Brasil Política

30/03/2019 | domtotal.com

Maia aceita requerimento para cancelar convocação de Moro na Câmara

Maia afirma que a comissão não poderia convocar o ministro, pois 'não tem um campo temático limitado ou restrito a determinado assunto como as demais comissões'.

Maia já havia dito que tentaria transformar a convocação em um convite, em um claro sinal de paz com o Executivo.
Maia já havia dito que tentaria transformar a convocação em um convite, em um claro sinal de paz com o Executivo. (Luis Macedo/Câmara dos Deputados)

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), aceitou um requerimento da deputada Carla Zambelli (PSL-SP) para cancelar a convocação do ministro da Justiça, Sérgio Moro, para prestar esclarecimentos na Comissão de Legislação Participativa. 

A convocação havia sido feita pelo deputado Glauber Braga (PSOL-RJ). Maia já havia dito que tentaria transformar a convocação em um convite, em um claro sinal de paz com o Executivo. 

Segundo o despacho de Maia que contém a decisão, a comissão não poderia convocar o ministro, pois "não tem um campo temático limitado ou restrito a determinado assunto como as demais comissões".

Maia também disse no despacho que, se autorizasse a convocação, poderia incidir no crime de responsabilidade, “independentemente da existência de correlação entre os assuntos inerentes à pasta” de Moro com os assuntos tratados pela comissão.

Maia e Moro selaram um acordo sobre o chamado pacote anticrime. Essa aproximação ocorreu após os dois trocarem farpas publicamente na semana passada.

Os motivos da desavença foram cobranças públicas de Moro para que a Câmara destravasse a discussão de seu pacote. Incomodado, Maia acusou o ministro de desrespeitar acordo firmado pelo presidente Jair Bolsonaro, que havia pedido prioridade à reforma da Previdência. 

A proposta de Moro trata de mudanças nas leis contra corrupção, crimes violentos e crime organizado. No pacote ainda há a criminalização do caixa 2, tema considerado mais polêmico e que será discutido separadamente.


Agência Estado/ABr

EMGE

*O DomTotal é mantido pela Escola de Engenharia de Minas Gerais (EMGE). Engenharia Civil conceito máximo no MEC. Saiba mais!

Comentários

Instituições Conveniadas