Brasil

12/02/2020 | domtotal.com

Sobe para 11 número de casos suspeitos de infecção pelo novo coronavírus

Ministério da Saúde informou que três novos casos são investigados em São Paulo

Ministério já descartou 33 casos suspeitos de Covid-19
Ministério já descartou 33 casos suspeitos de Covid-19 (Josué Damacena/Fiocruz)

O número de casos suspeitos de infecção pelo novo coronavírus, o Covid-19, no Brasil, passou de oito para 11. O balanço foi atualizado nesta quarta-feira (12) pelo Ministério da Saúde, com a inclusão de três novos casos no estado de São Paulo. Assim, no momento, os casos suspeitos estão assim distribuídos no país: São Paulo (6), Rio de Janeiro (2), Rio Grande do Sul (1), Minas Gerais (1) e Paraná (1). Até agora, o ministério já descartou 33 casos suspeitos de Covid-19.

O Secretário de Vigilância em Saúde da pasta, Wanderson Oliveira, deu detalhes sobre o perfil epidemiológico dos casos suspeitos no país. Segundo ele, das 11 notificações em avaliação no país, seis são homens, cinco são mulheres. A média de idade é 24,6 anos e todas as pessoas estiveram na China, porém nenhuma passou pela cidade de Wuhan, que é o epicentro do surto.

Operação Regresso

Sobre as 58 pessoas que voltaram ao Brasil da China na Operação Regresso, no último domingo, dos quais 34 são brasileiros ou estrangeiros que moravam em Wuhan e 24 membros da equipe que embarcou para a operação, o secretário informou que conforme prevê o protocolo internacional, eles voltarão a ser testados no próximo domingo (16).

OMS alerta

A Organização Mundial da Saúde (OMS) afirmou que, embora o número de casos de coronavírus na China tenha caído nos últimos dias, ainda não há informações suficientes para prever quando o avanço da doença será completamente contido. "O surto ainda pode ir para qualquer direção", declarou o diretor-geral da entidade, Tedros Adhanom Ghebreyesus, em entrevista coletiva concedida na tarde desta quarta-feira (12, em Genebra, na Suíça.

Segundo a OMS, foram identificados 44.730 casos da doença no país asiático, com 1.114 mortes. No resto do mundo, 441 pacientes foram diagnosticados com o vírus em 24 países, e uma pessoa morreu.

O órgão internacional destaca que a exportação da enfermidade de Wuhan para outros países diminuiu, por conta da quarentena. E que apenas 22% dos infectados não estiveram em território chinês. Para a organização, esse quadro mostra que o ritmo de contágio não parece ser agressivo fora da China, mas é preciso agir com urgência para evitar consequências globais.

A cientista-chefe da organização, Soumya Swaminathan, revelou que, atualmente, há quatro vacinas contra o coronavírus em processo de desenvolvimento, sendo que uma ou duas devem ser testadas em humanos em "cerca de 3 ou 4 meses". No entanto, ela explica que a imunização só deve ficar pronta em 18 meses.


Agência Estado/Dom Total



Comentários
Newsletter

Você quer receber notícias do domtotal em seu e-mail ou WhatsApp?

* Escolha qual editoria você deseja receber newsletter.

DomTotal é mantido pela EMGE - Escola de Engenharia e Dom Helder - Escola de Direito.

Engenharia Cívil, Ciência da Computação, Direito (Graduação, Mestrado e Doutorado).

Saiba mais!