Esporte Futebol Mineiro

26/06/2019 | domtotal.com

Ministério Público abre procedimento para investigar diretoria do Cruzeiro

Atual gestão gestão já é investigada pela Polícia Civil. Membros ligados ao setor administrativo são alvos da Polícia Federal. Crise no clube completa 1 mês.

Wagner Pires de Sá e Itair Machado são os principais alvos das denúncias
Wagner Pires de Sá e Itair Machado são os principais alvos das denúncias (Vinnicius Silva/Cruzeiro)

Além da Polícia Civil, o Ministério Público de Minas Gerais (MPMG)  passa a investigar possíveis irregularidades da diretoria do Cruzeiro. O clube vive crise que parece não ter fim desde que o programa Fantástico, da TV Globo, denunciou  irregularidades envolvendo a venda de direitos econômicos de jogadores da base, do profissional, indícios de pagamentos suspeitos, falsificação de documento particular, falsidade ideológica e lavagem de dinheiro.

O presidente Wagner Pires de Sá e o vice-presidente executivo de futebol do Cruzeiro Itair Machado são os principais denunciados pela reportagem.

"Há procedimento investigatório criminal em andamento para apurar possíveis irregularidades praticadas por dirigentes do clube. As investigações estão em fase inicial, e não há mais detalhes a serem fornecidos no momento. O MPMG também acompanha inquérito conduzido pela Polícia Civil", informa nota divulgada nesta quarta-feira pelo MPMG.

O Cruzeiro também tem o nome envolvido com a Polícia Federal (PF), já que membros ligados ao setor administrativo do clube são investigados pela corporação no âmbito da Operação Escobar.


Redação

TAGS


EMGE

*O DomTotal é mantido pela Escola de Engenharia de Minas Gerais (EMGE). Engenharia Civil conceito máximo no MEC.
Saiba mais!



Outras Notícias

Não há outras notícias com as tags relacionadas.

Comentários