Brasil Cidades

10/05/2019 | domtotal.com

A Chamada

Chamem a arte e a cultura de todos os povos.

Cena de Apocalipse Now.
Cena de Apocalipse Now. (Divulgação/Warner)

Por Eleonora Santa Rosa*

Nada há de apagar o que vai se passando diante de olhos atônitos, impactados com os estampidos a esmo em helicóptero em voo de horror e terror até onde a Maré alcança.

Em céu carregado de presságio de mau agouro e tormento, a insana performance do ‘Kurtz dos trópicos', em franca ação de devoção às trevas e às travas das metralhadoras em disparo de dispersão em anúncio de morte sem extrema-unção.

Ah, Conrad, ah, Coppola, ah, Brando, assistimos agora a profética patética repetição das cenas tenebrosas, de triste inapagável memória, do espetáculo de horror americano em Vietnã, em releitura alongada de Coração das trevas.
Vietnã tropical de dimensão continental, de brutalidade desigual, em delituosa face esculpida em preconceito abissal.

Para sair da barafunda do mal pensar e do mal dizer, da "burrocracia" expandida, da mendicância mental e afetiva, da esterilidade propositiva, do "solovanco" da prática política em dó menor, só mesmo uma chamada geral nos terreiros, nas tribos, nas capelas, nos quilombos, nos congos e outros jongos para a transmutação da energia e do astral.

Chamem Bandeira, Oswald, Mário, Drummond, Rosa, Cabral, Haroldo, Décio, Affonso; chamem Lina, Oscar, Sérgio, Artigas, Éolo, Lelé; chamem Roberto, Lotta, Reidy, Lúcio, Darcy; chamem Cecilia, Clarice, Hilda, Laís, Berta; chamem Franz, Amílcar, Lygia, Hélio, Waldemar; Chamem Cascudo, Gilberto, Jorge, João, Cândido; chamem Mestre Pastinha, Melodia, Dorival, Jobim, Vinicius; chamem Torquato, Wally, Ana Cristina, Cazuza, Renato e tantos mais. Chamem Mãe Menininha, todas as iyálorixás e babalorixás.

Chamem a arte, a cultura, o canto de todos os povos, evocando a proteção de todos os orixás, as bênçãos de todos santos, as preces de todos de Alá.
Ateus, agnósticos, crentes, cristãos e todos os de mais vibremos o mantra da bandeira de Marcos, relendo outros carnavais: vai passar, tudo passa, tudo sempre passará. Chamem Lulu e com ele outras ondas do mar.

* jornalista

EMGE

*O DomTotal é mantido pela Escola de Engenharia de Minas Gerais (EMGE). Engenharia Civil conceito máximo no MEC. Saiba mais!

Comentários

Instituições Conveniadas