Mundo

08/02/2020 | domtotal.com

Irã deve se fortalecer para pôr fim às 'ameaças inimigas', diz aiatolá

Estados Unidos voltaram a impor sanções econômicas ao Irã, após deixarem o acordo internacional sobre o programa nuclear iraniano, em maio de 2018.

Líder supremo do Irã, o aiatolá Ali Khamenei, em 8 de fevereiro de 2020
Líder supremo do Irã, o aiatolá Ali Khamenei, em 8 de fevereiro de 2020 (KHAMENEI.IR/AFP)

O líder supremo iraniano, aiatolá Ali Khamenei, disse neste sábado (8) que a República Islâmica deve adquirir a força necessária para espantar as "ameaças inimigas" e, com isso, evitar uma guerra.

"Devemos nos tornar fortes e assim não haverá guerra, tornar-nos fortes para pôr fim às ameaças inimigas", disse Khamenei em um discurso diante de militares.

Os principais pontos do pronunciamento foram apresentados pela televisão pública.

"Não queremos ameaçar ninguém", afirmou, garantindo que suas palavras têm com objetivo "preservar a segurança do país".

"Nossas forças aéreas, que não tinham direito, nem capacidade, de consertar peças dos aviões [antes da Revolução Islâmica de 1979], agora constroem aviões", disse Khamenei em uma mensagem em inglês no Twitter.

"As sanções são literalmente crimes, MAS podem se transformar em oportunidades", acrescentou.

Os Estados Unidos voltaram a impor sanções econômicas ao Irã, após deixarem o acordo internacional sobre o programa nuclear iraniano, em maio de 2018.

Como resposta a estas sanções, o Irã deixou de cumprir alguns dos compromissos deste pacto internacional firmado em 2015, em Viena, com China, França, Reino Unido, Estados Unidos, Rússia e Alemanha.


AFP

TAGS




Comentários
Newsletter

Você quer receber notícias do domtotal em seu e-mail ou WhatsApp?

* Escolha qual editoria você deseja receber newsletter.

DomTotal é mantido pela EMGE - Escola de Engenharia e Dom Helder - Escola de Direito.

Engenharia Cívil, Ciência da Computação, Direito (Graduação, Mestrado e Doutorado).

Saiba mais!