Religião

29/05/2020 | domtotal.com

Infidelidade e amor

Oseias entende que o amor de Deus para com seu povo era incondicional

Em Oseias, Deus é o esposo que perdoa as infidelidades de sua amada, o povo de Israel
Em Oseias, Deus é o esposo que perdoa as infidelidades de sua amada, o povo de Israel (Unsplash/ Gus Moretta)

Marcia do Nascimento*

O profeta Oseias nasceu no reino do Norte e começou a pregar no período em que Jeroboão II era o rei de Israel (783-743 a.E.C.). O povo, neste reino, adorava deuses pagãos contra a proposta da aliança com o Deus vivo. Eram invadidos por reis assírios e viviam em grande sofrimento. Deus suscitou Oseias para falar ao povo e chamá-los de volta ao caminho do bem e do amor, do compromisso e da promessa.

Leia também:

Oseias recebeu, por sugestão divina, Gômer como esposa, uma prostituta, “para que os filhos dela sejam concebidos em prostituição, porque a nação de Israel é culpada do mais vergonhoso adultério por afastar-se do Senhor”. Oseias era um homem comum, camponês. Entendeu o amor de Deus a seu povo: amor que não dependia do povo – amor incondicional. O mesmo amor que ele dedicava a Gômer. “O seu povo o rejeitou como Gômer rejeitou a mim”, diz Oseias. 

Oseias vivia em conflito por aceitar ou rejeitar Gômer, persistindo por amá-la e pela promessa feita ao toma-la por esposa, e entendia o amor de Deus ao povo e sua persistência em chama-los à conversão. Experiência extremamente dramática na sua vida particular-real, que traz para a história simbólica que faz, uma analogia metafórica em relação ao povo e Deus.

Ama profundamente a esposa e sofre com sua infidelidade. Não tem outro caminho, a não ser continuar amando e perdoando. Um dos primeiros profetas escritores que deixa marcas profundas na relação entre Deus e o povo.  Isto advém da relação que teve com a esposa. Viveu no campo o que lhe permitiu ficar ausente da problemática social vivida nas cidades. Situa-se entre os profetas menores e trabalhou as questões de política externa – dominação Assíria, (734-732), pacto de vassalagem, impostos, conflitos reino do norte e do sul e do culto a Baal e outras religiosidades. 

Oseias é um profeta que ambiciona uma sociedade justa, que se adeque ao que é proposto pelas regras de convivência – Decálogo.  Viver na justiça-bem, animado pelo espírito de verdade, afeto-amor e lealdade.  No período em que viveu Oseias, a história foi difícil e complicada, mas foi de glória e muito êxito para o povo do Reino do Norte. Faz de sua própria história, uma revelação de miséria – mostra o pecado do povo, prostituição idolatria e grandeza que revela o amor de Deus que supera a infidelidade do povo. 

Uma relação do matrimônio como símbolo da relação entre Deus e o povo. O tema da aliança ganha uma visão mais profunda – pacto de casamento, acordo matrimonial, aprofundamento da relação – lida na perspectiva da “ilogicidade” do amor – o amor não se explica. Está além de toda lógica. O amor só quer amar.  Apesar de toda traição do povo, Deus-esposo, amante e fiel, um Pai, e o povo que se converte e volta, porque experimenta desse amor que Deus continua “emanando”.


Receba notícias do DomTotal em seu WhatsApp. Entre agora:
https://chat.whatsapp.com/IZ0DnZ5EcYe3hYzIcuFYBk

*Marcia do Nascimento é aluna do curso de Teologia, na PUC-Minas campus Uberlândia.



Comentários
Newsletter

Você quer receber notícias do domtotal em seu e-mail ou WhatsApp?

* Escolha qual editoria você deseja receber newsletter.

DomTotal é mantido pela EMGE - Escola de Engenharia e Dom Helder - Escola de Direito.

Engenharia Cívil, Ciência da Computação, Direito (Graduação, Mestrado e Doutorado).

Saiba mais!



Outras Notícias