Cultura Artes Visuais

31/07/2019 | domtotal.com

Exposição de Tarsila do Amaral no Masp bate recorde histórico

Número total de visitantes foi de 402.850. Em pouco mais de três meses, exposição das obras de Tarsila do Amaral bateu um recorde estabelecido por uma mostra de Claude Monet.

Nas últimas semanas, o Museu aumentou o horário de visitação por conta da grande procura do público.
Nas últimas semanas, o Museu aumentou o horário de visitação por conta da grande procura do público. (Estadão Conteúdo)

A exposição Tarsila Popular, encerrada no domingo (28), bateu um recorde histórico e se tornou a mais visitada na história do Museu de Arte de São Paulo, o Masp. O número total de visitantes foi de 402.850. Em pouco mais de três meses no local (a mostra abriu no dia 5 de abril), a exposição das obras de Tarsila do Amaral bateu um recorde estabelecido por uma mostra de Claude Monet realizada em 1997, que havia atraído cerca de 401 mil pessoas.

A entrada no Masp custa R$ 40, mas é gratuita às terças-feiras. Nas últimas semanas, o museu aumentou o horário de visitação por conta da grande procura do público.

Com curadoria de Adriano Pedrosa e Fernando Oliva, Tarsila Popular apresentou cerca de 120 trabalhos da artista que teve importância central no movimento modernista brasileiro. Foi a maior já realizada sobre sua obra no Brasil.

Entre as atrações, estavam as icônicas Abaporu (1928), uma das mais populares da artista e que integra o acervo do Museu de Arte Latino-americana de Buenos Aires (Malba), Antropofagia (1929) e O batizado de Macunaíma (1956). A exposição marcou o retorno da obra da artista a São Paulo, depois de percorrer, entre 2017 e 2018, museus em Nova York e Chicago (EUA).


Agência Estado

EMGE

*O DomTotal é mantido pela Escola de Engenharia de Minas Gerais (EMGE). Engenharia Civil conceito máximo no MEC. Saiba mais!

Comentários

Instituições Conveniadas