Religião

27/05/2019 | domtotal.com

Santuário Nacional rejeita proposta de tornar José de Anchieta patrono da educação

Equipe do Santuário Nacional de São José de Anchieta reconhece que proposta de lei não quer homenagear o primeiro professor do Brasil, mas instrumentalizar a fé.

Fachada do Santuário Nacional de São José de Anchieta, localizado na cidade de Anchieta - ES.
Fachada do Santuário Nacional de São José de Anchieta, localizado na cidade de Anchieta - ES. (@santuariodeanchieta)

O Santuário Nacional de São José de Anchieta emitiu nota nesse sábado (25) rejeitando proposta de lei que pretende tornar o santo patrono da educação. O comunicado foi assinado pelos padres responsáveis pelo templo e que pertencem à mesma ordem do religioso, a Companhia de Jesus.

Em nota oficial, o reitor do santuário, Nilson Maróstica, e o vice-reitor, Bruno Franguelli, relataram preocupação com projeto que visa substituir Paulo Freire por São José de Anchieta  como patrono da educação brasileira. Segundo os jesuítas, "na atual conjuntura governamental do país, não podemos aceitar que o legado de São José de Anchieta seja instrumentalizado para fins meramente ideológicos".

Pertencentes à mesma ordem que o santo, a Companhia de Jesus, os padres atestam que os ideias de Paulo Freire não diferem dos de Anchieta, salvaguarda a mentalidade e métodos de cada época. A nota ainda aponta o primeiro professor do Brasil como um protoambientalista, indigenista e defensor dos direitos humanos e reconhece que ele não pode receber honrarias oficiais quando a política atual contraria esses ideais.

Veja a nota na íntegra:

EMGE

*O DomTotal é mantido pela Escola de Engenharia de Minas Gerais (EMGE). Engenharia Civil conceito máximo no MEC. Saiba mais!

Comentários

Instituições Conveniadas