Religião

05/11/2019 | domtotal.com

Deus: masculino ou feminino?


Começamos com música e humor e, para quem ouvir até ao fim, talvez uns passos de dança. Contemplamos a criação do homem e da mulher, crescemos em sabedoria com uma pequena lição de hebraico e, no final, saboreamos um poema de Baudelaire.

'Adão e Eva' de Marc Chagall
'Adão e Eva' de Marc Chagall (Reprodução)

1. Como mel para a boca

Aïcha vem do termo árabe a’ish que significa "viva". Ish, a raiz semítica que está tão presente no livro do Gênesis, estará no centro de nossa reflexão. Mas antes disso, com Ish, a’ish, Aïcha… seria impensável não começar primeiro pela “mais bonita canção de amor do século 20”: Aïcha de Khaled! É que, como vamos falar do amor entre o homem e a mulher, esta ‘pérola’ da canção francesa vem mesmo a calhar…

2. Textos Bíblicos

Deus criou o ser humano à sua imagem, criou-o à imagem de Deus; Ele os criou homem e mulher (Gn 1, 27).

Da costela que retirara do homem, o Senhor Deus fez a mulher e conduziu-a até ao homem.
Então, o homem exclamou:
"Esta é, realmente, osso dos meus ossos e carne da minha carne. Chamar-se-á mulher (ishah), visto ter sido tirada do homem (ish)!" (Gn 2, 22-23).

3. O esclarecimento

Enigma do dia

“criou-o à imagem de Deus; Ele os criou homem e mulher.”

Este versículo do capítulo 1 do livro do Gênesis significa que podemos contemplar a imagem de Deus na humanidade sexuada. Hum… como assim? 

  • Quererá isto dizer que a imagem de Deus no ser humano se encontra, para além do sexo, no que é comum ao homem e à mulher?
  • Ou, pelo contrário, é preciso imaginar um Deus duplamente sexuado? (traduzido na gíria atual: o Livro do Génesis representa Deus como genderfree ou andrógino?)

Início da resposta (mantemos o suspense):

Os versículos extraídos do segundo capítulo do Gênesis permitem-nos aprofundar a reflexão:

Chamar-se-á mulher (ishah), visto ter sido tirada do homem (ish)!

Para percebermos o sentido do primeiro versículo, aproveitamos para estudar só um bocadinho de hebraico: vai ver como é simples e como ajuda muito a esclarecer as coisas.

Pequena lição de hebraico

Em hebraico, ish significa "homem" e isha "mulher":

  • ish שיא (homem)
  • isha השא (mulher)

Repare bem nas duas palavras. São parecidas, diferindo apenas numa letra a mais ou a menos:

  • ish tem um yod (י) a mais do que isha, mas não tem hé (ה)
  • isha contém hé (ה), mas não um yod (י)

Se unirmos as duas letras que distinguem o homem da mulher (e que representam simbolicamente os seus órgãos sexuais), obtemos:

ה י : estas duas letras (que se leem da direita para a esquerda) formam a palavra YH, que pode ler-se "Ya".

A imagem de Deus na união do homem e da mulher

Saber isto muda alguma coisa? Tudo! Se é um leitor frequente, saberá já que no Antigo Testamento aparecem várias vezes as quatro letras YHWH para referir Deus. YH é a forma abreviada deste nome.
Basicamente, é como uma conta de somar:

 letra própria do nome do homem י

+letra própria do nome da mulher ה

= o Nome de Deus ה  י

Eis então o que este “jogo de letras” simboliza: a imagem que Deus projeta ao criar a humanidade pode ser contemplada na união do homem e da mulher!

Deus está para além de todas as categorias sexuais da humanidade. Deus é Amor e o caráter sexuado do homem e da mulher é um dos símbolos por excelência desta verdade. Enfim, como cantaram todos os grandes poetas da História, o amor conjugal é transcendente!

4. Uma palavra final

Ao descrever o sentimento verdadeiramente espiritual do homem quando beija a sua esposa, Baudelaire não se enganou:

Qual uma inflada vaga oriunda
Dos gelos frementes,
Quando a água em tua boca inunda
A arcada dos dentes,
Bebo de um vinho que me infunde
Amargura e calma,
Um líquido céu que difunde
Astros em minha alma!

(Charles Baudelaire, A Serpente que dança, seção Spleen e Ideal em As flores do mal, Paris. Edição bilíngue, tradução por Ivan Junqueira, Brasil 2006.)


Publicado originalmente por Ponto SJ

EMGE

*O DomTotal é mantido pela Escola de Engenharia de Minas Gerais (EMGE). Engenharia Civil conceito máximo no MEC.
Saiba mais!

Comentários


Instituições Conveniadas