Engenharia Ensaios em Engenharia, Ciência e Sustentabilidade

25/09/2018 | domtotal.com

Edifícios sustentáveis: de Seattle a Belo Horizonte

Bullitt Center e Parque Avenida mostram como a sustentabilidade pode ser implementada pela engenharia atual.

Fachada do Bullitt Center, localizado na cidade norte-americana de Seattle.
Fachada do Bullitt Center, localizado na cidade norte-americana de Seattle. (Bullitt Center)

Por Patrícia Azevedo*

É possível construir edifícios sustentáveis que sejam também economicamente viáveis e esteticamente bonitos? Em abril de 2013, a cidade norte-americana de Seattle acompanhou a inauguração do Bullitt Center, considerado o mais eficiente do mundo em termos energéticos. Projetado pelo escritório Miller Hull Partnership, o edifício comercial possui 4.600 metros quadrados e obtém toda a energia que necessita dos painéis solares instalados em sua cobertura. São 575 módulos fotovoltaicos que geram 230.000 kilowatts/hora por ano.

Módulos fotovoltaicos instalados da cobertura do edifício.Painéis solares instalados da cobertura do edifício.Para ampliar o aproveitamento energético, os seis andares do edifício trazem um pé direito de quatro metros e abrigam imensas janelas. Dessa forma, 82% do prédio é iluminado pela luz natural. Há também um sistema de aquecimento central formado por 26 poços geotérmicos, que aproveitam calor proveniente do interior da Terra.

Pé direito de 4 metros precisou de autorização especial.Pé direito de 4 metros precisou de autorização especial.Além do aspecto energético, o Bullitt Center destaca-se em outras áreas, como a coleta de água proveniente das chuvas e o tratamento de resíduos. Um reservatório com capacidade para 211 mil litros foi construído no porão, armazenando água suficiente para enfrentar três meses de seca. Essa água é desinfectada de maneira tão eficaz que poderia ser utilizada para consumo humano – há uma tentativa de mudança da legislação local para que isso aconteça. O sistema de banheiro seco, por sua vez, trata os resíduos com um método natural de compostagem e cria um fertilizante que pode ser utilizado no final do processo.

Outro ponto importante é a utilização de materiais que não prejudicam a saúde nem o meio ambiente – mais de 350 compostos e produtos químicos considerados perigosos foram evitados na construção do edifício, que buscou também priorizar a economia local. A maioria dos insumos foi obtida em um raio de até 500 km. De acordo com especialistas, as técnicas e soluções escolhidas para o projeto já haviam sido utilizadas anteriormente, de forma isolada. O grande avanço do Bullitt Center foi a combinação de várias dessas técnicas, que garantiu ao empreendimento a prestigiosa certificação Living Building.

Custo x benefício

O custo do Bullitt Center – 30 milhões de dólares – foi um terço maior do que um edifício sem as suas características sustentáveis. Por outro lado, foi construído para durar 250 anos e terá um custo de manutenção menor que as construções tradicionais, devido às economias citadas acima. Com o objetivo estimular as construções sustentáveis, a equipe do empreendimento elaborou um manual completo com todo o conhecimento adquirido e o colocou à disposição dos profissionais do setor. É possível também realizar visitas técnicas e participar de cursos promovidos pelo Bullitt Center, que destacam a sustentabilidade como uma alternativa lucrativa e vantajosa para todos.

Aprendizado

Quando o prédio foi inaugurado, uma equipe da Universidade de Seattle, sob a supervisão do professor Phillip Thompson, avaliou o desempenho de todos os sistemas do edifício. Os estudantes verificaram, por exemplo, se a água tratada está em conformidade com os requisitos de qualidade do Departamento de Saúde de Washington. Os resultados da pesquisa deram origem a relatórios, que estão agora disponíveis aos alunos da Escola de Engenharia de Minas Gerais (EMGE), por meio da participação do professor Thompson no grupo de iniciação científica ‘Cidades Sustentáveis’, coordenado pelo professor José Antônio Sousa Neto. O grupo conta ainda com a participação dos professores Mário Marques e Max Mattos, do Lataci Research Institute, e de cinco discentes da EMGE.

Parque Avenida

Condomínio Parque Avenida, em Belo HorizonteCondomínio Parque Avenida, em Belo Horizonte.Outro exemplo das possibilidades dos edifícios sustentáveis é o condomínio Parque Avenida, um complexo multiuso localizado na Avenida Raja Gabaglia, em Belo Horizonte. No primeiro semestre, alunos da EMGE realizaram uma visita técnica e puderam conhecer diferentes espaços do empreendimento, o primeiro com certificação AQUA de sustentabilidade na parte de operação do Brasil.

Além do certificado, a sustentabilidade foi incorporada à missão do edifício, que é proporcionar aos condôminos um ambiente favorável a negócios e à comunidade do entorno condições para o desenvolvimento econômico, social e ambiental. Vários fatores chamam a atenção: o destino ecologicamente correto dado aos resíduos, a captação da água pluvial para uso em irrigação, o apoio aos projetos Romper e Casa Acolher, entre outros. O empreendimento foi, inclusive, tema de debate no 1º Seminário de Engenharia Sustentável, promovido pela EMGE em agosto deste ano.

Mesmo com obstáculos a vencer, fica claro que a sustentabilidade não é apenas uma tendência passageira, mas uma ferramenta relevante e necessária, que se consolida como um dos pilares da Engenharia em todo o mundo.

Referências:
http://www.bullittcenter.org/
http://www.bullittcenter.dreamhosters.com/wp-content/uploads/2013/10/Bullitt-Media-Kit-Nov-2013.pdf
http://domtotal.com/

* Jornalista e aluna da EMGE (Escola de Engenharia de Minas Gerais)

TAGS




Comentários
Newsletter

Você quer receber notícias do domtotal em seu e-mail ou WhatsApp?

* Escolha qual editoria você deseja receber newsletter.

DomTotal é mantido pela EMGE - Escola de Engenharia e Dom Helder - Escola de Direito.

Engenharia Cívil, Ciência da Computação, Direito (Graduação, Mestrado e Doutorado).

Saiba mais!



Outros Artigos

Não há outras notícias com as tags relacionadas.

Não há artigos para exibir do dia 25/09/2018