Cultura Cinema

21/01/2019 | domtotal.com

Oscar: está chegando a hora do anúncio dos indicados

O anúncio do Oscar divide-se em duas partes, e a primeira contempla prêmios técnicos e de atores coadjuvantes.

Quem será o campeão das indicações do ano? A festa do Oscar será em 24 de fevereiro.
Quem será o campeão das indicações do ano? A festa do Oscar será em 24 de fevereiro. (AFP)

Toda Hollywood estará a postos na madrugada desta terça, 22. Às 5h20, horário de Los Angeles - 11h20 no Brasil -, a Academia fará, via TV, o anúncio oficial dos indicados para o prêmio mais cobiçado do cinema. O anúncio do Oscar divide-se em duas partes, e a primeira contempla prêmios técnicos e de atores coadjuvantes. Os principais - filme, diretor, ator e atriz, roteiro, filme estrangeiro - serão anunciados na segunda, dez minutos depois.

Na quinta, estreia A Favorita e a expectativa é saber quantas indicações coletará o drama do grego Yorgos Lanthimos sobre a rainha Anne e suas amantes. Ninguém duvida que Olivia Colman, que já ganhou o Globo de Ouro de melhor atriz de comédia ou musical - embora não cante, nem forneça motivo de riso, tal a extensão da tragédia -, será indicada na categoria principal, concorrendo com Glenn Close, Globo de Ouro de melhor atriz de drama, por A Esposa, e com Lady Gaga, por Nasce Uma Estrela.

A popstar pisou no tapete vermelho do prêmio da Associação dos Correspondentes Estrangeiros num clima de já ganhou. Ficou, a título de consolação, com o prêmio de canção. Só leva melhor atriz se os votantes da Academia empacarem entre Olivia e Glenn, e apelarem para uma terceira. No domingo, 27, o prêmio do SAG, Sindicato dos Atores, poderá cravar quem será a vencedora. Apesar da derrota no Globo de Ouro, Bradley Cooper é queridinho da Academia e poderá ser indicado para melhor ator, diretor e filme, por sua versão de Nasce Uma Estrela. A revista Variety, bíblia do showbiz, estabeleceu o ranking das quatro versões e a de Cooper ficou em segundo, após a de George Cukor, de 1954, com Judy Garland, à frente, o que é injusto, da de William A. Wellman, de 1937, com Janet Gaynor.

A tendência em 2019 será dividir filme e direção, até porque o que todo mundo espera que seja o melhor diretor - o mexicano Alfonso Cuarón, de Roma -, concorrerá a melhor filme estrangeiro. Na hipótese confirmada de divisão, o melhor filme poderia ser Nasce Uma Estrela, já que a Academia ama os musicais e Bryan Singer, de Bohemian Rhapsody, está encalacrado com denúncias de assédio. A pedra no caminho é Green Book - O Guia, de Peter Farrelly, que venceu no sábado, 19, o prêmio do Sindicato de Produtores. Entre Christian Bale, Globo de Ouro de melhor ator de comédia ou musical, por Vice, e Rami Malek, o melhor de drama pelo seu Freddie Mercury, quem levará? Tracee Ellis Ross e Kumail Nanjiani farão o anúncio na madrugada de amanhã. Quem será o campeão das indicações do ano? A festa do Oscar será em 24 de fevereiro


Agência Estado

EMGE

*O DomTotal é mantido pela Escola de Engenharia de Minas Gerais (EMGE). Engenharia Civil conceito máximo no MEC. Saiba mais!

Comentários

Instituições Conveniadas