Religião

20/09/2019 | domtotal.com

Islam e ecologia

Allah é senhor do nascente e do poente, mas ao homem cabe o livre arbítrio e este será julgado pelo modo como lida com as criaturas de Deus.

Se o ser humano crer que tudo é criação divina e não cuida dela, torna-se responsável por este desequilíbrio.
Se o ser humano crer que tudo é criação divina e não cuida dela, torna-se responsável por este desequilíbrio. (Hasan Almasi/ Unsplash)

Por Francirosy Campos Barbosa*

A compreensão de todo código de vida de um muçulmano passa em primeiro plano pelo conceito de tawhid, que significa unicidade de Deus. Este conceito é central no islam. A fé em Deus único implica que nada pode ser associado a Ele, e por sua vez, Ele é Criador de tudo que há na terra e no céu. Deus cria o que quer: Quando decreta alguma coisa, diz apenas seja, e ela é (Surata 3: 47). Se tudo o que existe no céu e na terra pertencem a Deus e foi criado por Ele, é para Ele que retornam todas as coisas. É comum ouvir: de Deus viemos e a Ele retornaremos – Inna Lilahi Wa Inna Ileihi Rájiuna.

Leia também:

Podemos chamar de princípio ético o modo como no islam se dá cuidado com tudo que é criação divina, desde o humano à natureza. Quando se trata de princípio ético do modo como se lida com o meio ambiente Abdul-Matin (2010) em seu livro Green deen elenca alguns pontos importantes:  a compreensão do tawhid; ver os sinais de Deus (ayat) em todos os lugares; ser um servidor (jalifa) da terra; honrar a confiança que temos com Deus (amana) como protetores do planeta; avançar para a justiça; viver em equilíbrio com a natureza (mizan).

A proteção do meio ambiente é claramente percebida quando no Alcorão se lê: "... comam e bebam com moderação, porque Deus não ama os desperdiçadores" (6:141; 7:31). Tudo que corresponde à vida humana e à natureza deve estar em equilíbrio, os excessos devem ser evitados pelos muçulmanos: "Temos estendido a terra, colocando nela firmes montanhas e fazendo crescer nela todos os tipos de coisas de forma equilibrada" (15:19).

Até mesmo em situação de guerra há princípios éticos no islam, na qual há regras claras de proteção ao meio ambiente, principalmente se dele provém o alimento de uma determinada população. "Dize-lhes: Percorrei a terra e contemplai como Deus origina a criação" (35,27-29; 16,65-69). No texto alcorânico é possível ver várias descrições sobre a chuva, a fecundidade do solo, sobre variedade de frutas, legumes, etc. "Allah é senhor do nascente e do poente" (Sura 73,9), mas ao homem cabe o livre arbítrio e este será julgado pelo modo como lida com as criaturas de Deus. "Deus cria o que lhe apraz, porque Deus é omnipotente. (Sura 24,42-45) Não reparam, acaso, em como Deus origina a criação e logo a reproduz? Em verdade isso é fácil para Deus".

A natureza em desequilíbrio revela mais da espiritualidade do homem, do que podemos imaginar. Se o ser humano crer que tudo é criação divina e não cuida dela, torna-se responsável por este desequilíbrio. O cuidado com o meio ambiente é reflexo da espiritualidade, pois essa passa pela harmonia com tudo que foi criado para o bem estar de todo ser vivo, por isso, "ao homem cabe ser protetor, e este deve desempenhar com sabedoria (2:30); Deus não terá misericórdia com alguém a não ser que esse alguém tenha misericórdia com outras criaturas.” (Abdullah b. Amr: Abu Dawud & Tirmidhi)

Muito dos desastres ambientais que assistimos na atualidade tem o homem como responsável, geralmente pela sua ambição, por um “desenvolvimento” desenfreado de cidades no qual se altera a vegetação, se contamina os rios, dando pouca atenção ao equilíbrio entre homem e a natureza.  É clara a recomendação do profeta Muhammad Saas: “Um muçulmano que planta uma árvore ou semeia um campo, a partir do qual homens, aves e animais podem comer, está praticando um ato de caridade.” (Muslim), por isso, cuidar do meio ambiente é cuidar da espiritualidade estando desta forma em sintonia com Deus e suas criaturas.

*Francirosy Campos Barbosa é antropóloga, livre docente no departamento de psicologia, coordenadora do 'Grupo de antropologia em contextos islâmicos e árabes' (Gracias).

EMGE

*O DomTotal é mantido pela Escola de Engenharia de Minas Gerais (EMGE). Engenharia Civil conceito máximo no MEC.
Saiba mais!

Comentários


Instituições Conveniadas