Religião

03/04/2020 | domtotal.com

Coleta para a Terra Santa transferida para 13 de setembro

Dependem da coleta santuários e paróquias. escolas, casas para enfermos, órfãos e peregrinos, missionários e outros

Franciscanos tem a atribuição 'in primis' de cuidar dos lugares sagrados na Terra Santa
Franciscanos tem a atribuição 'in primis' de cuidar dos lugares sagrados na Terra Santa (franciscanos.org)

Devido à situação provocada em todo o mundo pela pandemia do coronavírus, o santo padre aprovou a proposta de que a Coleta da Terra Santa para o ano 2020, seja realizada no domingo 13 de setembro, próximo à Festa da Exaltação da Santa Cruz, conforme comunicado da Congregação das Igrejas Orientais divulgado nesta quinta-feira (2).

A atual situação de pandemia do Covid-19 envolve muitas nações e em muitas delas foram adotadas medidas preventivas que impedem a normal celebração comunitária dos ritos da Semana Santa, quando ocorre a coleta.

As comunidades cristãs da Terra Santa, também expostas ao risco de contágio e que vivem em contextos já muito provados, se beneficiam a cada ano da generosa solidariedade dos fiéis de todo o mundo, para que possam continuar com sua presença naquelas terras. Ademais, os recursos ajudam a manter abertas escolas e estruturas assistenciais a todos os cidadãos, para uma educação humana, a convivência pacífica e o cuidado, sobretudo, dos pequenos e mais pobres.

Por esse motivo, o papa Francisco aprovou a proposta de transferência da data da coleta neste ano para a ocasião da festa da Exaltação da Santa Cruz (13 de setembro). Quer no Oriente, como no Ocidente, a celebração que recorda a descoberta da relíquia da Cruz por Santa Helena e, de fato, o início do culto público em Jerusalém com a construção da Basílica do Santo Sepulcro, será um sinal de esperança e salvação reencontrado após a Paixão à qual muitos povos estão agora unidos, bem como a solidária proximidade com aqueles que continuam a viver o Evangelho de Jesus na Terra, onde "tudo começou".

A Coleta é regulada por específicas disposições pontifícias que estabelecem a atribuição in primis à Custódia Franciscana, responsável pela manutenção dos Santuários que surgiram nos Lugares Santos. Em carta aos católicos, os franciscanos Comissários da Terra Santa do Brasil se unem em oração aos afetados pela pandemia de todo o mundo e, em especial, de sua terra. Leia a íntegra:

Carta dos comissários sobre a coleta da Sexta-feira Santa

Queridos internautas,
Paz e Bem!

Vivenciado este tempo de turbulência e de incertezas causados pela pandemia do novo Coronavirus, queremos neste momento, em profunda comunhão com o nosso santo padre, o papa Francisco, elevar os nossos rogos a Deus, para que o mundo se livre o quanto antes deste mal que ameaça a saúde e a vida de tantas pessoas, sobretudo daqueles e daquelas mais vulneráveis. Ao mesmo tempo, queremos estar ao lado dos profissionais de saúde e outros que incansavelmente estão, sem medir esforços, lutando para vencer esta pandemia. Hoje, mais do que nunca, devemos continuar firmes em nossa missão, procurando ser fiéis àquilo que o Mestre nos pediu. Somos também chamados, à luz do lema da campanha da fraternidade a ver, sentir compaixão e cuidar do nosso próximo, com serenidade e confiança no Senhor que passou nesse mundo curando toda espécie de enfermidade (cf. Mt 4,23).

Imbuídos de uma esperança firme que de dentro em breve nossa vida social e eclesial voltará à sua normalidade é que nós, Comissários da Terra Santa do Brasil, vos dirigimos estas palavras de solidariedade e comunhão convosco que, durante tantos anos nos ajudaram na animação de vossas dioceses na solidariedade para com a Custódia da Terra Santa e com as Igrejas Orientais, ou seja, esta pequena porção do Povo de Deus que, mesmo vivendo numa situação social especial, tem a nobre missão de estar presente, animando e cuidando dos lugares das origens da nossa fé, sobretudo através do testemunho de diálogo e do anuncio da paz.

Nos últimos dias vimos, através das mídias, as dolorosas cenas de fechamento dos santuários e da ausência dos peregrinos, o que já era de se esperar. Contudo, nossos irmãos Bispos, sacerdotes, religiosos e religiosas consagradas, comunidades de vida e todo o povo cristão, continuam presentes e atuantes nessa nobre missão de, em nome da Igreja, cuidar dos lugares aa nossa Redenção. Nossa intenção neste momento é simplesmente estar em espírito de comunhão com toda a Igreja que sofre, unidos pela palavra de Deus, dentro do espirito da Quaresma, buscando chegarmos à Pascoa muito mais revigorados na fé e no testemunho.


Receba notícias do DomTotal em seu WhatsApp. Entre agora:
https://chat.whatsapp.com/IZ0DnZ5EcYe3hYzIcuFYBk

Assine nossa newsletter e fique por dentro do que acontece no Brasil e no mundo com reportagens e análises:
Cadastre-se aqui: https://domtotal.com/newsletter/


Vatican News/ Dom Total/ Comissariado Terra Santa



Comentários
Newsletter

Você quer receber notícias do domtotal em seu e-mail ou WhatsApp?

* Escolha qual editoria você deseja receber newsletter.

DomTotal é mantido pela EMGE - Escola de Engenharia e Dom Helder - Escola de Direito.

Engenharia Cívil, Ciência da Computação, Direito (Graduação, Mestrado e Doutorado).

Saiba mais!