ESDHC

16/09/2019 | domtotal.com

Experiência sensorial fecha II Congresso do Conhecimento

Atividade realizada na Unidade III explorou a relação entre a culinária e o comportamento empreendedor.

Participantes do II Congresso partem rumo à Unidade 3, em Brumadinho.
Participantes do II Congresso partem rumo à Unidade 3, em Brumadinho. Foto (Patrícia Azevedo/Dom Total)
Felipe Leroy, idealizador dos projetos Cozinha Vitrine e Cozinha Educativa.
Felipe Leroy, idealizador dos projetos Cozinha Vitrine e Cozinha Educativa. Foto (Patrícia Azevedo/Dom Total)
Participantes do II Congresso durante café da manhã na Unidade 3.
Participantes do II Congresso durante café da manhã na Unidade 3. Foto (Patrícia Azevedo/Dom Total)
Professor Franclim Brito, reitor da EMGE, realiza a abertura da atividade.
Professor Franclim Brito, reitor da EMGE, realiza a abertura da atividade. Foto (Patrícia Azevedo/Dom Total)
Professor Mateus Bernardes, da EMGE, fala sobre a proposta do congresso.
Professor Mateus Bernardes, da EMGE, fala sobre a proposta do congresso. Foto (Patrícia Azevedo/Dom Total)
Participantes do II Congresso durante café da manhã na Unidade 3.
Participantes do II Congresso durante café da manhã na Unidade 3. Foto (Patrícia Azevedo/Dom Total)
Tour conduzido pelo arquiteto Frabrício Microni, gerente administrativo da Unidade 3.
Tour conduzido pelo arquiteto Frabrício Microni, gerente administrativo da Unidade 3. Foto (Patrícia Azevedo/Dom Total)
O chefe Felipe Leroy e o arquiteto Frabrício Microni passam orientações aos participantes.
O chefe Felipe Leroy e o arquiteto Frabrício Microni passam orientações aos participantes. Foto (Patrícia Azevedo/Dom Total)
Professores da Dom Helder durante tour conduzido pelo arquiteto Frabrício Microni, gerente administrativo da Unidade 3.
Professores da Dom Helder durante tour conduzido pelo arquiteto Frabrício Microni, gerente administrativo da Unidade 3. Foto (Patrícia Azevedo/Dom Total)
Tour conduzido pelo arquiteto Frabrício Microni explorou diferentes locais da Unidade 3.
Tour conduzido pelo arquiteto Frabrício Microni explorou diferentes locais da Unidade 3. Foto (Patrícia Azevedo/Dom Total)
Tour conduzido pelo arquiteto Frabrício Microni explorou diferentes locais da Unidade 3.
Tour conduzido pelo arquiteto Frabrício Microni explorou diferentes locais da Unidade 3. Foto (Patrícia Azevedo/Dom Total)
Tour conduzido pelo arquiteto Frabrício Microni explorou diferentes locais da Unidade 3.
Tour conduzido pelo arquiteto Frabrício Microni explorou diferentes locais da Unidade 3. Foto (Patrícia Azevedo/Dom Total)
Tour conduzido pelo arquiteto Frabrício Microni explorou diferentes locais da Unidade 3.
Tour conduzido pelo arquiteto Frabrício Microni explorou diferentes locais da Unidade 3. Foto (Patrícia Azevedo/Dom Total)
Tour conduzido pelo arquiteto Frabrício Microni explorou diferentes locais da Unidade 3.
Tour conduzido pelo arquiteto Frabrício Microni explorou diferentes locais da Unidade 3. Foto (Patrícia Azevedo/Dom Total)
Tour conduzido pelo arquiteto Frabrício Microni explorou diferentes locais da Unidade 3.
Tour conduzido pelo arquiteto Frabrício Microni explorou diferentes locais da Unidade 3. Foto (Patrícia Azevedo/Dom Total)
Tour conduzido pelo arquiteto Frabrício Microni explorou diferentes locais da Unidade 3.
Tour conduzido pelo arquiteto Frabrício Microni explorou diferentes locais da Unidade 3. Foto (Patrícia Azevedo/Dom Total)
Tour conduzido pelo arquiteto Frabrício Microni explorou diferentes locais da Unidade 3.
Tour conduzido pelo arquiteto Frabrício Microni explorou diferentes locais da Unidade 3. Foto (Patrícia Azevedo/Dom Total)
Tour conduzido pelo arquiteto Frabrício Microni explorou diferentes locais da Unidade 3.
Tour conduzido pelo arquiteto Frabrício Microni explorou diferentes locais da Unidade 3. Foto (Patrícia Azevedo/Dom Total)
O chef Felipe Leroy conduz a degustação às cegas no auditório da Unidade 3.
O chef Felipe Leroy conduz a degustação às cegas no auditório da Unidade 3. Foto (Patrícia Azevedo/Dom Total)
Participantes são convidados a vendar os olhos.
Participantes são convidados a vendar os olhos. Foto (Patrícia Azevedo/Dom Total)
O chef Felipe Leroy conduz a degustação às cegas no auditório da Unidade 3.
O chef Felipe Leroy conduz a degustação às cegas no auditório da Unidade 3. Foto (Patrícia Azevedo/Dom Total)
Essência é distribuída aos participantes para despertar o olfato.
Essência é distribuída aos participantes para despertar o olfato. Foto (Patrícia Azevedo/Dom Total)
Essência é distribuída aos participantes para despertar o olfato.
Essência é distribuída aos participantes para despertar o olfato. Foto (Patrícia Azevedo/Dom Total)
Essência é distribuída aos participantes para despertar o olfato.
Essência é distribuída aos participantes para despertar o olfato. Foto (Patrícia Azevedo/Dom Total)
Essência é distribuída aos participantes para despertar o olfato.
Essência é distribuída aos participantes para despertar o olfato. Foto (Patrícia Azevedo/Dom Total)
Lucas Martins, do NEP, auxilia o chefe Felipe Leroy na degustação às cegas.
Lucas Martins, do NEP, auxilia o chefe Felipe Leroy na degustação às cegas. Foto (Patrícia Azevedo/Dom Total)
Em seguida, foram servidos 12 alimentos com diferentes texturas.
Em seguida, foram servidos 12 alimentos com diferentes texturas. Foto (Patrícia Azevedo/Dom Total)
Alimentos servidos na degustação às cegas, juntamente com a essência usada para despertar o olfato.
Alimentos servidos na degustação às cegas, juntamente com a essência usada para despertar o olfato. Foto (Patrícia Azevedo/Dom Total)
O chocolate foi o último alimento servido na degustação.
O chocolate foi o último alimento servido na degustação. Foto (Patrícia Azevedo/Dom Total)
Jéssica Marques, do NEP, auxilia o chefe Felipe Leroy na degustação às cegas.
Jéssica Marques, do NEP, auxilia o chefe Felipe Leroy na degustação às cegas. Foto (Patrícia Azevedo/Dom Total)
Atividade realizada na Unidade III explorou a relação entre a culinária e o comportamento empreendedor.
Atividade realizada na Unidade III explorou a relação entre a culinária e o comportamento empreendedor. Foto (Patrícia Azevedo/Dom Total)
Participantes sorteiam frases sobre empreendedorismo e inovação.
Participantes sorteiam frases sobre empreendedorismo e inovação. Foto (Patrícia Azevedo/Dom Total)
Participantes sorteiam frases sobre empreendedorismo e inovação.
Participantes sorteiam frases sobre empreendedorismo e inovação. Foto (Patrícia Azevedo/Dom Total)
Participantes sorteiam frases sobre empreendedorismo e inovação.
Participantes sorteiam frases sobre empreendedorismo e inovação. Foto (Patrícia Azevedo/Dom Total)
Paulo Stumpf, reitor da Dom Helder, Sebastien Kiwonghi, pró-reitor de pós-graduação, e o padre jesuíta João Roque Rohr.
Paulo Stumpf, reitor da Dom Helder, Sebastien Kiwonghi, pró-reitor de pós-graduação, e o padre jesuíta João Roque Rohr. Foto (Patrícia Azevedo/Dom Total)
O grupo foi convidado a participar do preparo do almoço – uma paella mineira.
O grupo foi convidado a participar do preparo do almoço – uma paella mineira. Foto (Patrícia Azevedo/Dom Total)
O grupo foi convidado a participar do preparo do almoço – uma paella mineira.
O grupo foi convidado a participar do preparo do almoço – uma paella mineira. Foto (Patrícia Azevedo/Dom Total)
O grupo foi convidado a participar do preparo do almoço – uma paella mineira.
O grupo foi convidado a participar do preparo do almoço – uma paella mineira. Foto (Patrícia Azevedo/Dom Total)
O grupo foi convidado a participar do preparo do almoço – uma paella mineira.
O grupo foi convidado a participar do preparo do almoço – uma paella mineira. Foto (Patrícia Azevedo/Dom Total)
O grupo foi convidado a participar do preparo do almoço – uma paella mineira.
O grupo foi convidado a participar do preparo do almoço – uma paella mineira. Foto (Patrícia Azevedo/Dom Total)
O grupo foi convidado a participar do preparo do almoço – uma paella mineira.
O grupo foi convidado a participar do preparo do almoço – uma paella mineira. Foto (Patrícia Azevedo/Dom Total)
O grupo foi convidado a participar do preparo do almoço – uma paella mineira.
O grupo foi convidado a participar do preparo do almoço – uma paella mineira. Foto (Patrícia Azevedo/Dom Total)
O grupo foi convidado a participar do preparo do almoço – uma paella mineira.
O grupo foi convidado a participar do preparo do almoço – uma paella mineira. Foto (Patrícia Azevedo/Dom Total)
O grupo foi convidado a participar do preparo do almoço – uma paella mineira.
O grupo foi convidado a participar do preparo do almoço – uma paella mineira. Foto (Patrícia Azevedo/Dom Total)
O grupo foi convidado a participar do preparo do almoço – uma paella mineira.
O grupo foi convidado a participar do preparo do almoço – uma paella mineira. Foto (Patrícia Azevedo/Dom Total)
Os participantes compartilharam pensamentos e comentários sobre os temas centrais do congresso.
Os participantes compartilharam pensamentos e comentários sobre os temas centrais do congresso. Foto (Patrícia Azevedo/Dom Total)
Atividade realizada na Unidade III explorou a relação entre a culinária e o comportamento empreendedor.
Atividade realizada na Unidade III explorou a relação entre a culinária e o comportamento empreendedor. Foto (Patrícia Azevedo/Dom Total)
Os participantes compartilharam pensamentos e comentários sobre os temas centrais do congresso.
Os participantes compartilharam pensamentos e comentários sobre os temas centrais do congresso. Foto (Patrícia Azevedo/Dom Total)
Os participantes compartilharam pensamentos e comentários sobre os temas centrais do congresso.
Os participantes compartilharam pensamentos e comentários sobre os temas centrais do congresso. Foto (Patrícia Azevedo/Dom Total)
Cácia Stumpf, pró-reitora administrativa, Rogério Vieira, coordenador do NEP, e Edmilson Ferreira, coordenador do EAD.
Cácia Stumpf, pró-reitora administrativa, Rogério Vieira, coordenador do NEP, e Edmilson Ferreira, coordenador do EAD. Foto (Patrícia Azevedo/Dom Total)
Professor Renato Campos, da Dom Helder, participa do preparo do almoço.
Professor Renato Campos, da Dom Helder, participa do preparo do almoço. Foto (Patrícia Azevedo/Dom Total)
Professor Mateus Bernardes, da EMGE, participa do preparo do almoço.
Professor Mateus Bernardes, da EMGE, participa do preparo do almoço. Foto (Patrícia Azevedo/Dom Total)
O professor Franclim Brito, reitor da EMGE, também contribuiu.
O professor Franclim Brito, reitor da EMGE, também contribuiu. Foto (Patrícia Azevedo/Dom Total)
O grupo foi convidado a participar do preparo do almoço – uma paella mineira.
O grupo foi convidado a participar do preparo do almoço – uma paella mineira. Foto (Patrícia Azevedo/Dom Total)
Patrícia Azevedo, jornalista DomTotal, Lindon John, aluno da EMGE, Lucas Martins e Jéssica Marques, do NEP.
Patrícia Azevedo, jornalista DomTotal, Lindon John, aluno da EMGE, Lucas Martins e Jéssica Marques, do NEP. Foto (Jéssica Marques/NEP)
O professor Jacob Máximo foi um dos participantes do Momento Experiência.
O professor Jacob Máximo foi um dos participantes do Momento Experiência. Foto (Patrícia Azevedo/Dom Total)
O padre jesuíta João Roque Rohr, que recebeu o título de doctor honoris causa durante o II Congresso, e a professora Maria Flávia Máximo.
O padre jesuíta João Roque Rohr, que recebeu o título de doctor honoris causa durante o II Congresso, e a professora Maria Flávia Máximo. Foto (Patrícia Azevedo/Dom Total)
Atividade realizada na Unidade III explorou a relação entre a culinária e o comportamento empreendedor.
Atividade realizada na Unidade III explorou a relação entre a culinária e o comportamento empreendedor. Foto (Patrícia Azevedo/Dom Total)
O padre jesuíta João Roque Rohr, que recebeu o título de doctor honoris causa durante o II Congresso, e a professora Maria Flávia Máximo.
O padre jesuíta João Roque Rohr, que recebeu o título de doctor honoris causa durante o II Congresso, e a professora Maria Flávia Máximo. Foto (Patrícia Azevedo/Dom Total)
Atividade realizada na Unidade III explorou a relação entre a culinária e o comportamento empreendedor.
Atividade realizada na Unidade III explorou a relação entre a culinária e o comportamento empreendedor. Foto (Patrícia Azevedo/Dom Total)
João Roque Rohr, Maria Flávia Máximo e Felipe Leroy.
João Roque Rohr, Maria Flávia Máximo e Felipe Leroy. Foto (Patrícia Azevedo/Dom Total)
Cácia Stumpf, pró-reitora administrativa, e Felipe Leroy.
Cácia Stumpf, pró-reitora administrativa, e Felipe Leroy. Foto (Patrícia Azevedo/Dom Total)
Professoras Ana Virgínia e Beatriz Costa, juntamente com o chefe Felipe Leroy.
Professoras Ana Virgínia e Beatriz Costa, juntamente com o chefe Felipe Leroy. Foto (Patrícia Azevedo/Dom Total)
Professor Paulo Stumpf, reitor da Dom Helder, acompanha o preparo do almoço.
Professor Paulo Stumpf, reitor da Dom Helder, acompanha o preparo do almoço. Foto (Patrícia Azevedo/Dom Total)
Anacélia Santos, Paulo Stumpf, João Roque Rohr, Sebastien Kiwonghi e Felipe Leroy.
Anacélia Santos, Paulo Stumpf, João Roque Rohr, Sebastien Kiwonghi e Felipe Leroy. Foto (Patrícia Azevedo/Dom Total)
Professor Mateus Bernardes e Lindon John, aluno da EMGE.
Professor Mateus Bernardes e Lindon John, aluno da EMGE. Foto (Patrícia Azevedo/Dom Total)
Paella mineira é servida aos participantes.
Paella mineira é servida aos participantes. Foto (Patrícia Azevedo/Dom Total)
Paella mineira é servida aos participantes.
Paella mineira é servida aos participantes. Foto (Patrícia Azevedo/Dom Total)
Paella mineira é servida aos participantes.
Paella mineira é servida aos participantes. Foto (Patrícia Azevedo/Dom Total)
Paella mineira é servida aos participantes.
Paella mineira é servida aos participantes. Foto (Patrícia Azevedo/Dom Total)
Atividade realizada na Unidade III explorou a relação entre a culinária e o comportamento empreendedor.
Atividade realizada na Unidade III explorou a relação entre a culinária e o comportamento empreendedor. Foto (Patrícia Azevedo/Dom Total)

Por Patrícia Azevedo
Repórter Dom Total

Com uma experiência inovadora, que explorou a relação entre a culinária e o comportamento empreendedor, a Dom Helder Escola de Direito e a Escola de Engenharia de Minas Gerais (EMGE) encerraram o II Congresso do Conhecimento no último sábado (14). Após três dias de debates, palestras e workshops na sede das instituições, em Belo Horizonte, um grupo de participantes seguiu para a Unidade 3, localizada em Casa Branca, distrito de Brumadinho. Já na chegada ao local, um convite para despertar os sentidos: sons de pássaros e quedas d’água, o calor provocado pelo sol, o cheiro de mato que se misturava ao aroma do café, servido próximo ao fogão de lenha.

Após as boas-vindas do professor Franclim Brito, reitor da EMGE, teve início a primeira atividade do dia: um tour conduzido pelo arquiteto Frabrício Microni, gerente administrativo da Unidade 3. Os participantes puderam conhecer diferentes espaços, como a capela, os jardins e a lagoa reservada para a pesca recreativa, e aprender sobre as práticas sustentáveis empreendidas no local, como o uso de energia solar e o plantio de espécies frutíferas para reflorestamento. “Não poderíamos estar em um lugar tão abençoado sem antes vivenciá-lo”, apontou Mateus Bernardes, professor da EMGE e integrante da comissão organizadora do congresso.

“É um lugar maravilhoso! Tem disciplina, é zelado. O tour nos colocou com a sensação de bem-estar ideal para a atividade seguinte – a degustação sensorial”, afirmou o chef Felipe Leroy, idealizador dos projetos Cozinha Vitrine e Cozinha Educativa. De olhos vendados, cada participante recebeu, primeiramente, gotas de essência nas mãos. Em seguida, foram servidos 12 alimentos com diferentes texturas, um por vez. Havia frutas, queijos, castanhas e chocolate, entre outros. Confira acima no álbum de fotos! 

O chef Felipe Leroy, que conduziu a experiência, pediu para o grupo explorar outros sentidos, como o tato e o olfato, antes do paladar. “Comer de olhos vendados não é fácil para ninguém, existe um esforço muito grande de confiança individual e na outra pessoa. Acreditar que ela não vai trazer nenhum dano ou constrangimento para você. Ao mesmo tempo, percebemos como os olhos nos limitam. A gente vai mais longe quando não vê”, destacou Felipe.

Para o aluno Lindon John, que cursa Engenharia Civil na EMGE, a degustação às cegas mostrou que a visão traz muitas sensações automatizadas e preconceitos instalados sobre determinadas coisas – neste caso, os alimentos. “Isso me mostrou que preciso não só ver, mas também compreender para poder conhecer de fato”, contou.

Construção coletiva

O grande momento do dia, no entanto, estava por vir. Reunidos no gramado próximo à copa, o grupo foi convidado a participar do preparo do almoço – uma paella mineira. Além de contar um pouco sobre a história do prato, Felipe provocou reflexões sobre os temas centrais do congresso: o empreendedorismo e a inovação. Os participantes também compartilharam pensamentos e comentários sobre o assunto, provocados por frases sorteadas anteriormente.

“A construção de um prato, por si só, é uma ação empreendedora. Precisamos pegar os insumos que estão separados, soltos. Vamos fazendo fusões e cisões para que o prato fique pronto. É um aprendizado constante”, disse Felipe. No caso da paella mineira, foram utilizados diferentes ingredientes, como costelinha, frango, linguiça, arroz, pimentões, abobrinha e quiabo, além sal e temperos variados. Todos cozidos ou selados na mesma panela. “A paella representa o prato da família, em que uma panela muito grande serve muitas pessoas. Estamos aqui reunidos, trabalhando, mas desenvolvemos esse sentimento humano de família, dentro desse processo de compartilhamento. É um prato feito de forma coletiva para ser consumido no coletivo”, explicou Felipe.

Para o professor Mateus Bernardes, a experiência na Unidade 3 fechou de forma excepcional o II Congresso, promovendo um novo olhar sobre os temas propostos. “Essa experiência foi pensada e desenhada com um grand finale, um complemento para tudo o que vivemos desde quarta-feira (11). A cereja do bolo. Tivemos a oportunidade de escutar pessoas falando sobre inteligência artificial, como construir a própria carreira, empreendedorismo social. Buscamos então uma experiência sensorial, que fosse mais prática, estimulando convívio e o sentimento de ‘colocar a mão na massa’ pela linguagem da culinária e da gastronomia”, finalizou Mateus.

Toda a atividade foi acompanhada pelo padre jesuíta João Roque Rohr, que recebeu o título de doctor honoris causa durante o II Congresso, pelos reitores da Dom Helder e EMGE, professores Paulo Stumpf e Franclim Brito, e por integrantes do corpo docente das instituições.

Confira registro da atividade produzido pelo aluno Lindon John, da EMGE:



Patrícia Azevedo/Dom Total

EMGE

*O DomTotal é mantido pela Escola de Engenharia de Minas Gerais (EMGE). Engenharia Civil conceito máximo no MEC.
Saiba mais!



Instituições Conveniadas