Brasil Cidades

22/08/2019 | domtotal.com

Sempre fomos tão cruéis?

Será que a normatização da crueldade agora está na moda?

Não é confortável saber que a Amazônia está queimando e deixamos escoar sem tratos o tal
Não é confortável saber que a Amazônia está queimando e deixamos escoar sem tratos o tal "pulmão do mundo" porque somos miseráveis, covardes, omissos. (Bruno Kelly/Reuters)

Por Ricardo Soares*

Ainda não são 7h da manhã no extremo oeste da extrema cidade de São Paulo. Mal clareou e o tempo nubla, o trânsito se adensa, as contas estão todas implacavelmente vencendo e o tempo passando. Olhar o cronômetro para quê?, em tempo de estar desperto sabendo que alguns santos estão mortos e deitados para sempre e que não virão nos salvar.

Não é confortável saber que a Amazônia está queimando e deixamos escoar sem tratos o tal "pulmão do mundo" porque somos miseráveis, covardes, omissos ou pouco nos importamos com o futuro daqueles que chegam depois de nós. Coço os olhos, vejo o entorno e tenho certeza: estou vivo mas ao meu redor muita gente não passa bem. Será que alguma vez o desajuste chegou a tal ponto? Será que a normatização da crueldade agora está na moda? Não tenho como não comparar um balofo governador de um estado comemorando aos pulos a morte de um ser humano sem pensar em bárbaros nazistas que atiravam em crianças a esmo por puro deleite.

Mas vamos lá. A ciência conjuga o verbo da moda : reinventar. Eu sei que Albert Camus morreu num acidente de carro em 1960 e deixou ao lado de seu corpo os originais de O primeiro homem. Também sei que o homem foi até a Lua há 50 anos e que o Brasil é presidido pelo maior parvo da história da República. Há esperanças, apesar das brumas escuríssimas que vêm das florestas queimadas. No terreno ao lado de casa, mesmo tão perto da cidade de São Paulo, ouço pios de jacus e outros pássaros que saltitam aparentemente alheios às nossas misérias. Mas quando foi mesmo  que nos convertemos em arautos de ensinamentos tão cruéis?

*Ricardo Soares é diretor de TV, escritor, roteirista e jornalista. Publicou oito livros, dirigiu 12 documentários.

EMGE

*O DomTotal é mantido pela Escola de Engenharia de Minas Gerais (EMGE). Engenharia Civil conceito máximo no MEC. Saiba mais!

Comentários

Instituições Conveniadas