Esporte Seleção Brasileira

06/06/2019 | domtotal.com

Brasil vence amistoso contra o Catar, mas Neymar sofre lesão e é cortado da Copa América

Quando a equipe comemorava o primeiro gol da noite, Neymar deixou o campo mancando e reclamando de dores no tornozelo direito.

Neymar se machucou no amistoso entre Brasil e Catar disputado no estádio Mané Garrincha, em Brasília
Neymar se machucou no amistoso entre Brasil e Catar disputado no estádio Mané Garrincha, em Brasília Foto (AFP)
O atacante Neymar deixa o campo machucado no amistoso contra o Catar, em Brasília
O atacante Neymar deixa o campo machucado no amistoso contra o Catar, em Brasília Foto (AFP)

Neymar deixou o campo lesionado, mas isso não impediu o Brasil de derrotar por 2 a 0 o Catar na noite desta quarta-feira em um amistoso em Brasília, como preparação para a Copa América que começa na próxima semana.

Os gols da seleção foram marcados no primeiro tempo. Richarlison abriu o placar de cabeça aos 16 minutos e Gabriel Jesus ampliou aos 23, aproveitando um passe pela direita, justamente de Richarlison. O Catar ainda perdeu um pênalti no segundo tempo, nos acréscimos.

Quando a equipe comemorava o primeiro gol da noite, Neymar deixou o campo mancando e reclamando de dores no tornozelo direito.

O astro do PSG, que está sob todos os holofotes após ser acusado de estupro na sexta-feira por uma jovem, "sofreu um entorse no tornozelo direito", informou a assessoria de imprensa da Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

Ao final da partida, Edu Gaspar, coordenador técnico da seleção disse que vão aguardar os resultados dos exames antes de se pronunciar sobre quando Neymar será liberado para atender as investigações abertas após a acusação de estupro e a divulgação das mensagens íntimas entre ele e sua acusadora, sem o consentimento dela.

Gols no primeiro tempo

Neymar foi aplaudido ao entrar em campo no estádio Mané Garrincha. Nas arquibancadas, alguns torcedores exibiram cartazes em apoio ao astro, cuja presença na Copa América havia sido confirmada até antes da partida.

Mais cedo, em seu Instagram, o atacante havia postado uma foto agradecendo o apoio de amigos e familiares, e dizendo pedir "força" para o jogo que seria segundo ele um dos mais difíceis de sua carreira "pelas circunstancias".

Mas Neymar apenas participou de poucas jogadas. Aos 17 minutos, ele parece pisar em falso com o pé direito e se levanta pausadamente sentindo dor. O atacante pediu para não receber a bola e foi ao banco caminhando com dificuldade.

Ele foi atendido no banco de reservas pelo médico da seleção, Rodrigo Lasmar. Neymar chorava e levava as mãos ao rosto. Pouco depois ele se dirigiu aos vestiários, com uma bolsa de gelo no tornozelo e amparado por dois homens.

O astro foi substituído oficialmente aos 20 minutos por Everton, mas apesar da ausência do craque, a seleção marcou o segundo gol por meio de Gabriel Jesus (23).

O Brasil manteve o domínio sobre os campeões asiáticos que estão no Brasil para disputar a Copa América como seleção convidada.

Durante todo o primeiro tempo o Catar só teve uma chance e o goleiro Ederson teve pouco trabalho.

O árbitro venezuelano José Argote apitou um pênalti a favor do Brasil antes do intervalo mas voltou atrás após consultar o VAR. Durante os últimos cinco minutos, a seleção investiu em cruzamentos o que esfriou um pouco a partida.

Tite faz uma série de mudanças

No segundo tempo Tite fez substituições, tirando de campo jogadores como Richarlison, Arthur e Philippe Coutinho e colocando David Neres, Fernandinho e Lucas Paquetá.

O Catar voltou ao ataque com um disparo de longa distância de Al-Haydos e depois com um chute forte de Khoukhi em uma cobrança de falta.

O atacante Gabriel Jesus esteve perto de marcar seu segundo gol da noite mas não conseguiu dominar a bola que saiu pela esquerda.

Em seguida, Paquetá bateu um escanteio para Miranda, que perdeu a chance de ampliar.

Os visitantes ainda poderiam ter marcado no finalzinho. O árbitro Argote, com a confirmação do VAR, marcou pênalti para o Catar aos 49 minutos mas Khouki mandou a bola no travessão.

Neymar deixou o estádio Mané Garrincha no segundo tempo. Com o auxílio de muletas e uma bota de plástico, o astro foi a uma clínica para ser examinado.

O Brasil vai enfrentará Honduras no segundo e último amistoso antes de estrear no dia 14 de junho contra a Bolívia pelo Grupo A na Copa América.

Neymar cortado da Copa América


O atacante Neymar sofreu uma lesão no tornozelo direito durante o amistoso da seleção brasileira contra o Catar na quarta-feira e foi cortado da Copa América, que será disputada no Brasil, em uma semana muito atribulada, na qual o atleta foi acusado de estupro.

Neymar sofreu uma "ruptura de ligamentos no tornozelo direito" e pela gravidade da lesão não terá condições físicas nem tempo de recuperação suficiente para participar na Copa América, que começa na próxima semana, informou a Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

"Hoje tenho uma das partidas mais difíceis da minha carreira, se não for a mais (pelas circunstâncias)", havia escrito o jogador de 27 anos no Instagram antes de entrar no gramado do estádio Mané Garrincha de Brasília para enfrentar o amistoso contra o Catar (que terminou com vitória de 2-0 do Brasil, com gols de Richarlison e Gabriel Jesus).

"Só quero agradecer a DEUS, minha FAMÍLIA, meus AMIGOS e todos aqueles que mandaram mensagens positivas pra que eu pudesse me manter equilibrado e focado, nunca me senti tão AMADO por vocês, OBRIGADO", afirmou na mesma mensagem.

Pouco antes da partida, a pressão sobre o atleta aumentou, quando o canal SBT exibiu a primeira entrevista de Najila Trindade Mendes de Souza, a mulher que acusou Neymar de estupro em meados de maio em um hotel de Paris.

O jogador nega a versão e afirma que foi vítima de uma "armadilha" que visava uma extorsão.

No sábado, Neymar divulgou um vídeo que apresentava supostas conversas no WhatsApp com a acusadora, com fotos íntimas que ela teria enviado.

Bolsonaro sai em defesa de Neymar


O presidente Jair Bolsonaro defendeu nesta quarta-feira o atacante Neymar, alvo de uma acusação de estupro, em sua primeira declaração pública sobre o caso, quando afirmou que acredita no jogador da seleção brasileira e do Paris Saint-Germain.

"Hoje devo estar no jogo do Brasil e Catar. Espero dar um abraço no Neymar. É um garoto que está em um momento difícil mas eu acredito nele", disse o presidente durante uma entrevista na cidade de Aragarças (GO), onde participou de um evento sobre revitalização do rio Araguaia.

Bolsonaro não chegou a ser perguntado sobre a situação de Neymar antes de dar a declaração. Depois, ao ser perguntado por uma repórter do jornal Folha de S.Paulo sobre o fato de Neymar ter divulgado fotos íntimas que recebeu da mulher que o acusa, disse que o jornal já estaria julgando o jogador.

 
Mulher apresenta sua versão

A jovem que acusa Neymar de estupro apresentou sua versão em uma entrevista exclusiva que foi divulgada nesta quarta-feira, uma hora antes do amistoso entre a seleção brasileira e o Catar.

Os trechos da entrevista de sua acusadora foram transmitidos nessa quarta-feira pelo SBT e sacudiram a internet imediatamente.

"Foi agressão junto com estupro", disparou a jovem que se identificou como Najila Trindade Mendes de Souza em sua primeira entrevista, que será divulgada na íntegra na segunda-feira.

"Era minha intenção (...) era ter uma relação sexual com ele, disse Najila ao ser perguntada especificamente sobre o consenso entre os dois. Em sua primeira aparição pública, a jovem, que se define como modelo, disse que Neymar pagou o hotel e as passagens para Paris.

As coisas mudaram, segundo Najila, no primeiro encontro. "Como eu tinha muita vontade de ficar com ele, tentei manejar a situação. Começamos a trocar carícias, nos beijar e ele me despiu. Até aí, foi tudo consensual. Ele começou a me bater. No início foi ok, mas depois ele começou a me machucar muito. Eu falei 'para' e ele falou 'desculpa, linda'. Perguntei se ele tinha trazido preservativos. Ele disse que não e eu disse 'Então não vai acontecer nada' (...) Ele me virou e cometeu o ato. Pedi para ele parar, ele continuou. Enquanto ele cometia o ato, continuou batendo na minha bunda, violentamente. Foi muito rápido", contou a jovem.

Em outro capítulo dessa história, nesta noite o portal de notícias G1 informou que a polícia tem um vídeo gravado de um suposto segundo encontro.

O atacante do Paris Saint-Germain, que havia escrito em seu Instagram que a partida desta noite contra o Catar talvez fosse o jogo mais difícil de sua carreira "pelas circunstâncias", deixou o campo machucado aos 20 minutos do primeiro tempo.


AFP, Gazeta Esportiva e DomTotal

EMGE

*O DomTotal é mantido pela Escola de Engenharia de Minas Gerais (EMGE). Engenharia Civil conceito máximo no MEC.
Saiba mais!

Comentários


Instituições Conveniadas