Meio Ambiente

24/01/2020 | domtotal.com

Secretário do Tesouro americano e ativista Greta Thunberg trocam farpas em Davos

Representantes do governo americano e Greta Thunberg se enfrentam em Davos de maneira velada, mas nunca se encontraram pessoalmente

A ativista sueca Greta Thunberg participa do Fórum Econômico Mundial, em Davos
A ativista sueca Greta Thunberg participa do Fórum Econômico Mundial, em Davos (AFP)

A ativista climática Greta Thunberg e o secretário do Tesouro dos Estados Unidos, Steven Mnuchin, trocaram farpas nessa quinta-feira no fórum de Davos, o que volta a mostrar a rejeição de Washington ao conceito de uma grande emergência climática.

Questionado sobre a exigência de Greta de um fim do investimento em combustíveis fósseis, o secretário do Tesouro americano disse em entrevista coletiva: "Que (ela) estude primeiro economia e vá à universidade, e depois venha nos encontrar".

A jovem sueca respondeu no Twitter que seu período sabático, no qual ela não frequentou a escola, terminou em agosto e que, de qualquer forma, "não há necessidade de um diploma universitário" para verificar que os esforços para limitar as emissões de CO2 não são suficientes.

O representantes do governo americano e Greta Thunberg se enfrentam em Davos desde terça-feira, mas até agora de maneira velada, e nunca se encontraram pessoalmente.

Ao deixar a cidade suíça, o presidente Donald Trump afirmou que gostaria de se encontrar com ela.

Sem se impressionar, Thunberg lançou suas advertências à elite política e econômica, dizendo mais uma vez que o "pânico" se justifica, porque "a casa está queimando".

O secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), António Guterres, utilizou palavras fortes ao discursar nesta quinta-feira: "Seguimos perdendo a guerra contra a mudança climática!".

Apontando uma "ameaça existencial" para a humanidade, ele pediu "uma reorientação maciça de recursos" em direção a uma economia verde.

"Se os 'grandes emissores' de CO2 não se unirem ao esforço internacional, 'estamos perdidos'".

A chanceler alemã Angela Merkel aproveitou sua 12ª participação no fórum de Davos para defender "a impaciência da juventude", sem mencionar Greta diretamente.


AFP



Comentários
Newsletter

Você quer receber notícias do domtotal em seu e-mail ou WhatsApp?

* Escolha qual editoria você deseja receber newsletter.
EMGE

*O DomTotal é mantido pela Escola de Engenharia de Minas Gerais (EMGE). Engenharia Civil conceito máximo no MEC.
Saiba mais!