Religião

14/10/2019 | domtotal.com

'Irmã Dulce dizia que nunca podemos negar nada ao pobre', diz religiosa que conviveu com a santa

Grupos vindos do Brasil participaram de celebração na Itália em homenagem à nova santa brasileira.

Celebração aconteceu um dia após o reconhecimento da santidade do
Celebração aconteceu um dia após o reconhecimento da santidade do "anjo bom da Bahia". Foto (Mirticeli Medeiros/Esp. DomTotal)
"Ficar cego por 14 anos e voltar a enxergar é algo fora do comum. A palavra é gratidão", diz Mauricio Moreira. Foto (Mirticeli Medeiros/Esp. DomTotal)
Celebração aconteceu um dia após o reconhecimento da santidade do
Celebração aconteceu um dia após o reconhecimento da santidade do "anjo bom da Bahia". Foto (Mirticeli Medeiros/Esp. DomTotal)
Irmã Olivia Lucinda cuidou de Irma Dulce até seus últimos dias de vida.
Irmã Olivia Lucinda cuidou de Irma Dulce até seus últimos dias de vida. Foto (Mirticeli Medeiros/Esp. DomTotal)
Celebração aconteceu um dia após o reconhecimento da santidade do
Celebração aconteceu um dia após o reconhecimento da santidade do "anjo bom da Bahia". Foto (Mirticeli Medeiros/Esp. DomTotal)
Celebração aconteceu um dia após o reconhecimento da santidade do
Celebração aconteceu um dia após o reconhecimento da santidade do "anjo bom da Bahia". Foto (Mirticeli Medeiros/Esp. DomTotal)
Celebração aconteceu um dia após o reconhecimento da santidade do
Celebração aconteceu um dia após o reconhecimento da santidade do "anjo bom da Bahia". Foto (Mirticeli Medeiros/Esp. DomTotal)
Margareth Menezes cantou durante missa em Roma.
Margareth Menezes cantou durante missa em Roma. Foto (Mirticeli Medeiros/Esp. DomTotal)
Celebração aconteceu um dia após o reconhecimento da santidade do
Celebração aconteceu um dia após o reconhecimento da santidade do "anjo bom da Bahia". Foto (Mirticeli Medeiros/Esp. DomTotal)
Celebração aconteceu um dia após o reconhecimento da santidade do
Celebração aconteceu um dia após o reconhecimento da santidade do "anjo bom da Bahia". Foto (Mirticeli Medeiros/Esp. DomTotal)
Celebração aconteceu um dia após o reconhecimento da santidade do
Celebração aconteceu um dia após o reconhecimento da santidade do "anjo bom da Bahia". Foto (Mirticeli Medeiros/Esp. DomTotal)
Coletiva de imprensa na segunda semana do Sínodo da Amazônia.
Coletiva de imprensa na segunda semana do Sínodo da Amazônia. Foto (Mirticeli Medeiros/Esp. DomTotal)

Por Mirticeli Medeiros*
Especial para o DomTotal

Cidade do Vaticano - No centro de Roma, a Basilica de Sant'Andrea della Vale foi invadida por brasileiros nesta segunda-feira (14). Cerca de duas mil pessoas participaram de uma missa em ação de graças pela canonização de Irmã Dulce, agora Santa Dulce dos Pobres. Quem a presidiu foi o arcebispo de Salvador, dom Murilo Krieger, SCJ. O evento também contou com a participação do vice-presidente da República, general Hamilton Mourão (PRTB). 

Irmã Olivia Lucinda, que cuidou de Irma Dulce até seus últimos dias de vida, participou da celebração. Emocionada, a religiosa disse ao Dom Total o que significa ver a amiga sendo reconhecida dessa forma.

"Eu sabia que irmã Dulce era santa. Quando vi aquele seu retrato na basílica de São Pedro, fui tomada por uma forte emoção. [...] Ela dizia para mim que a gente nunca deve negar nada ao pobre. E que tudo que a gente dá ao pobre, Deus dá a recompensa".

O milagre que levou "o anjo bom da Bahia" à canonização foi a cura de uma pessoa que não enxergava há 14 anos, por causa de uma lesão grave no nervo ótico. O maestro brasileiro Mauricio Moreira, de 50 anos, natural de Salvador, recuperou a visão após pedir a intercessão da santa, em 2014. Ele disse "que voltar a enxergar para ver essas celebrações é a maior graça que ele poderia receber". 

"Estou em êxtase espiritual [...] Eu rezei todo o tempo agradecendo. Ficar cego por 14 anos e voltar a enxergar é algo fora do comum. A palavra é gratidão". 

Dom Murilo Krieger disse que essa canonização serve para lembrar-nos "que a simplicidade deve prevalecer em um mundo de tanta vaidade" e que "é hora de voltar ao essencial e deixar de lado a mesquinhez". 

O evento aconteceu um dia após o reconhecimento da santidade do "anjo bom da Bahia", ocorrido no Vaticano, nesse domingo,  em cerimônia realizada pelo papa Francisco.

Ao final da missa, artistas como Margarete Menezes, embaixadora das obras sociais de Irma Dulce e o sanfoneiro Waldonys cantaram musicas em homenagem à santa recém-proclamada.  

Cobertura especial:

*Mirticeli Dias de Medeiros é jornalista e mestre em História da Igreja pela Pontifícia Universidade Gregoriana de Roma. Desde 2009, cobre primordialmente o Vaticano para meios de comunicação no Brasil e na Itália, sendo uma das poucas jornalistas brasileiras credenciadas como vaticanista junto à Sala de Imprensa da Santa Sé.

EMGE

*O DomTotal é mantido pela Escola de Engenharia de Minas Gerais (EMGE). Engenharia Civil conceito máximo no MEC.
Saiba mais!

Comentários


Instituições Conveniadas