Economia

06/11/2019 | domtotal.com

Estados e municípios receberão valor menor agora com leilão do pré-sal

O leilão frustrou as expectativas da equipe econômica de arrecadar R$ 106,5 bilhões

A Petrobras, com as chinesas CNOOC e CNODC, arrematou duas das quatro áreas oferecidas, pagando R$ 69 96 bilhões
A Petrobras, com as chinesas CNOOC e CNODC, arrematou duas das quatro áreas oferecidas, pagando R$ 69 96 bilhões (MAURO PIMENTEL/AFP)

O líder do governo no Senado, Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE), manifestou uma avaliação positiva com o resultado do megaleilão do pré-sal, apesar de a arrecadação ter ficado abaixo da expectativa. Ele pontuou que Estados e municípios receberão um repasse menor do que o inicialmente previsto, mas terão outra parcela nas áreas licitadas ano que vem.

O leilão frustrou as expectativas da equipe econômica de arrecadar R$ 106,5 bilhões. A Petrobras, com as chinesas CNOOC e CNODC, arrematou duas das quatro áreas oferecidas, pagando R$ 69 96 bilhões. As grandes petroleiras ficaram de fora e as outros dois campos não tiveram oferta.

"Essa é uma leitura (de arrecadação menor que o previsto). A outra leitura é que a arrecadação é a maior de leilão de petróleo e gás do mundo", comentou o senador. "O governo arrecada R$ 70 bilhões e isso é muito significativo. As áreas que não foram arrematadas serão colocadas em licitação no primeiro semestre do próximo ano."

Como os valores serão divididos com Estados e municípios, o repasse será menor do que o inicialmente previsto. "Vai ter uma repercussão, vai ser menor, mas isso não quer dizer que os Estados e municípios não vão ter esses recursos porque as áreas serão licitadas novamente no primeiro semestre do próximo ano", disse Bezerra, pontuando que, no próximo leilão, haverá outro repasse para governadores e prefeitos.


Agência Estado

EMGE

*O DomTotal é mantido pela Escola de Engenharia de Minas Gerais (EMGE). Engenharia Civil conceito máximo no MEC.
Saiba mais!

Comentários


Instituições Conveniadas