Esporte Futebol Nacional

08/12/2019 | domtotal.com

Livre da série B, Ceará empata por 1 a 1 com o Botafogo pelo Brasileiro

O resultado foi suficiente para não depender do Cruzeiro, que foi rebaixado

Jean e Felipe Silva empatam no Brasileiro
Jean e Felipe Silva empatam no Brasileiro (Jorge Rodrigues/Eleven)

O Ceará conseguiu o seu principal objetivo na temporada: permanecer mais uma ano na elite do futebol nacional. Neste domingo, no estádio do Engenhão, no Rio de Janeiro, o clube cearense ficou no empate por 1 a 1, pela 38.ª e última rodada, e evitou o rebaixamento no Campeonato Brasileiro. O resultado foi suficiente para não depender do que o Cruzeiro, seu rival direto, que acabou sendo derrotado por 2 a 0, fizesse contra o Palmeiras, em Belo Horizonte.

O empate levou o Ceará a 39 pontos, contra 36 do Cruzeiro. A pontuação do clube cearense, que terminou na 16.ª colocação, é a menor de um time que se livrou do rebaixamento na história do Brasileirão em pontos corridos com 20 clubes. O ano de 2020 será o terceiro seguido do time de Fortaleza na primeira divisão nacional.

Do outro lado, nada de comemoração. O Botafogo precisava vencer para ter chance de classificação à Copa Sul-Americana, mas não conseguiu. O empate o levou a 43 pontos, na 15.ª colocação, três a menos que o rival Fluminense, que venceu o Corinthians por 2 a 1, em São Paulo, e ficou com a última vaga na competição continental.

Em campo, o Ceará mostrou que precisava mais da vitória e mostrou mais disposição, mas sem ser efetivo nas jogadas de ataque. O primeiro tempo foi muito arrastado, com muita marcação no meio de campo, e o único lance ofensivo resultou no gol do Botafogo. Aos 38 minutos, após jogada pela direita, Luis Henrique cruzou rasteiro e Marcos Vinícius se adiantou à zaga na primeira trave para balançar as redes.

Na segunda etapa, sob o risco de ser rebaixado se o Cruzeiro vencesse o Palmeiras, o Ceará foi ao ataque. O técnico Argel Fucks, contratado a três rodadas do final do Brasileirão com o objetivo de salvar o time da queda, fez duas substituições para dar mais velocidade ao meio de campo e a proposta deu certo.

Aos 17 minutos, após jogada da esquerda, Thiago Galhardo recebeu na lateral e tentou o cruzamento. A bola foi interceptada pelo braço do lateral-direito Marcinho e, após análise do VAR, o pênalti foi marcado. O mesmo Thiago Galhardo bateu forte no centro do gol e o goleiro Diego Cavalieri quase tocou na bola. Era o gol que salvava o Ceará do rebaixamento.

Ao mesmo tempo que o Ceará empatava a partida no Rio de Janeiro, o Cruzeiro era derrotado pelo Palmeiras. Com mais tranquilidade, os jogadores do time cearense apenas administraram o resultado até o final. A pequena torcida cearense no Engenhão e milhares de torcedores no Ceará comemoraram muito.

FICHA TÉCNICA

BOTAFOGO 1 x 1 CEARÁ

BOTAFOGO - Diego Cavalieri; Marcinho, Marcelo Benevenuto, Gabriel e Lucas Barros (Yuri); Jean, João Paulo (Wenderson) e Marcos Vinícius (Lucas Campos); Rhuan, Luis Henrique e Vinícius Tanque. Técnico: Alberto Valentim.

CEARÁ - Diogo Silva; Samuel Xavier, Valdo, Luiz Otávio e Eduardo Brock (Cristovam); William Oliveira (Pedro Ken), Auremir (Wescley), Ricardinho, Felipe Baxola e Mateus Gonçalves; Thiago Galhardo. Técnico: Argel Fucks.

GOLS - Marcos Vinícius, aos 38 minutos do primeiro tempo; Thiago Galhardo (pênalti), aos 20 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Eduardo Brock e William Oliveira (Ceará).

ÁRBITRO - Luiz Flávio de Oliveira (Fifa/SP).

RENDA - R$ 326.325,00.

PÚBLICO - 25.900 torcedores.

LOCAL - Estádio do Engenhão, no Rio de Janeiro (RJ).


Agência Estado



Newsletter

Você quer receber notícias do domtotal em seu e-mail ou WhatsApp?

* Escolha qual editoria você deseja receber newsletter.

DomTotal é mantido pela EMGE - Escola de Engenharia e Dom Helder - Escola de Direito.

Engenharia Cívil, Ciência da Computação, Direito (Graduação, Mestrado e Doutorado).

Saiba mais!



Outras Notícias