Religião

12/08/2019 | domtotal.com

O absurdo dos tempos obscenos

Esperar contra toda a esperança é o imperativo para esses nossos tempos atuais.

"Vocês vão ser torturados com algumas verdades aqui", disse Bolsonaro em 2014, ao tomar a palavra no Congresso para festejar os cinquenta anos do golpe. Deputados viraram as costas. (Antonio Augusto/ Acervo Câmara dos Deputados)

Por Felipe Magalhães Francisco*

Vivo me recordando de minha avó materna que, diante dos descalabros da vida, dizia "que aquilo era mesmo o fim do mundo". Numa ocasião, já havia escrito neste espaço exatamente a mesma memória. Que tempos sombrios estes que, de tão nebulosos, impedem-nos de que vejamos um horizonte possível como promessa. É nesse contexto que a fé e a esperança mais são interpeladas: esperar contra toda a esperança é o imperativo para esses nossos tempos atuais, onde tudo tende a nos levar à distopia.

O conservadorismo reacionário de nosso país, nos últimos anos, tem insistido com força em questões morais. Um moralismo de absolutos que esconde absurdos: moralistas sem moral que querem impor uma agenda retrógrada para os outros, mas que ignoram, sem peso algum na consciência, a própria imoralidade e falta de ética. Nos noticiários e redes sociais encontramos essas figuras aos montes.

Diante da fragilidade de nossa democracia, sempre a perigo pelas reais forças que mandam e desmandam nesse país, tais moralistas se apropriaram do contexto para insurgir. Eis que chegaram ao poder e têm, em Jair Bolsonaro, o seu grande representante. Incapaz, em  todos os níveis, para o cargo que ocupa, ele joga para sua massa ensandecida, verborragias das mais absurdas e cruéis. E a massa delira, goza, porque participa do mesmo modo de sua visão de mundo desumana.

Moralistas que flertam com o obsceno. Não o da nudez do corpo, mas o da mais cruel desumanidade. Quando o líder maior de uma nação louva torturadores, alçando-os à categoria de heróis, é porque chegamos ao lamaçal da desumanidade. Tristes tempos! Tristes de nós!

*Felipe Magalhães Francisco é teólogo. Articula a Editoria de Religião deste portal. É autor do livro de poemas 'Imprevisto' (Penalux, 2015). E-mail: felipe.mfrancisco.teologia@gmail.com.

EMGE

*O DomTotal é mantido pela Escola de Engenharia de Minas Gerais (EMGE). Engenharia Civil conceito máximo no MEC.
Saiba mais!

Comentários


Instituições Conveniadas