Religião

13/01/2020 | domtotal.com

Projeto de estátua igual ao Cristo Redentor do Rio gera protestos na Índia

Protestos estão ligados a partido intolerante com outras religiões e que está no poder

Protestos estão ligados a partido intolerante com outras religiões e que está no poder
Protestos estão ligados a partido intolerante com outras religiões e que está no poder (AFP)

Centenas de manifestantes hindus, militantes do partido no poder na Índia, protestaram nesta segunda-feira (13) contra os planos de construir uma estátua de Jesus Cristo para disputar com o tamanho do Cristo Redentor do Rio do Janeiro.

O Partido de Bharatiya Janata (BJP), do primeiro-ministro Narendra Modi, foi considerado intolerante com outras religiões e acusado de querer transformar a Índia em um país hindu, algo que ele nega.

As manifestações realizadas no estado de Karnataka, no sul, foram lideradas por Rashtriya Swayamsevak Sangh (RSS), uma organização afiliada ao BJP.

Cerca de mil policiais foram destacados para monitorar a marcha.

"Não queremos a estátua, porque ela contraria o espírito de harmonia comum e estimula conversões religiosas, algo que os missionários cristãos fazem cada vez mais", disse à imprensa indiana o chefe do RSS, Prabhakar Bhat.

A construção da estátua de granito branco, 34,7 metros de altura – um pouco menor do que a do Rio de Janeiro, embora sua base seja maior –, foi interrompida logo após o início da obra no mês passado. Muitos hindus acreditam que a colina, sobre a qual está planejada a construção da estátua, em uma cidade de maioria cristã, Harobele, seja a morada de uma divindade hindu, embora não haja templos na área.

O governo do estado, liderado pelo BJP, acusou o governo anterior – controlado pelo Partido do Congresso - de ter atribuído o lote para a construção ilegal da estátua.

Ele já havia proibido um festival para comemorar um rei muçulmano que lutou contra a Companhia Britânica das Índias Orientais. Por este episódio, foi acusado de discriminação.

Nos últimos anos, a Índia registrou um aumento de crimes contra minorias religiosas e uma erosão da liberdade religiosa desde que Modi chegou ao poder em 2014.

Durante um mês, a Índia tem sido palco de grandes protestos contra uma nova lei que facilitará a naturalização de minorias religiosas perseguidas, mas não se forem muçulmanos.


AFP

EMGE

*O DomTotal é mantido pela Escola de Engenharia de Minas Gerais (EMGE). Engenharia Civil conceito máximo no MEC.
Saiba mais!



Comentários