coutinho tentou jogada individual e foi desarmado dentro da área. Richarlison aproveitou a sobra e encheu o pé canhoto para fazer seu segundo gol na partida.

Depois de marcar duas vezes, Richarlison deu lugar a Lucas Paquetá. Willian e Everton também entraram nas posições de Douglas Costa e Coutinho, com o atacante do Grêmio acertando a trave em sua primeira tentativa.

Sem grandes aspirações na partida, Tite passou a realizar mudanças táticas. O treinador experimentou Militão como zagueiro, deslocando Marquinhos para a lateral direita. No ataque, Everton e Willian inverteram os lados e Neymar passou a ser a referência.

Pouco antes do final do jogo, Neymar cobrou escanteio na cabeça de Marquinhos, que subiu com muita liberdade dentro da área e fechou a conta. Foram três assistências do camisa 10 em todo jogo.

FICHA TÉCNICA
BRASIL 5 x 0 EL SALVADOR

BRASIL
Neto; Éder Militão, Marquinhos, Dedé (Felipe) e Alex Sandro; Casemiro (Fred); Douglas Costa (Willian), Arthur (Andreas Pereira), Philippe Coutinho (Everton) e Neymar; Richarlison (Lucas Paquetá). Técnico: Tite.

EL SALVADOR
 Hernandez; Tamacas, Mendoza, Domínguez e Barahona; Alfaro (Orellana); Delgado, Flores (Castro), Baires (Alvarez e depois Garcia) e Alas (Corea); Pineda. Técnico: Carlos de los Cobos.

Local: Fedex Field, em Washington (EUA).
Data: 11 de setembro de 2018, terça-feira.
Horário: 21h30 horas (de Brasília)
Árbitro: Jair Marrufo (EUA)
Assistentes: Corey Rockwell (EUA) e Corey Parker (EUA)
Cartões amarelos: Neymar, Felipe (BRA); Alfaro, Orellana (ELS)
Gols:
BRASIL: Neymar, aos 3 minutos do 1º Tempo, Richarlison, aos 15 minutos do 1º Tempo e aos 4 minutos do 2º Tempo, Philippe Coutinho, aos 29 minutos do 1º Tempo, e Marquinhos, aos 44 minutos do 2º Tempo


AFP

EMGE

*O DomTotal é mantido pela Escola de Engenharia de Minas Gerais (EMGE). Engenharia Civil conceito máximo no MEC.
Saiba mais!

Comentários


Instituições Conveniadas