Mundo

09/09/2019 | domtotal.com

Primeira Parada do Orgulho Gay em Sarajevo reúne mais de 2 mil pessoas

Sarajevo era a única capital dos Bálcãs que ainda não havia organizado um evento em defesa dos direitos LGBT.

Mais de 2 mil pessoas desfilaram neste domingo em Sarajevo na primeira parada do Orgulho Gay organizada na capital bósnia
Mais de 2 mil pessoas desfilaram neste domingo em Sarajevo na primeira parada do Orgulho Gay organizada na capital bósnia (AFP)

Mais de duas mil pessoas desfilaram neste domingo em Sarajevo na primeira parada do Orgulho Gay organizada na capital bósnia, para protestar "contra o ódio e o isolamento" que atingem a comunidade LGBT local.

Mais de 1,1 mil policiais bloquearam o centro da cidade horas antes do início do desfile, para proteger os manifestantes de um protesto contrário de 150 pessoas.

Agitando bandeiras nas cores do arco-íris, membros da comunidade LGBT e simpatizantes de Sarajevo percorreram 1,5 quilômetro. O ponto de partida foi um monumento dedicado à libertação da cidade no fim da Segunda Guerra Mundial, e o trajeto terminou em frente ao Parlamento.

"Obrigada por terem marchado conosco hoje! Obrigada por, conosco, terem feito deste um momento histórico para a Bósnia!", agradeceu à multidão Dajna Bakic, uma das organizadoras do evento.

"Hoje, proclamamos com mais força do que antes que lutaremos com valentia e dignidade por nossas vidas libertadas do medo e da violência", declarou outra ativista, Lejla Huremovic. Seu companheiro, Branko Culibrk, desejou "uma sociedade em que nos oponhamos juntos à violência, ao ódio, ao isolamento e à homofobia".

Embaixadores de países ocidentais, como Estados Unidos, Itália e Grã-Bretanha, assistiram ao desfile. Sarajevo era a única capital dos Bálcãs que ainda não havia organizado uma parada do Orgulho Gay. Em 2008 e 2014, islamitas radicais e opositores violentos agrediram participantes de um festival gay.

A Bósnia, país de 3,5 milhões de habitantes, proíbe oficialmente qualquer discriminação baseada em orientação sexual, mas não reconhece a união entre pessoas do mesmo sexo. Alguns partidos políticos, representantes muçulmanos e associações muçulmanas se opuseram à realização do desfile. Mais de 80% dos 340 mil habitantes de Sarajevo são muçulmanos.


AFP

EMGE

*O DomTotal é mantido pela Escola de Engenharia de Minas Gerais (EMGE). Engenharia Civil conceito máximo no MEC.
Saiba mais!

Comentários


Outras Notícias

Não há outras notícias com as tags relacionadas.

Instituições Conveniadas