Religião

29/05/2020 | domtotal.com

Rompimento pela infidelidade; perdão por amor

Deus, que é puro amor, está aberto a receber seu povo de volta

Deus quer a salvação do povo e então os convida à conversão e à esperança
Deus quer a salvação do povo e então os convida à conversão e à esperança (Unsplash/ Mat Reding)

Claudio Marcelo da Silva*

Diferentemente do profeta Amós, o profetismo de Oseias não tem seu olhar principal para os pobres e fracos, mas atua, especialmente, nas questões políticas e cultuais, problemas estes que vão atingir pobres e fracos. O profeta Oseias vê nestes ambientes as chaves centrais de corrupção do povo e do distanciamento de Deus.

Leia também:

Duas situações foram propulsoras para o modelo do profetismo, encampado por Oseias: primeiro por ter vivido a prosperidade do reino do Norte e que devido quedas e ascensões ao trono, inclusive por assassinatos, viu reis levarem o reino do Norte à sua completa destruição. O segundo ponto é seu amor pela esposa que o traía, mas que não era impedimento para que ele buscasse sempre a reconciliação, o perdão para ela.

Pela traição e perdão, Oseias faz a analogia da relação entre Deus o povo. Povo infiel e traidor do amor de Deus, por um lado; e infinito amor que Deus tem para com o povo, que perdoa e quer se reconciliar, por outro. É neste contexto que o casamento ganha essa relação “sacramental”, nesta relação de amor de Deus para com o povo, onde Deus, que é puro amor, está aberto a receber seu povo de volta.

Oseias vai olhar para os reis e os sacerdotes, os quais são os primeiros a serem infiéis, e que conduzem o povo à infidelidade. Os sacerdotes querem manter o povo no pecado, pois é no recebimento dos sacrifícios sobre esses pecados que eles vão ganhar cada vez mais.

Assim, o profetismo de Oseias vai falar da idolatria das outras nações a outros deuses, como baal, e o povo que se deixa prostituir, abandonando Deus e indo atrás desses deuses, inclusive oferecendo a eles tudo que Deus lhes dá gratuitamente.

Deus até se inflama e tenta “desfazer” de seu casamento com o povo, promovendo inclusive uma querela judicial. Trata da prostituição à baal, dos santuários ilegítimos, da guerra entre irmãos (reinos do Norte e do Sul) e das ineficazes alianças com povos estrangeiros.

Mas, mesmo na infidelidade do povo, Deus é amor, e neste amor infinito e gratuito Deus chama o povo a voltar para ele. Deus quer a salvação do povo e então os convida à conversão e à esperança. É no enorme amor de Deus que se encontra a esperança que conduz a salvação do povo. Que isso nos inspire!


Receba notícias do DomTotal em seu WhatsApp. Entre agora:
https://chat.whatsapp.com/IZ0DnZ5EcYe3hYzIcuFYBk

*Claudio Marcelo da Silva é aluno do curso de Teologia, na PUC-Minas campus Uberlândia



Comentários
Newsletter

Você quer receber notícias do domtotal em seu e-mail ou WhatsApp?

* Escolha qual editoria você deseja receber newsletter.

DomTotal é mantido pela EMGE - Escola de Engenharia e Dom Helder - Escola de Direito.

Engenharia Cívil, Ciência da Computação, Direito (Graduação, Mestrado e Doutorado).

Saiba mais!



Outras Notícias