Meio Ambiente

27/05/2019 | domtotal.com

Quatro corpos e dez toneladas de lixo são retirados do Everest

Cada vez há mais alpinistas que gastam pequenas fortunas em suas escaladas sem se comprometer com os restos deixados para trás.

Parte dos 14 membros da equipe do governo do Nepal para limpar o Everest, em 27 de maio de 2019
Parte dos 14 membros da equipe do governo do Nepal para limpar o Everest, em 27 de maio de 2019 (AFP)

Com o fim da temporada de escaladas no Everest, quatro cadáveres foram recuperados e dez toneladas de lixo foram coletadas, informaram nesta segunda-feira as autoridades do Nepal.

O aquecimento global leva as geleiras a derreterem, tornando visíveis restos humanos e lixo acumulados durante décadas de montanhismo. Cada vez há mais alpinistas que gastam pequenas fortunas em suas escaladas sem se comprometer com os restos deixados para trás.

Os quatro corpos foram levados de helicóptero na semana passada, segundo veículos de comunicação locais.

Dandu Raj Ghimire, funcionário do Departamento de Turismo do Nepal, disse à AFP que atualmente os cadáveres estão sendo identificados.

Uma equipe com 14 integrantes, enviada pelo governo, passou seis semanas coletando lixo, entre as bases de camping e até quase 8.000 metros de altura, incluindo latas vazias, garrafas, plásticos e equipamentos de alpinismo abandonados.

"Alcançamos nosso objetivo para esta temporada (...), esperamos poder continuar o que começamos", afirmou Ghimire.

Helicópteros e transportadores do Exército levaram o lixo até Namche Bazar, a última cidade importante na estrada para o monte Everest. As autoridades destacaram que uma parte será enviada à capital, Katmandu, para ser reciclada.


AFP

EMGE

*O DomTotal é mantido pela Escola de Engenharia de Minas Gerais (EMGE). Engenharia Civil conceito máximo no MEC.
Saiba mais!

Comentários


Instituições Conveniadas