ESDHC

30/05/2019 | domtotal.com

Vencedores do TRI-e e TJD-e visitam a Corte Internacional de Justiça

Estudantes foram recebidos pelo juiz Antônio Augusto Cançado Trindade.

Vencedores do TRI-e e TJD-e visitam a Corte Internacional de Justiça.
Vencedores do TRI-e e TJD-e visitam a Corte Internacional de Justiça.
Vencedores do TRI-e e TJD-e visitam a Corte Internacional de Justiça.
Vencedores do TRI-e e TJD-e visitam a Corte Internacional de Justiça.
Vencedores do TRI-e e TJD-e visitam a Corte Internacional de Justiça.
Vencedores do TRI-e e TJD-e visitam a Corte Internacional de Justiça.
Vencedores do TRI-e e TJD-e visitam a Corte Internacional de Justiça.
Vencedores do TRI-e e TJD-e visitam a Corte Internacional de Justiça.
Vencedores do TRI-e e TJD-e visitam a Corte Internacional de Justiça.
Vencedores do TRI-e e TJD-e visitam a Corte Internacional de Justiça.
Vencedores do TRI-e e TJD-e visitam a Corte Internacional de Justiça.
Vencedores do TRI-e e TJD-e visitam a Corte Internacional de Justiça.
Vencedores do TRI-e e TJD-e visitam a Corte Internacional de Justiça.
Vencedores do TRI-e e TJD-e visitam a Corte Internacional de Justiça.
Vencedores do TRI-e e TJD-e visitam a Corte Internacional de Justiça.
Vencedores do TRI-e e TJD-e visitam a Corte Internacional de Justiça.

As equipes vencedoras das edições de 2018 do Tribunal Internacional Estudantil (TRI-e) e do Torneio Jurídico de Debates Estudantil (TJD-e) visitaram, neste mês, a Corte Internacional de Justiça em Haia, na Holanda. Os alunos foram recebidos pelo juiz Antônio Augusto Cançado Trindade, patrono do TRI-e, que apresentou o Palácio da Paz, a sala de julgamentos, a sala das togas e a sala de reuniões dos juízes. 

“Cançado Trindade nos recebeu muito calorosamente, enfatizando o prazer em estar com mineiros de Belo Horizonte, assim como ele. Enviou saudações ao reitor padre Paulo Stumpf e professores da nossa instituição”, conta Carolinne Ferreira Viana, da equipe São Vicente e Granadinas, vencedora do TRI-e 2018. 

Na sala de reuniões, os alunos puderam conversar com o juiz sobre assuntos relevantes e atuais de Direito Internacional e Direitos Humanos. Cançado Trindade manifestou sua esperança na futura geração de juristas. “Foi uma experiência única e incrível proporcionada pela instituição, que marcou a trajetória acadêmica e carreira dos estudantes presentes. Uma inspiração para os estudos em Direito Internacional”, afirma Carolinne. O Palácio da Paz não é aberto para visitação, apenas convidados dos juízes podem conhecê-lo. “O que tornou a ocasião ainda mais especial”, completa a estudante. 

Também integram a equipe de São Vicente e Granadinas as alunas Gabriela Borges, Lígia Dias Wolbert, Luiza Batista Belém e Thaís Peixoto Saraiva Coimbra. Já a dupla vencedora do TJD-e 2018 é formada pelos alunos Daniel Boczar Leão e Júlia Porto de Miranda. A visita foi acompanhada ainda pelos alunos Lorena Batista Alves dos Santos, que ganhou sorteio realizado durante a final do TRI-e, Augusto Sergio Lima Jesus, que participou do The Hague Debate juntamente com a aluna Luiza Batista Belém, e Umberto Magalhães Bizzo, ex-aluno da Dom Helder. Toda a viagem foi acompanhada e orientada pela professora Lorena Bastianetto. 

Confira abaixo o depoimento das alunas Carolinne Ferreira Viana, Gabriela Borges e Thais Peixoto Saraiva Coimbra. Não deixe de participar do TRI-e 2019, as inscrições vão até o dia 9 de junho!


Patrícia Azevedo/Dom Total

EMGE

*O DomTotal é mantido pela Escola de Engenharia de Minas Gerais (EMGE). Engenharia Civil conceito máximo no MEC.
Saiba mais!



Instituições Conveniadas