Mundo

11/07/2019 | domtotal.com

União Europeia alcança 513 milhões de habitantes em 2018

Mesmo com o aumento da população, 'a diferença entre nascimentos e mortes' é negativa pelo segundo ano consecutivo. O crescimento demográfico se deve à chegada de migrantes.

Família de Sri Lanka alojada em centro temporário para demandantes de asilo na cidade de Ferrette, na França
Família de Sri Lanka alojada em centro temporário para demandantes de asilo na cidade de Ferrette, na França (AFP/Arquivos)

A população da União Europeia (UE) alcançou em 2018 a marca de 513,5 milhões de pessoas, 1,1 milhão a mais do que no mesmo período do ano anterior, segundo dados publicados na quarta-feira (10) pelo Eurostat.

O crescimento demográfico se deve à chegada de migrantes à UE, mas, mesmo com o aumento da população, o saldo vegetativo "a diferença entre nascimentos e mortes" é negativo pelo segundo ano consecutivo.

Durante o ano de 2018, morreram 5,3 milhões de pessoas e nasceram 5 milhões, 118.000 nascimentos a menos que o ano anterior, segundo números divulgados até 1º de janeiro de 2019 pelo escritório europeu de estatísticas.

Por países, as taxas de natalidade mais elevadas correspondem à Irlanda (12,5 nascimentos para cada mil habitantes), Suécia (11,4), França (11,3) e Reino Unido (11), frente a Portugal (8,5), Grécia (8,1), Espanha (7,9) e Itália (7,3).

Com 83 milhões de habitantes (correspondente a 16,2% da EU), Alemanha segue sendo o país mais povoado do bloco, seguido da França (67 milhões), Reino Unido (66,6), Itália (60,4), Espanha (46,9) e Polônia (38).

Malta, Luxemburgo, Irlanda, Chipre e Suécia são os países onde a população mais cresce, frente à Letônia, Bulgária, Croácia e Romênia, que lideram a lista dos que mais perdem habitantes.


AFP

EMGE

*O DomTotal é mantido pela Escola de Engenharia de Minas Gerais (EMGE). Engenharia Civil conceito máximo no MEC.
Saiba mais!

Comentários


Instituições Conveniadas