Mundo

13/04/2019 | domtotal.com

As reações à prisão de Julian Assange

Julian Assange, cofundador do Wikileaks, foi preso em Londres após Equador retirar asilo diplomático.

A editora-chefe do WikiLeaks, Kristinn Hrafnsson (D), e a advogada britânica Jennifer Robinson conversam com a imprensa em Londres, em 11 de abril de 2019
A editora-chefe do WikiLeaks, Kristinn Hrafnsson (D), e a advogada britânica Jennifer Robinson conversam com a imprensa em Londres, em 11 de abril de 2019 (AFP)

A prisão do fundador do WikiLeaks Julian Assange, asilado por sete anos na embaixada equatoriana em Londres, provocou reações em todo o mundo.

- ONU

O Equador expõe Assange a "graves violações de seus direitos humanos", retirando a proteção diplomática, disse a Relatora Especial sobre execuções extrajudiciais, sumárias ou arbitrárias da ONU, Agnes Callamard.

- Rússia

"A mão da 'democracia' estrangula a liberdade", disse a porta-voz da diplomacia russa, Maria Zakharova, no Facebook.

- Grã Bretanha

"Ninguém está acima da lei", disse a primeira-ministra britânica Theresa May aos deputados.

- Equador

"A conduta desrespeitosa e agressiva do senhor Julian Assange, as declarações descorteses e ameaçadoras de sua organização aliada contra o Equador, levaram a situação a um ponto em que o asilo (...) é insustentável e inviável", disse em um vídeo o presidente Lenín Moreno.

- Ex-presidente equatoriano Rafael Correa

O presidente equatoriano, Lenin Moreno, é o "maior traidor da história" da América Latina e cometeu "um crime que a humanidade jamais esquecerá", disse Correa, que concedeu asilo quando era presidente.

- Austrália

A ministra das Relações Exteriores da Austrália, Marise Payne, expressou sua "confiança" de que o fundador do Wikileaks receberá "tratamento justo nos processos judiciais que ele enfrenta no Reino Unido".

- Wikileaks

O Equador "retirou ilegalmente asilo político a Assange em violação ao direito internacional", reagiu a organização fundada por Assange.

- Edward Snowden

"As imagens do embaixador equatoriano convidando a polícia secreta a entrar na embaixada para prender um editor - gostem ou não - de material jornalístico acabarão nos livros de história." Os críticos de Assange podem comemorar, mas é um dia sombrio para a liberdade de imprensa", disse o ex-consultor da Agência Nacional de Segurança (NSA), refugiado em Moscou.

- Baltazar Garzón, advogado de Assange

Julian Assange é objeto de uma "perseguição política" dos Estados Unidos, disse Baltasar Garzón, que acusou o presidente equatoriano, Lenin Moreno, de mentir para justificar a retirada do asilo.

- Pamela Anderson

A atriz americana, fã de Assange, se declarou "em estado de choque" pela prisão e denunciou "o mau aspecto" do fundador do Wikileaks quando ele foi preso. A Grã-Bretanha tornou-se "a puta dos Estados Unidos", tuitou a celebridade e agora defensora dos animais.


AFP

EMGE

*O DomTotal é mantido pela Escola de Engenharia de Minas Gerais (EMGE). Engenharia Civil conceito máximo no MEC. Saiba mais!

Comentários

Instituições Conveniadas