Economia

25/06/2019 | domtotal.com

Bilionários americanos exigem maior cobrança de impostos

A riqueza deste 0,1% da população é quase a mesma de 90% dos demais americanos.

O empresário americano George Soros, um dos 18 signatários da carta.
O empresário americano George Soros, um dos 18 signatários da carta. (APA/AFP/Arquivos)

"Está na hora de nos cobrar mais impostos": esta é a mensagem de um pequeno grupo de bilionários americanos, entre eles o empresário George Soros, o cofundador do Facebook Chris Hughes e os herdeiros dos impérios Hyatt e Disney aos candidatos presidenciais à Casa Branca em 2020.

Em carta publicada na última segunda-feira na internet, o clube de ricaços americanos apoia a ideia de um tributo sobre grandes fortunas.

"Escrevemos a todos os candidatos à presidência, sejam republicanos ou democratas, para que apoiem um imposto moderado sobre as fortunas do 1/10 mais risco do 1% dos americanos, nós", afirmam.

A riqueza deste 0,1% da população é quase a mesma de 90% dos demais americanos.

"O próximo dólar de novas receitas tributárias deve vir dos mais endinheirados, não dos americanos de renda média ou baixa", afirmam os 18 signatários, que pertencem a 11 famílias.

Vários candidatos às primárias democratas, entre eles Pete Buttigieg e Beto O'Rourke, já expressaram seu apoio a esta medida.

Mas a carta destaca a proposta específica da senadora democrata e presidenciável Elizabeth Warren, senadora por Massachusetts, que prevê taxar famílias com mais de 50 milhões de dólares em ativos, cerca de 75 mil grupos. Esta medida poderia, segundo estimativas, gerar US$ 2,75 bilhões em dez anos.

"Os Estados Unidos têm a responsabilidade moral, ética e econômica de taxar mais fortemente nossa fortuna", escrevem.


AFP

EMGE

*O DomTotal é mantido pela Escola de Engenharia de Minas Gerais (EMGE). Engenharia Civil conceito máximo no MEC.
Saiba mais!

Comentários


Instituições Conveniadas