Esporte Futebol Mineiro

07/11/2019 | domtotal.com

Com um a menos, Cruzeiro empata com Athletico-PR e Abel celebra resultado

A igualdade por 0 a 0 fez a Raposa ganhar duas posições na tabela do Campeonato Brasileiro numa noite em que Sassá foi expulso

O empate acabou sendo um bom resultado para o Cruzeiro
O empate acabou sendo um bom resultado para o Cruzeiro (Geraldo Bubniak / Light Press / Cruzeiro)

O Cruzeiro conseguiu um importante resultado ao empatar por 0 a 0 com o Athletico Paranaense nessa quarta-feira (6), em partida válida pela 31ª rodada do Campeonato Brasileiro. A Raposa jogou boa parte do segundo tempo com um jogador a menos graças à expulsão de Sassá. Diante das adversidades como a ausência de titulares e o próprio cartão vermelho de Sassá, o técnico Abel Braga valorizou o ponto conquistado. 

Pelo lado do Furação, foi o primeiro jogo sem Tiago Nunes à beira do campo. O treinador acertou com o Corinthians e assumirá o Timão a partir de dezembro. Dessa forma, Eduardo Barros comandou interinamente os paranaenses.

Com o empate, o Athletico-PR foi a 47 pontos, caindo para a sétima posição. Na próxima rodada, a equipe terá pela frente o São Paulo, no Morumbi, no domingo, às 16h. Enquanto isso, o Cruzeiro chegou aos 34 pontos, indo à 14ª colocação. O próximo compromisso do time é o clássico contra o Atlético, no domingo, às 16h.

Nesta quinta-feira (7), o Cruzeiro seca Botafogo, Ceará, e Fluminense que jogam contra Flamengo, Internacional e São Paulo, respectivamente, para não voltar para a zona de rebaixamento.  

Mesmo com o 0 a 0 no placar, a partida contou com boas chances de gol (Foto: Miguel Locatelli/CAP)

O jogo

Empurrado pela torcida, o Athletico-PR foi muito superior na primeira etapa, exigindo boas defesas de Fábio. Na primeira chegada, Wellington fez bom lançamento por cima, encontrando Madson, que testou e a bola triscou a trave. Logo na sequência, Márcio Azevedo bateu escanteio pela esquerda e Thiago Heleno cabeceou para baixo, exigindo defesa do goleiro.

Em seguida, foi a vez de Bruno Guimarães arriscar. O meio-campista fez boa jogada na entrada da área e finalizou forte, parando em Fábio novamente. Depois, após cruzamento da esquerda, Rony aproveitou sobra e a finalização foi defendida pelo goleiro da Raposa.

A última chance da primeira etapa caiu nos pés de Marco Rúben. O centroavante chutou da entrada da área, a bola desviou na zaga cruzeirense e Fábio se esticou todo para espalmar.

Segundo tempo

Na volta do segundo tempo, o Cruzeiro resolveu se arriscar mais no ataque e foi quem levou perigo logo no início, Sassá arrancou da intermediária, ganhou na corrida do zagueiro e finalizou forte com a perna esquerda. Santos pulou e espalmou para escanteio.

Aos 10 minutos, o Cruzeiro foi do êxtase a uma situação delicada na partida. Fábio deu um chutão para o campo de ataque, Sassá ganhou da defesa do Athletico, passou por Santos e empurrou para as redes. No entanto, a arbitragem anulou o gol, já que o atacante da Raposa dominou com o braço antes de marcar. Pela infração, Sassá recebeu o segundo cartão amarelo e foi expulso.

Mesmo com a superioridade numérica em campo, o Athletico não conseguiu levar perigo ao gol dos mineiros. Por outro lado, o Cruzeiro quase marcou com Ezequiel. O atacante recebeu pelo lado do campo, pedalou para cima da marcação e, mesmo sem ângulo, finalizou na trave.

Abel comemora

Abel acredita que Cruzeiro poderia ter saído com a vitória (Foto: Vinnicius Silva/Cruzeiro)

O Cruzeiro conseguiu mais um resultado importante no Brasileiro ao segurar o empate contra o Athletico Paranaense, na Arena da Baixada. Após o apito final, Abel Braga analisou a partida, comemorando o ponto que a Raposa leva para Belo Horizonte.

Além de destacar a importância do resultado, o treinador falou sobre a estratégia do Cruzeiro na partida disputada na Arena. Abel ressaltou também a maneira como a equipe soube lidar com a ausência de importantes jogadores.

"A gente leva um ponto importante, porque subimos duas posições, pelo menos até amanhã (hoje). A equipe foi guerreira demais. Dedé, Orejuela, Thiago Neves, Fred fora. Os jogadores foram de uma entrega excecional, jogar aqui dentro é muito difícil. Eles tiveram a bola, mas não tiveram grandes oportunidades. No 11 contra 11, o gol poderia sair quando recuperávamos a bola", afirmou Abel.

FICHA TÉCNICA

ATHLETICO-PR X CRUZEIRO

ATHLETICO-PR
Santos; Madson, Thiago Heleno, Léo Pereira, Márcio Azevedo; Wellington (Marcelo Cirino), Bruno Guimarães (Camacho), Léo Cittadini (Bruno Nazário); Nikão, Rony e Marco Ruben.

Técnico: Eduardo Barros

CRUZEIRO
Fábio; Edilson, Cacá, Fabrício Bruno e Egídio (Dodô); Henrique, Éderson, Marquinhos Gabriel, Robinho (Ariel Cabral); David (Ezequiel) e Sassá.

Técnico: Abel Braga

Local: Arena da Baixada, Curitiba (PR)

Data: 5 de novembro de 2019 (quarta-feira)

Horário: 21h30h (de Brasília)

Arbitragem: Luiz Flavio de Oliveira (SP)

Auxiliares: Anderson José de Moraes Coelho e Bruno Salgado Rizo (ambos de SP)

VAR: José Claudio Rocha Filho (SP)

Cartões amarelos: Léo Pereira, Marco Rúben (Athletico Paranaense); Sassá (Cruzeiro)

Cartão vermelho: Sassá (Cruzeiro)


Gazeta Esportiva / Dom Total

EMGE

*O DomTotal é mantido pela Escola de Engenharia de Minas Gerais (EMGE). Engenharia Civil conceito máximo no MEC.
Saiba mais!

Comentários


Instituições Conveniadas