Esporte Futebol Nacional

10/07/2019 | domtotal.com

Times brasileiros da elite voltam às ações com poucas mudanças

Equipes voltam do período de descanso e treinos forçado pela Copa América; Campeonato Brasileiro, Copa do Brasil, Libertadores e Sula-Americana estão em disputa.

O atacante Raniel saiu do Cruzeiro e foi para o São Paulo durante a intertemporada.
O atacante Raniel saiu do Cruzeiro e foi para o São Paulo durante a intertemporada. (Bruno Escolastico / Photopress/Gazeta Press)

Por Guilherme Amaro

Os times da elite do país voltam a jogar na noite desta quarta-feira (10), com os duelos de ida das quartas de final da Copa do Brasil, sem grandes novidades. O futebol nacional teve um intervalo de partidas de quase um mês. Foi interrompido em 13 de junho para a disputa da Copa América. Brasileirão, Copa do Brasil, Libertadores e Sula-Americana estão em disputa.

Neste período, os clubes passaram por reformulações tímidas. No futebol paulista, quem mais teve mudanças foi o São Paulo. Três "medalhões" (Bruno Peres, Jucilei e Nenê) foram liberados e agora procuram novos clubes. Reforço, apenas um até agora: o atacante Raniel, que estava no Cruzeiro e foi apresentado na terça-feira no CT.

Leia também:

O São Paulo ainda deve fechar mais contratações para o segundo semestre e busca no mercado principalmente um lateral-direito. "A gente vem conversando com agentes. Na segunda-feira liguei para um deles, que estava na Europa, às 4h. Devemos concluir algumas negociações que estão em andamento", disse o diretor executivo de futebol do clube, Raí.

Mesmo com pagamentos de direitos de imagem de alguns jogadores atrasados, o São Paulo recusou na semana passada uma proposta de 20 milhões de euros (cerca de R$ 85 milhões) pelo atacante Antony. O clube não pensa em vender os jovens nesta janela de transferências por valor abaixo da multa (R$ 50 milhões, na maioria dos casos). Por outro lado, a diretoria admite negociar o zagueiro Arboleda, mas ainda aguarda alguma proposta oficial que agrade.

Se o São Paulo foi a equipe paulista com mais mudanças, o Palmeiras foi quem contratou o reforço mais badalado. O meio-campista Ramires, que disputou as Copas do Mundo de 2010 e 2014, assinou com o clube até o meio de 2023. Aos 32 anos, ele estava livre no mercado depois de rescindir contrato com o Jiangsu Suning, da China.

Líder do Brasileirão, o Palmeiras não perdeu jogadores importantes na janela de transferências - Juninho e Guerra, que não vinham sendo utilizados, foram emprestados. A equipe ainda terá a volta de Willian, que tinha se lesionado no fim do ano passado e ficará à disposição para o segundo semestre.

Retorno

O Corinthians também repatriou um jogador que estava na China. O zagueiro Gil volta após ter rescindido com o Shandong Luneng. Aos 32 anos, assinou contrato inicial por seis meses, com opção de renovação por três temporadas. O defensor prometeu só atuar pelo Corinthians no futebol brasileiro.

Gil foi o único reforço até agora do clube, que emprestou atletas que estavam com pouco espaço (Pedro Henrique, ao Athletico-PR; Richard, ao Vasco; e Marllon, ao Bahia). O técnico Fábio Carille já pediu atacantes que atuem pelos lados do campo. Há ainda o temor de o Corinthians perder jogadores como Clayson, que recebeu sondagem de um clube mexicano, e Pedrinho, constantemente na mira de times europeus.

O Santos também foi modesto e só anunciou um reforço por enquanto: o meia Evandro, que teve contrato encerrado com o Hull City, da Inglaterra. O jogador de 32 anos assinou até julho de 2020.

Apesar dos pedidos do técnico Jorge Sampaoli, o clube sofre com a falta de dinheiro e busca "oportunidades de mercado". O Santos perdeu dois jogadores considerados titulares no primeiro semestre: o atacante Rodrygo, que já estava negociado com o Real Madrid, da Espanha, e o volante Jean Lucas, que se transferiu para o Lyon, da França. No caso de Jean Lucas, o clube da Baixada nada pôde fazer, porque o jogador estava emprestado pelo Flamengo.

A mesma timidez mostrada pelos paulistas foi observada nos clubes de outros estados. Da dupla mineira, por exemplo, só o Atlético foi ao mercado. O meia Otero, o lateral-esquerdo Lucas Hernandéz e o volante Ramón Martínez inclusive já apareceram no BID, da CBF, e podem atuar pelo alvinegro nas competições nacionais. 

O Flamengo foi o único "audacioso": contratou o técnico português Jorge Jesus e o lateral-direito Rafinha, ex-Bayern de Munique, da Alemanha. O Fluminense contratou o goleiro Muriel e o Grêmio repatriou o zagueiro David Braz.


Agência Estado/DomTotal.com

EMGE

*O DomTotal é mantido pela Escola de Engenharia de Minas Gerais (EMGE). Engenharia Civil conceito máximo no MEC. Saiba mais!

Comentários

Instituições Conveniadas